Fosfatidilserina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fosfatidilserina
Alerta sobre risco à saúde
Phosphatidyl-Serine.png
Phosphatidylserine.png
Identificadores
Número CAS 8002-43-5
PubChem 445141
Propriedades
Fórmula molecular C13H24NO10P
Massa molar 385.304
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

A fosfatidilserina, abreviada como PS (da palavra inglesa) é um componente fosfolipídico, normalmente mantido no folheto interno, o lado citosólico, das membranas celulares, por uma enzima denominada translocase aminofosfolipideo ATP. Quando uma célula passa por morte por apoptose, a fosfatidilserina não está mais restrita ao lado citosólico da membrana, mas torna-se exposta na superfície da célula.

Possíveis Benefícios à Saúde[editar | editar código-fonte]

Memória e Cognição[editar | editar código-fonte]

Os primeiros estudos da fosfatidilserina (PS) destilavam a substancia do cérebro bovino. No entanto, devido a preocupações com a Encefalopatia Espongiforme Bovina, os estudos e produtos modernos disponíveis no mercado são feitos a partir da soja. Os ácidos graxos ligados à serina no produto de soja não são idênticos aos do produto de bovino, que também são impuros. Estudos preliminares em ratos indicam que o produto da soja é pelo menos tão eficaz como a de origem bovina. [1] [2]

No entanto, subsequentes ensaios clínicos em seres humanos demonstraram que "um suplemento diário de Fosfatidilserina derivada da soja não afetou a memória ou outras funções cognitivas em idosos com queixas de memória."[3]

Em 13 de maio de 2003, a Food and Drug Administration dos EUA declarou: "com base na avaliação da totalidade das evidências científicas disponíveis ao público, a agência concluiu que não há consenso significativo entre os experts de que exista uma relação entre fosfatidilserina e a redução do risco de demência ou disfunção cognitiva. " A FDA também declarou que "dos 10 estudos que formaram a base da avaliação da FDA, todos eram muito embrionários e limitados na sua confiabilidade de uma ou mais formas."

Conclui que "a maioria das evidências não sustentam uma relação entre fosfatidilserina e a redução do risco de demência ou disfunção cognitiva, e que a prova de que dá suporte a essa relação é muito limitada e ainda em fase embrionária." A FDA, no entanto concedeu status de "alegação qualificada de saúde" à fosfatidilserina, afirmando que "o suplemento de PS pode reduzir o risco de demência em idosos" e que "O suplemento de PS pode reduzir o risco de disfunção cognitiva em idosos".

Nutrição Esportiva[editar | editar código-fonte]

A Fosfatidilserina demonstrou acelerar a recuperação e evitar a dor muscular, melhorar o bem-estar, e pode possuir propriedades ergogênicas em atletas envolvidos em ciclismo, musculação e corridas de resistência. A Fosfatidilserina derivada da Soja, dependendo da dose (400 mg), é relatada como um suplemento eficaz no combate ao estresse induzido pelo exercício, bloqueando o aumento nos níveis de cortisol devidos ao estresse físico.[4] O suplemento de Fosfatidilserina promove um desejável equilíbrio hormonal em atletas e pode atenuar a deterioração fisiológica que acompanha o excesso de esforço e / ou estiramento muscular.[5] Em estudos recentes, a Fosfatidilserina demomonstrou melhorar o humor em uma população de jovens com estresse mental. Em um grupo de golfistas, melhorou a precisão das tacadas iniciais, aumentando a resistência ao estresse dos jogadores.[6]

Déficit de atenção e hiperatividade[editar | editar código-fonte]

Estudos preliminares indicam que a suplementação de PS pode ser benéfica para crianças com déficit de atenção e hiperatividade.[7] [8]

Segurança[editar | editar código-fonte]

Tradicionalmente, os suplementos de PS eram obtidos a partir do córtex bovino (BC-PS), porém, devido ao potencial de risco de doenças infecciosas, o PS derivado da soja (S-PS) se estabeleceu como uma potencial alternativa segura. PS derivado da soja tem status de GRAS (geralmente reconhecido como seguro), sendo um suplemento nutritivo seguro para idosos se tomado até uma dose de 200 mg, três vezes ao dia.[9] A fosfatidilserina demonstrou reduzir a resposta imune específica em ratos.[10] [11]

Fontes Nutricionais[editar | editar código-fonte]

A Fosfatidilserina (PS) pode ser encontrada na carne, mas é mais abundante no cérebro e em vísceras como fígado e rim. Apenas pequenas quantidades de PS podem ser encontrados em produtos lácteos ou em produtos hortícolas, com exceção do feijão branco.

