Rodovia Marechal Rondon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rodovia Marechal Rondon
País
Identificador  SP-300 
Extensão 558 km (346 mi)
Extremos
 • leste:
 • oeste:

Av. Primo Schincariol, Itu, SP
BR-262, Castilho, SP
Trecho da SP-300
Interseções SP-75 Archimedes Lammoglia
SP-97 Antonio Pires de Almeida
SP-129 Vicente Palma
SP-113 João José Rodrigues
SP-127 Antonio R. Schincariol
SP-143 Floriano de C. Barros
SP-147 Lázaro Campos/Samuel Neves
SP-209 João Hipólito Martins
SP-191 Geraldo de Barros
SP-251 Chico Landi
SP-255 João Mellão
SP-261 Osni Mateus
SP-225 João Renno
SP-321 Cezario José de Castilho
SP-294 João R. de Barros
SP-331 Hilario Spuri Jorge
SP-333 Dona Leonor Mendes de Barros
SP-381 David Eid
BR-153 Transbrasiliana
SP-419 Raul Forchero Casasco
SP-425 Assis Chateaubriand
SP-461 Gabriel Melhado
SP-463 Elyeser Magalhães
SP-541 Plácido Rocha
SP-563 Euclides Figueiredo
SP-595 Gerson Dourado
Concessionária DER-SP
Rodovias das Colinas
Rodovias do Tietê
Via Rondon
BR Vias
oeste
< BR-262
SP-300 leste
Rodovia Dom Gabriel >
Rodovias Estaduais de São Paulo

A Rodovia Marechal Rondon ou anteriormente Via Marechal Rondon e denominada (SP-300) é uma rodovia do estado de São Paulo, Brasil. Também recebe a denominação de Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, de Jundiaí até Itu.

Seu traçado é na direção oeste do estado, recebe este nome no município de Itu, ligando municípios como Porto Feliz, Tietê, Laranjal Paulista, Conchas, Botucatu, São Manuel, Areiópolis, Lençóis Paulista, Agudos, Bauru, Pirajuí, Cafelândia, Lins, Promissão, Penápolis, Glicério, Coroados, Birigui, Araçatuba, Guararapes, Valparaíso,Mirandópolis, Andradina e termina na divisa com Mato Grosso do Sul.

É administrada em em toda a sua extensão por três concessionárias:

Marechal Rondon próxima ao município de São Manuel.
Marechal Rondon próxima ao município de Porto Feliz.

Municípios[editar | editar código-fonte]

O trajeto da Rodovia Marechal Rondon cruza os seguintes municípios, todos no estado de São Paulo.

Em negrito, os principais destinos. Em itálico, os municípios que não possuem acesso direto a rodovia.

Itu Porto Feliz Tietê Cerquilho Jumirim Laranjal Paulista Conchas Botucatu
São Manuel Aparecida de São Manuel Lençóis Paulista Borebi Agudos Bauru Nogueira Avaí Presidente Alves Pirajuí
Guarantã Cafelândia Lins Guaiçara Promissão Penápolis Glicério Coroados Birigui Araçatuba
Guararapes Valparaíso Nova Buenópolis Lavínia Mirandópolis Guaraçaí Muruntiga do Sul Andradina Castilho Junqueira

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências