Associação Vôlei Bauru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Associação Vôlei Bauru
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
VoleiBauru.png
Cores Vermelho, Preto e Branco
Mascote Tamanduá-mirim (Tatá e Dudu)
Informações
Cidade Bauru, SP
País  Brasil
Competição Superliga A
Campeonato Paulista
Fundação 2005 (13 anos)
Ginásio Panela de Pressão
(Capacidade: 2.000 pessoas)
Presidente Reinaldo Mandaliti
Técnico Anderson Rodrigues
Patrocinadores SESI
Massas Mezzani
Resultados
Superliga 2017–18
Campeonato Paulista 2017
8º lugar
4º lugar
Uniformes
Kit left arm.png Kit body unknown.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Cores do Time
Principal
Kit left arm.png Kit body unknown.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Cores do Time
Alternativo
Kit left arm.png Kit body unknown.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Cores do Time
Líbero
Página Oficial

A Associação Vôlei Bauru ou simplesmente Vôlei Bauru, por razões de patrocínio, Sesi/Vôlei Bauru, é uma equipe brasileira de voleibol feminino da cidade de Bauru, SP, que atua no Campeonato Paulista e na Superliga Série A.

História[editar | editar código-fonte]

A equipe nasceu em 2005 com a denominação de Luso/IESB,[1] e nos primeiros anos disputou apenas competições não oficiais. Entre 2008 e 2011 foi tetracampeão da Segunda Divisão dos Jogos Abertos do Interior,[2][3] e em 2009 a equipe tornou-se profissional com a filiação à Federação Paulista de Vôlei. Em 2012, o time foi campeão da Primeira Divisão dos Jogos Abertos do Interior.[4] Em 2013, como Luso/Preve/Concilig, foi campeão do Campeonato Paulista da 1ª Divisão, conseguindo assim, o acesso para a elite do voleibol paulista (Divisão Especial).[5]

Em 2014, o Luso/Preve/Concilig/Semel ficou com vice-campeonato da Superliga B, sendo derrotado na final pela equipe de São José.[6] Ainda em 2014, na primeira participação na elite do Campeonato Paulista, já sob o nome de Concilig/Vôlei Bauru, ficou na sexta colocação. Em 2015, o Concilig/Bauru conquistou a Superliga B, garantindo vaga na elite do voleibol nacional pela primeira vez na sua história.[7] Em seu primeiro ano na elite do vôlei feminino brasileiro, a equipe terminou com a 10ª posição na Superliga 2015-16.

Em 2016, após uma grande reformulação no elenco, o Concilig/Vôlei Bauru conquistou seu primeiro título de elite no vôlei ao derrotar de virada o Nestlé/Osasco por 3 sets a 2, na decisão da Copa São Paulo de Vôlei.[8][9] O Vôlei Bauru, ainda conquistou mais dois títulos na temporada: a Copa Santiago Seguros (Copa Bauru) e os Jogos Abertos do Interior na Divisão Especial.[10] Na primeira participação na Copa Brasil de Voleibol, já como Genter/Volêi Bauru, ficou com a sexta posição. Na Superliga 2016-17, o Genter/Bauru terminou a fase regular em quinto lugar se classificando pela primeira vez para os playoffs. Nas quartas, o time bauruense enfrentou o Minas e acabou eliminado por 2 a 0.[11]

A partir da temporada 2018-19, o Vôlei Bauru firmou uma parceria com o Sesi, passando a ter o nome fantasia de Sesi/Vôlei Bauru.[12]

Resultados obtidos nas principais competições[editar | editar código-fonte]

Cronologia do Vôlei Bauru
  • 2013-14: Campeão do Campeonato Paulista da 1ª Divisão (final contra o ADC Bradesco/Osasco, 3 x 0, 1º título). Vice-campeão da Superliga B (derrotado pelo São José, 3 x 1).
  • 2014-15: 6º colocado no Campeonato Paulista (eliminado nas quartas-de-final pelo Molico/Osasco, 2 x 0 na série). Campeão da Superliga B (final contra o Sogipa, 3 x 0, 1º título).
  • 2015-16: 3º colocado no Campeonato Paulista (eliminado nas semifinais pelo SESI, 2 x 0 na série).[13] 10º colocado na Superliga.[14]
  • 2016-17: Campeão da Copa São Paulo (final contra o Nestlé/Osasco, 3 x 2, 1º título). 4º colocado no Campeonato Paulista (eliminado nas semifinais pelo Pinheiros, 1 x 1 na série; 25 x 15 no Golden Set).[15] 6º colocado na Copa Brasil (eliminado nas quartas de final pelo Praia Clube por 3 x 0).[16] 5º colocado na Superliga (eliminado nas quartas-de-final pelo Camponesa/Minas, 2 x 0 na série).
  • 2017-18: 4º colocado no Campeonato Paulista (eliminado nas semifinais pelo Nestlé/Osasco, 2 x 0 na série). 8º colocado na Superliga (eliminado nas quartas de final pelo Praia Clube, 2 x 0 na série).
  • 2018-19:

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais
Competição Títulos Temporada
Brasil Superliga Brasileira Série B 1 2015
Estaduais
Competição Títulos Temporada
São Paulo Copa São Paulo 1 2016
São Paulo Campeonato Paulista da 1ª Divisão 1 2013

