A17 (autoestrada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A17

Autoestrada do Litoral Centro
Portugal

Mapa da autoestrada A17
Tipo Autoestrada
Extensão 117 km
Orientação Sul a Norte
Extremos
 • Sul:
 • Norte:

 A 8  Marinha Grande
 A 25  Aveiro
Interseções  A 8 ,  A 14 ,  A 25 ,  IC 8 , N 109, N 234, N 235
Administração Infraestruturas de Portugal
Concessionária Brisal - Concessão Litoral Centro
Ascendi - Concessão Costa de Prata
Regime Portagens convencionais (92 km)
Portagens eletrónicas (15 km)
Gratuito (10 km)
Tráfego médio diário 6 944[1] (Dezembro de 2017)

A A17 ou Autoestrada do Litoral Centro[2] é uma autoestrada portuguesa, que liga a cidade de Aveiro com a cidade da Marinha Grande, ligando as sub-regiões Região de Aveiro, Região de Coimbra e Região de Leiria, localizadas na Região Centro, tendo uma extensão total de 116,3 km.

Em Aveiro, a autoestrada começa no leste da cidade, tendo um nó com a A25, que segue direção a leste a Viseu e à Guarda e direção a oeste à Gafanha da Nazaré. Seguindo à cidade da Figueira da Foz, a autoestrada tem um nó com a A14, que segue direção a leste a Coimbra. Chegando à Marinha Grande, a autoestrada tem um nó com a A8, que segue direção a leste a Leiria e direção a sul a Lisboa.

A autoestrada foi inaugurada em 2004 entre Aveiro e Mira, com uma extensão de 25 km. Em 2007 seguiu o troço entre a Marinha Grande e Louriçal, com mais 32,2 km, e em 2008 o troço final entre Mira e Louriçal, crescendo em mais 59,1 km de extensão, variando de um perfil de duas e três vias de circulação para cada sentido.

A Brisa e a Ascendi são as concessionárias da autoestrada, tendo um regime de portagem convencionais entre a Marinha Grande e Mira e portagem eletrónicas entre Mira e Aveiro. Os preços atuais das portagens para o trajeto total da autoestrada é de 10,05€ para a classe C1, 17,70€ para a classe C2, 22,65€ para a classe C3 e 25,15€ para a classe C4.[3]

Troços[editar | editar código-fonte]

Troço Entrada de serviço Estado Km
Aveiro  A 25 Mira 2004 Em serviço 25
MiraLouriçal 2008 Em serviço 59,1
LouriçalMarinha Grande  A 8  2007 Em serviço 32,2

Capacidade[editar | editar código-fonte]

Troço Perfil Km
Aveiro  A 25 Figueira da Foz  A 14  Spain traffic signal s11a.svg 62,5
Figueira da Foz  A 14 Marinha Grande  A 8  Spain traffic signal s11b.svg 53,8

Tráfego[editar | editar código-fonte]

Entre o nó da A25 em Aveiro e Vagos regista-se o maior tráfego diário da autoestrada, ultrapassando mais de 15 mil veículos diáriamente. Seguindo até ao nó com a A14 na Figueira da Foz, o tráfego é mais reduzido, estando nos 10 mil veículos diários. Chegando a Marinha Grande e Leiria, o tráfego volta a aumentar lentamente com o nó com a A8, estabilizando-se nos 12 mil veículos diariamente.[4]

Troço Tráfego médio diário, agosto de 2019
Marinha Grande  A 8 Leiria (norte) 10.696
Leiria (norte)–Monte Real 12.225
Monte RealMonte Redondo 11.895
Monte RedondoGuia 11.829
GuiaLouriçal 11.516
LouriçalMarinha das Ondas 11.297
Marinha das OndasFigueira da Foz  A 14  10.952
Figueira da Foz  A 14 Quiaios 9.788
QuiaiosTocha 11.229
TochaMira 11.522
MiraMira (norte) 11.929
Mira (norte)–Ponte de Vagos 13.859
Ponte de VagosVagos 16.444
VagosÍlhavo 16.846
ÍlhavoAveiro (sul) 21.513
Aveiro (sul)–São Bernardo 17.603
São BernardoAveiro  A 25  18.985
Tráfego médio diário da  A 17  12.360

Saídas[editar | editar código-fonte]

Número da saída km Destinos Estrada que liga
502 0.svg 0 Lisboa  A 8  (Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 24A)
(dir. Lisboa)
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 1 1 Leiria (sul)
Marinha Grande

(A 1)

 A 8 
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 2 10 Leiria (norte) N 109
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 3 14 Monte Real N 109
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 4 20 Monte Redondo M531
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 5 26 Guia

Mata Mourisca

N237-1
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 6 32 Louriçal

Pombal (A 1)

Carriço

 IC 8 
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 7 39 Marinha das Ondas Ex. N109
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 8 55 Figueira da Foz / Coimbra A 1  A 14 
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 9 64 Quiaios N 109
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 10 78 Sanguinheira
Tocha
N 335-1
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 11 88 Mira (centro)
Cantanhede
N 234
Peaje.png Praça de Portagem de Mira (km 92)
(Sistema Free-Flow)
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 12 92 Mira (norte) N 109
H44c sinal SCUT - Portugal.png Pórtico de Portagem de Ponte de Vagos - € 0,55
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 13 97 Santo André de Vagos
Ponte de Vagos
N 109
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 14 103 Vagos N 333
H44c sinal SCUT - Portugal.png Pórtico de Portagem de Vagos - € 0,30
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 15 107 Ílhavo N 335
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 16 109 Aveiro (sul)

(A 1 Portagem)

Mamodeiro
Oliveira do Bairro

N 235
H44c sinal SCUT - Portugal.png Pórtico de Portagem de Oliveirinha - € 0,35
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 17 115 Oliveirinha
São Bernardo
Sinnbild Autobahnausfahrt.svg 18 117 Aveiro
Estádio

Zona Industrial

Zona Portuária

Praias

 A 25 
117 direcção
Viseu

Porto (A 29)

 A 25 

Nota: o preço das portagens electrónicas indicado na tabela corresponde à tarifa paga por um veículo pertencente à classe 1.

Áreas de serviço[editar | editar código-fonte]

  • Aire d'autoroute - station essence.png Área de Serviço de Monte Redondo (km 21) Repsol logo.svg
  • Aire d'autoroute - station essence.png Área de Serviço da Figueira da Foz (km 62) Repsol logo.svg
  • Aire d'autoroute - station essence.png Área de Serviço de Vagos (km 99) Repsol logo.svg

Ações em tribunal[editar | editar código-fonte]

A Brisa colocou uma ação no tribunal arbitral contra o Estado, para reclamar compensações financeiras no valor de 3000 milhões de euros, onde uma das AE em causa é a A17.[5]

Referências

  1. Relatório de Tráfego na Rede Nacional de Autoestradas – 4.º trimestre de 2017 (PDF) (Relatório). Instituto de Mobilidade e dos Transportes. Fevereiro de 2018. p. 6. Consultado em 18 de Maio de 2018 
  2. «Decreto-Lei n.º 247-C/2008». Diário da República — 1.ª série. 30 de dezembro de 2008. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  3. «Cálculo de percursos com portagens». portagens.infraestruturasdeportugal.pt. Consultado em 8 de abril de 2022 
  4. IMT, IMT (2021). «Relatório de Tráfego» (PDF) 
  5. http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/atlantico_baixo_tejo_e_litoral_oeste_ja_estao_em_arbitragem.html