Tabela 1. Conteúdo de Fosfatidilserina (PS) em alimentos.[12]

Alimento Conteúdo de PS em mg/100g
Cérebro Bovino 713
Cavalinha (Scomber Scombrus) 480
Coração de frango 414
Sardinha da América do Sul 360
Enguias 335
Vísceras (valor médio) 305
Baço suíno 239
Rim suíno 218
Atum 194
Coxa de frango com pele, sem osso 134
Fígado de frango 123
Feijão branco 107
Moluscos (Mya arenaria) 87
Peito de frango, com pele 85
Tainha 76
Vitela 72
Carne bovina 69
Carne Suína 57
Fígado suíno 50
Perna de peru, sem pele, desossada 50
Peito de peru, sem pele 45
Lagostim 40
Choco ou Sépia 31
Bacalhau 28
Anchova 25
Cevada integral 20
Pescada 17
Sardinha européia (Sardina pilchardus) 16
Truta 14
Lecitina de soja 10-20
Arroz (integral) 3
Cenoura 2
Leite de Cabra 2
Leite bovino (integral, 3.5% de gordura) 1
Batata 1

A ingestão diária média de PS na dieta dos países ocidentais é estimada em 130mg.


Referencias[editar | editar código-fonte]

  1. Blokland A, Honig W, Brouns F, Jolles J. (October 1999). "Cognition-enhancing properties of subchronic phosphatidylserine (PS) treatment in middle-aged rats: comparison of bovine cortex PS with egg PS and soybean PS". Nutrition 15 (10): 778–83 pp.. DOI:10.1016/S0899-9007(99)00157-4. PMID 10501292.
  2. Crook, T. H.; R. M. Klatz (ed). Treatment of Age-Related Cognitive Decline: Effects of Phosphatidylserine in Anti-Aging Medical Therapeutics. Chicago: Health Quest Publications, 1998. 20–29 pp. vol. 2.
  3. Jorissen BL, Brouns F, Van Boxtel MP, Ponds RW, Verhey FR, Jolles J, Riedel WJ.. (2001). "The influence of soy-derived phosphatidylserine on cognition in age-associated memory impairment.". Nutritional Neuroscience 4 (2): 121–34 pp.. PMID 11842880.
  4. Jäger R, Purpura M, Kingsley M. (7 2007). "Phospholipids and sports performance". Journal of the International Society of Sports Nutrition 4: 5 pp.. DOI:10.1186/1550-2783-4-5. PMID 17908342.
  5. Starks MA, Starks SL, Kingsley M, Purpura M, Jäger R. (7 2008). "The effects of phosphatidylserine on endocrine response to moderate intensity exercise". Journal of the International Society of Sports Nutrition 5: 11 pp.. DOI:10.1186/1550-2783-5-11. PMID 18662395.
  6. Jäger R, Purpura M, Geiss KR, Weiß M, Baumeister J, Amatulli F, Schröder L, Herwegen H.. (12 2007). "The effect of phosphatidylserine on golf performance". Journal of the International Society of Sports Nutrition 4 (1): 23 pp.. DOI:10.1186/1550-2783-4-23. PMID 18053194.
  7. Hirayama S, Masuda Y, Rabeler R. (September/October 2006). "Effect of phosphatidylserine administration on symptoms of attention-deficit/hyperactivity disorder in children". Agro Food 17 (5): 32–36 pp..
  8. Vaisman N, Kaysar N, Zaruk-Adasha Y, Pelled D, Brichon G, Zwingelstein G, Bodennec J. (2008). "Correlation between changes in blood fatty acid composition and visual sustained attention performance in children with inattention: effect of dietary n-3 fatty acids containing phospholipids.". The American Journal of Clinical Nutrition 87 (5): 1170–1180 pp.. PMID 18469236.
  9. Jorissen BL, Brouns F, Van Boxtel MP, Riedel WJ. (October 2002). "Safety of soy-derived phosphatidylserine in elderly people". Nutr Neurosci 5 (5): 337–343 pp.. DOI:10.1080/1028415021000033802. PMID 12385596.
  10. Hoffmann PR, Kench JA, Vondracek A, et al.. (February 2005). "Interaction between phosphatidylserine and the phosphatidylserine receptor inhibits immune responses in vivo". J. Immunol. 174 (3): 1393–404 pp.. PMID 15661897.
  11. Carr DJ, Guarcello V, Blalock JE. (September 1992). "Phosphatidylserine suppresses antigen-specific IgM production by mice orally administered sheep red blood cells". Proc. Soc. Exp. Biol. Med. 200 (4): 548–54 pp.. PMID 1508948.
  12. Souci SW, Fachmann E, Kraut H. Food Composition and Nutrition Tables. Medpharm Scientific Publishers Stuttgart. [S.l.: s.n.], 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Fosfolípidos