Tromboxano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
+

Tromboxanos

A estrutura química do tromboxano A2 (TXA2).
Fórmula química C20H32O5
Massa molecular 352.465 g/mol

Um tromboxano é um membro da família de lipídeos chamada eicosanoides. É produzido nas plaquetas via troboxano-A sintase dos endoperóxidos produzidos pela ciclooxigenase (COX) a partir do ácido araquidônico, um conjunto de reações que faz parte da via metabólica da cascata do ácido araquidónico.

Tromboxanos são vasoconstritores na circulação sistêmica, mas vasodilatadores na circulação pulmonar, e potentes agentes hipertensivos, além de facilitarem a agregação plaquetária. Normalmente encontram-se num equilíbrio homeostático no sistema circulatório, juntamente com as prostaciclinas.

O tromboxano A2 (TXA2), produzido por plaquetas ativadas, estimula a ativação de outras plaquetas, aumentando a agregação plaquetária.

Medicamentos que contém ácido acetilsalicílico agem inibindo a capacidade da COX sintetizar precursores dos troboxanos nas plaquetas. Como efeito colateral, pessoas que tomam aspirina regularmente podem sofrer hemorragias com maior frequência.

Tromboxanos são assim nomeados em referência à sua capacidade de formar trombos.

Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.