Universidade Estadual Paulista em Bauru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Entrada do Campus da UNESP Bauru

Universidade Estadual Paulista em Bauru é um campus da Universidade Estadual Paulista, localizada no município de Bauru, nas proximidades da Rodovia Marechal Rondon. A UNESP Bauru foi formada em 15 de agosto de 1988, quando a Universidade de Bauru (UB) foi incorporada. O campus possui uma área total de 456,68 hectares, e 71.087,52 m² de área construída, entre salas de aulas, laboratórios, biblioteca, departamentos de ensino e áreas administrativas. Atualmente possui 416 docentes e 496 servidores, atendendo diariamente mais de 7.000 alunos.[1]

A universidade em Bauru conta com dezenove cursos e anualmente oferece mais de 950 vagas distribuídas nas suas três unidades universitárias: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC), Faculdade de Ciências (FC), e Faculdade de Engenharia (FEB).[2][3][4][5]

Faculdades[editar | editar código-fonte]

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC)[editar | editar código-fonte]

A Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação iniciou-se no ano de 1969, na Faculdade de Ciências da Fundação Educacional de Bauru (FEB). Atualmente oferece os seguintes cursos de graduação: Arquitetura e Urbanismo; Design; Artes Visuais; Jornalismo; Radialismo e Relações Públicas.[carece de fontes?]

Faculdade de Ciências (FC)[editar | editar código-fonte]

Criada em 1969, a Faculdade de Ciências é uma das unidades da Universidade que apresenta múltiplas opções de cursos aos estudantes. A Faculdade de Ciências (FC) conta com doze (doze) Cursos de Licenciatura e Bacharelado, que abrangem as três áreas do conhecimento (Ciências Humanas, Biológicas e Exatas). O curso de Psicologia vem sendo oferecido desde a fundação da Faculdade. As Licenciaturas em Matemática, Física e Ciências Biológicas dia-a-dia se afirmam como cursos importantes da FC desde 1969. O Departamento de Computação conta com dois cursos bastante procurados: Ciência da Computação, criado em 1984, e Sistemas de Informação, implantado em 1997. O Curso de Educação Física existe desde 1986. Em reunião do Conselho Universitário realizada em 2001 foram aprovados mais dois cursos de graduação para a Unidade Universitária: Licenciatura em Química e Licenciatura em Pedagogia para a Formação do Professor da Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental.[carece de fontes?]

O Observatório Astronômico Didático Lionel José Andriatto é mantido pela FC.[6]

Faculdade de Engenharia (FEB)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Faculdade de Engenharia de Bauru

A Faculdade de Engenharia de Bauru oferece cursos de Graduação nas áreas da Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica e de Produção. Além dos cursos de graduação, oferece também o cursos de Pós-graduação (Mestrado) em Engenharia Civil e Ambiental, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica e outros cursos de Especialização, Atualização e Extensão.[carece de fontes?]

A Faculdade de Engenharia de Bauru foi autorizada a funcionar em 1967. Neste ano, entrou em atividade o curso de Engenharia Mecânica e, em 1968, os cursos de Engenharia Civil e de Elétrica, os quais eram mantidos pela Fundação Educacional de Bauru, entidade jurídica sem fins lucrativos. Desde a sua fundação, em 1967, foram criados vários cursos e unidades, mantidos pela Fundação Educacional de Bauru. Atualmente, com a extinção dos cursos de Tecnologia, a unidade passou a ser denominada Faculdade de Engenharia.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Unesp Bauru (ed.). «Campus». Consultado em 2 de novembro de 2017 
  2. «Jornal Floripa - Estudantes usam criatividade em concurso de pontes de macarrão». www.jornalfloripa.com.br. Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  3. «G1 - Unesp de Bauru abre inscrições de processo seletivo para professores - notícias em Concursos e Emprego Sorocaba e Jundiaí». g1.globo.com. Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  4. «Após mais de 2 meses, docentes da Unesp Bauru encerram a greve - JCNET». www.jcnet.com.br. Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  5. «G1 - Moradia da Unesp está com o dobro da capacidade permitida em Bauru - notícias em Bauru e Marília». g1.globo.com. Consultado em 19 de dezembro de 2016 
  6. Langhi, Rodolfo; Barros, Lucas Guimarães; Marandino, Martha (2018). «The investigation of the practice of monitors in an astronomical observatory: contributions to the training». Revista Brasileira de Ensino de Física. 40 (3). ISSN 1806-1117. doi:10.1590/1806-9126-rbef-2017-0319 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]