Águas Belas (Pernambuco)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Águas Belas
  Município do Brasil  
Rio São João - Barra de São João - Casimiro de Abreu - RJ - 06.JPG
Símbolos
Bandeira de Águas Belas
Bandeira
Brasão de armas de Águas Belas
Brasão de armas
Hino
Gentílico águas-belense
Localização
Localização de Águas Belas em Pernambuco
Localização de Águas Belas em Pernambuco
Águas Belas está localizado em: Brasil
Águas Belas
Localização de Águas Belas no Brasil
Mapa de Águas Belas
Coordenadas 9° 06' 39" S 37° 07' 22" O
País Brasil
Unidade federativa Pernambuco
Municípios limítrofes norte: Buíque e Pedra; sul: estado de Alagoas; leste: Iati e oeste: Itaíba.
Distância até a capital 303 km
História
Fundação 1871 (151 anos)
Administração
Prefeito(a) Luiz Aroldo (PT, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 885,981 km²
População total (estatísticas IBGE/2014[2]) 48 000 hab.
Densidade 54,2 hab./km²
Clima Semiárido (BSh)
Altitude 376 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,526 baixo
PIB (IBGE/2012[4]) R$ 219 294 mil
PIB per capita (IBGE/2012[4]) R$ 5 377,75
Sítio aguasbelas.pe.gov.br (Prefeitura)

Águas Belas é um município brasileiro do estado de Pernambuco. Localiza-se a uma latitude 09º06'41" sul e a uma longitude 37º07'23" oeste, estando a uma altitude de 376 metros. Sua população estimada em 2010 era de 42.291 habitantes. O município é formado pelo distrito-sede e pelos povoados de Campo Grande, Curral Novo, Garcia, e Tanquinhos.

História[editar | editar código-fonte]

A região onde está situada a cidade de Águas Belas era habitada, originalmente, pelos índios tupiniquins, que teve sua tribo unificada com a tribo Carnijós, que residia nas imediações da Serra dos Cavalos. A aldeia era conhecida como Lagoa, devido a uma lagoa existente no local, onde hoje se encontra a matriz de Nossa Senhora da Conceição, depois a povoação ganhou o nome de Ipanema. Consta que, por volta do ano de 1700, apareceu na região o primeiro homem branco (João Rodrigues Cardoso), com objetivo de unificar as duas tribos existentes na região.

As terras indígenas foram demarcadas em 1875, embora os conflitos pela terra não tenham sido completamente sanados, entretanto, é necessário a redemarcação. Em 2010, a FUNAI esteve em Águas Belas para iniciar o processo de redemarcação, entretanto, o processo ainda se encontra em fase e identificação. A cidade de Águas Belas encontra-se dentro da reserva indígena. Foram construídas dentro da reserva edificações, como a rodovia 423, que corta o lote dos índios pela metade.

Hoje cerca de 5.000 índios Fulniôs também habitam uma área dividida em 427 lotes individuais, que totalizam 11505 ha.[5] Vivem do artesanato e agricultura de subsistência. São ainda os únicos índios da região nordeste, com exceção as etnias do Maranhão(Kanela (Apanyekra e Ramkokamekra), Krikati, Gavião (Pukobyê), Kokuiregatejê, Timbira do Pindaré e Krejê) com o idioma próprio, o Yaathê ,nas praticas culturais encontra-se alguns rituais como o Toré e Cafurna e o Ouricuri.

Formação administrativa[editar | editar código-fonte]

Originalmente, Águas Belas foi um distrito subordinado a Buíque criado por alvará de 26 de janeiro de 1766. Em 13 de julho de 1871, a lei provincial 997 elevou o distrito à categoria de vila, desmembrado-o de Buíque. Esse estatuto se manteve até 24 de maio de 1904, quando a lei estadual n.º 665 elevou a vila à condição de cidade.[6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui área de 887,56 km². Fica a aproximadamente a 303 km de Recife.

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[7] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Cultura indígena[editar | editar código-fonte]

A língua yatê é falada no município de Águas Belas.[8][9]

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  5. «Fulni-ô. Povos Indígenas de Pernambuco. Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Etnicidade. Universidade Federal de Pernambuco» .
  6. «Águas Belas». IBGE Cidades. Consultado em 15 de maio de 2022 
  7. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro». Consultado em 28 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 15 de julho de 2010 .
  8. Nikulin, Andrey. 2020. Proto-Macro-Jê: um estudo reconstrutivo. Tese de Doutorado em Linguística, Universidade de Brasília.
  9. Barbosa, E. A. Aspectos fonológicos da língua Yatê. 1991. 55 pp. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Departamento de Lingüística, Línguas Clássicas e Vernácula, Instituto de Letras, Universidade de Brasília. 1991.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.