Bola de volei de quadra.svg Outros Torneios[editar | editar código-fonte]

  • Jogos Abertos do Interior - 2ª Divisão: 4 vezes (2008, 2009, 2010 e 2011).
  • Jogos Abertos do Interior - 1ª Divisão: 2012.
  • Copa Bauru de Vôlei: 2016.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Temporada 2018/2019[editar | editar código-fonte]

Vôlei Bauru - Temporada 2018/2019

Volleyball Half Court.png

Diouf
#
Valquiria
# 11
Tifanny
# 10
Palácio
# 18
Andressa
# 12
Fabíola
#
Tássia
#
DIRETORIA
Presidente Reinaldo Mandaliti
Vice-presidente Adriano Pucinelli
Diretor Rodrigo Mandaliti
Gerente Vanderlei Mazzuchini Jr
Supervisor Renato Tavolari Neto
COMISSÃO TÉCNICA
Técnico Anderson Rodrigues
Assistente técnico Plauto Machado
Auxiliar técnico José Rodolfo Lino
José Izar
Rodolfo Henrique Ferreira
Silvestre de Oliveira Junior
Paulo dos Santos
Preparador físico Fábio Pandufo
Fisioterapeuta José Bassan
Médico Gustavo Ferratone
Plinio de Almeida Barros Neto
Massagista
# Nome Apelido Nascimento Altura (cm) Peso (kg) Nacionalidade Posição
10 Tifanny Abreu Tifanny Abreu 29 de outubro de 1984 193 88  Brasil Ponta
11 Valquiria Dullius Valquiria 19 de agosto de 1994 190 78  Brasil Central
12 Andressa Herminia Gelenski Picussa Andressa Picussa 22 de julho de 1989 192 82  Brasil Central
14 Gabriela Candido da Silva Gabi Candido 22 de maio de 1996 181 72  Brasil Ponta
18 Yoana Palacio Palacio 06 de outubro de 1990 184 69  Cuba Ponta
? Naiane Rios Naiane 29 de novembro de 1994 181 69  Brasil Levantador
? Vanessa Janke Vanessa 08 de março de 1991 184 72  Brasil Ponta
? Edinara Brancher Edinara 01 de fevereiro de 1996 186 80  Brasil Oposto
? Saraelen Leandro Ferreira Lima Saraelen 16 de abril de 1994 184 76  Brasil Central
? Valentina Diouf Valentina 10 de janeiro de 1993 202 89  Itália Oposto
? Tássia Sthael Teodoro Silva Tássia 03 de junho de 1988 172 67  Brasil Líbero
? Josefa Fabíola de Souza Fabíola 03 de fevereiro de 1983 184 78  Brasil Levantador

Jogadoras de vôlei famosas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Vôlei: agora é elite! - JCNET». jcnet.com.br. Consultado em 30 de outubro de 2015. 
  2. «Jogos Abertos: Bauru vai a Mogi aprender - JCNET». jcnet.com.br. Consultado em 30 de outubro de 2015. 
  3. «Jogos Abertos 2011: Bauru é tetra no vôlei feminino - JCNET». jcnet.com.br. Consultado em 30 de outubro de 2015. 
  4. «JOGOS ABERTOS DO INTERIOR, BAURU 2012». www.jornadaesportiva.com.br. Consultado em 30 de outubro de 2015. 
  5. «Vôlei: campeãs de elite - JCNET». jcnet.com.br. Consultado em 29 de outubro de 2015. 
  6. «Vôlei perde e sonho da Superliga fica para 2015 - JCNET». jcnet.com.br. Consultado em 30 de outubro de 2015. 
  7. «Bauru vence Sogipa, é campeão da Superliga B e garante vaga na elite». globoesporte.com. Consultado em 29 de outubro de 2015. 
  8. «Concilig bate Osasco de virada e conquista título da Copa São Paulo - JCNET». Consultado em 4 de agosto de 2016. 
  9. «Renovado, Vôlei Bauru vence Osasco e é campeão da Copa São Paulo». Consultado em 4 de agosto de 2016. 
  10. «Melhor do Volei :: O Maior portal da America Latina – Concilig Bauru vira contra São Caetano e conquista os Jogos Abertos do Interior». www.melhordovolei.com.br. Consultado em 13 de outubro de 2016. 
  11. «Minas segura pressão do Bauru, vence fora de casa e está na semifinal» 
  12. «Vôlei: Começo da parceria». jcnet.com.br 
  13. «Concilig retoma os treinos com o foco na Superliga - JCNET». jcnet.com.br. Consultado em 17 de fevereiro de 2016. 
  14. «Sesi-SP vence Bauru e garante duelo mais "light" nos playoffs da Superliga». globoesporte.com. Consultado em 5 de março de 2016. 
  15. «Concilig faz balanço de participação no Paulista e define metas». jcnet.com.br. Consultado em 19 de outubro de 2016. 
  16. «REXONA-SESC, VÔLEI NESTLÉ, CAMPONESA/MINAS E DENTIL/PRAIA CLUBE ESTÃO NAS SEMIFINAIS» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]