Acácio Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Acácio Oliveira
Informação geral
Nome completo Acácio Maurício de Oliveira Júnior
Nascimento 28 de abril de 1954
Origem Bauru
País  Brasil
Instrumento(s) violão
Modelos de instrumentos Sergio Abreu
Período em atividade músico
professor
gestor educacional
Outras ocupações diretor presidente do Conservatório Musical e Faculdade Villa-Lobos do cone-leste paulista FAVCOLESP
Página oficial www.classical-guitar-player.com e www.villalobos.edu.br

Acácio Maurício de Oliveira Júnior (Bauru, 28 de abril de 1954) é um violonista brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou seus estudos de violão com Henrique Pinto e, posteriormente, com Turíbio Santos, Alexandre Lagoya, Miguel Angel Girollet e Álvaro Pierri. Venceu o 1º prêmio de melhor instrumentista no Festival de Inverno de Campos do Jordão, em 1977, em São Paulo.

Laureado a realizar série de concertos pelo Brasil nas comemorações do centenário de nascimento do compositor Heitor Villa-Lobos, em 1987, efetuou, também gravações exclusivas para a televisão Cultura de São Paulo.

O seu debut como solista foi com a Orquestra Sinfônica do UNITAU, em 1981, sob regência do maestro Teixeira Barreto, vindo também a se apresentar, posteriormente, com a Cameramúsica.

Em 1988, num período de intensa atividade de concertos nos principais teatros e salas de recitais do Brasil, fez sua primeira apresentação nos Estados Unidos, como solista da Alhambra Chamber Orchestra, que lhe valeu elogios da crítica.

Voltou no ano seguinte à América do Norte para executar o Concierto de Aranjuez, de Joaquín Rodrigo, com a Diablo Symphony Orchestra de San Francisco (Califórnia).

Em 1998 recebeu o título de Embaixador Joseense da Música Clássica pelo extenso trabalho realizado com o violão clássico.

Em 1999, a convite da Associazione Nova Philarmonia da Itália, sediada em Roma, participou da série de concertos em Nápoles, durante o Festival Internacional de Música Clássica de Castellabate. Diretor e coordenador do Festival Grandes Mestres da Música de São José dos Campos, edição 2003 e 2004. Curador e idealizador do 1º, 2º e 3º ACORDE e o I, II e III Festival Villa-lobos de Inverno de São José dos Campos (FEVIN), edição 2014,15 e 16.

Em 2004 gravou para a TV Senado de Brasília, Rede Canção Nova e Rede Globo, especiais sobre Heitor Villa-Lobos.

Convite para concertos em 2004 na EuropaMilão, Legnano e Paris.

A convite do governo russo, em dezembro de 2007 fez parte do corpo de jurados do festival do violão clássico Tabula Rasa, em Volgogrado. Fez recitais e concerto com a Filarmônica de Volgogrado, sob regência de Eduard Serov.

Fundador e diretor-presidente do Conservatório Musical Villa-Lobos de São José dos Campos (SP) desde 1980. Membro presidente e fundador da Faculdade Villa-Lobos do Cone-Leste Paulista (FAVCOLESP). Em 2013 graduou-se em Comércio Exterior e, em 2014, concluiu pós-graduação em Metodologia do Ensino Superior e Ensino das Artes pela Universidade de Curitiba.

Seu primeiro álbum, em 1999, intitulado Preludiüm. O segundo, de 2002, recebeu elogios da crítica, sendo o primeiro CD no gênero a utilizar procedimentos da nova tecnologia MIDI para edição de orquestra gestual do terceiro, em 2003. Un Elegant Recital, em 2004, foi dedicado exclusivamente ao compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos.

Na edição especial nº 100 e os nº 124 e 157 da revista Guitar Player - 2004/2006/2009, recebeu elogios da crítica ao seu CD dedicado ao compositor brasileiro Villa-Lobos, A voz do violão 2006 e Romancero Gitano de Mário Castelnuovo-Tedesco. O seu material discográfico encontra-se em catálogo na revista brasileira de música clássica Concerto.

A convite da Sociedade da Guitarra Clássica de Belgrado realizou tournée pela República da Sérvia em 2010, com concertos e gravações exclusivos em Belgrado e cidades do interior como Sremska Mitrovica, Vrnjacka Banja, Nov Sad, Esmederevo e outras sendo o foco principal o compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, recebendo elogios e menção do consulado e embaixada brasileira em Belgrado. A convite do X Concurso Internacional-Festival de jovens artistas da guitarra «Tabula Rasa» em Moscou, 2015, participou do corpo de jurados, realizou master-class e recital, executando obras de compositores brasileiros.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1999 Preludiüm
  • 2001 Violão e Orquestra Gestual
  • 2003 Un Elegant Recital
  • 2004 Acácio Oliveira interpreta Heitor Villa-lobos
  • 2005 A voz do Violão
  • 2006 Romancero Gitano - Música Mário Castelnuovo-Tedesco e Letra Frederico García Lorca - Coral, Solista e Violão 1º Gravação em CD realizada na América Latina.
  • Avant Premiere Concerto em fá maior Karl Kohaut - Orquestra de Câmara da California (EUA) 1987
  • Avant Premiere Concerto em Mi menor Heitor Villa-lobos - Orquestra Philarmonica de Volvograd (Rússia) 2007.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]