Rodovia Governador Carvalho Pinto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rodovia Carvalho Pinto
Tipo Pista Dupla
Inauguração 1994 (primeiro trecho)
1998 (trecho de túneis)
2018 (prolongamento até Taubaté)
Extensão 86,6 km
Extremos
 • leste:
 • oeste:

SP-125.svg Rodovia Oswaldo Cruz, em Taubaté, SP
SP-070.png Rodovia Ayrton Senna, em Guararema, SP
Trecho da SP-070
Interseções SP-099.svg SP-99 (Tamoios)
SP-065.svg SP-65 (D. Pedro I)
Placa SP-066.svg SP-66 (Rodovia Henrique Eroles)
SP-077.svg SP-77 (Rodovia Nilo Máximo)
SP-103.svg SP-103 (Rodovia João do Amaral Gurgel)
BR 116 (SVG).svg BR-116 (Dutra)
SP-123.svg Floriano Rodrigues Pinheiro
Concessionária Ecopistas
oeste
< Ayrton Senna
SP-070 leste
fim da rodovia
Rodovias Estaduais de São Paulo
Parte do Sistema Ayrton Senna-Carvalho Pinto-D. Pedro I
Rodovia Carvalho Pinto no trecho próximo à Jacareí.

A Rodovia Governador Carvalho Pinto (SP-70) inicia-se no entroncamento com a Rodovia Ayrton Senna, no município de Guararema[1] e termina em Taubaté, na intersecção com a Rodovia Oswaldo Cruz que liga a cidade de São Paulo a Ubatuba. Foi inaugurada incompleta em 23 de dezembro de 1994, pelo então Governador Luiz Antônio Fleury Filho. A inauguração definitiva do primeiro trecho ocorreu em 16 de setembro de 1998 e do prolongamento em 28 de fevereiro de 2018.

A Rodovia Carvalho Pinto cruza os municípios de Guararema[1], Jacareí, São José dos Campos, Caçapava e Taubaté, dando acesso ao litoral norte paulista pela Rodovia dos Tamoios (SP-99) e pela Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), outras localidades do Vale do Paraíba como Santa Branca, Paraibuna e Jambeiro e cidades do alto da Serra da Mantiqueira como Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão.

Construída com as mais modernas técnicas de engenharia, a rodovia possui 2 faixas de rolamento em cada sentido de tráfego, traçado moderno, com curvas, aclives e declives suaves. A velocidade máxima permitida é de 120 km/h. Possui obras de arte arrojadas, como o viaduto próximo a São Silvestre de Jacareí e a ponte sobre o Rio Paraíba do Sul Há 6 túneis em seus traçado (3 em cada sentido).

Possui duas praças de pedágio, uma em São José dos Campos (km 92) e outra em Caçapava (km 114), ambas com cobrança bidirecional.

Concessão[editar | editar código-fonte]

Desde junho de 2009, a Rodovia Carvalho Pinto, juntamente com a Rodovia Ayrton Senna, está sob concessão da empresa Ecopistas, pertencente ao grupo Ecorodovias. A concessionária teve a responsabilidade de construir o prolongamento de aproximadamente 8,6 quilômetros, que seguirá até a Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125) em Taubaté, concluída em 2018.[2]

Localização dos pedágios[editar | editar código-fonte]

Pedágio km Sentido Município Geocoordenadas
1 92 Leste/Oeste São José dos Campos 23°17'00.54"S 45°51'38.06"W
2 114 Leste/Oeste Caçapava 23°09'21.19"S 45°41'52.62"W

Traçado da Rodovia[editar | editar código-fonte]

Rodovia Carvalho Pinto no trecho próximo à São José dos Campos.
Rodovia Carvalho Pinto na interseção com a Rodovia Dom Pedro I (SP-65) em Jacareí.

km 60 - Entroncamento com a Rodovia Ayrton Senna (SP-70)

Referências

  1. a b Renato Lobo (2 de outubro de 2019). «Acidente bloqueia Rodovia Ayrton Senna na manhã desta quarta-feira (2)». Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  2. «Com atraso, governo estadual entrega prolongamento da Carvalho Pinto». G1 Vale do Paraíba e Região. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 5 de dezembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma rodovia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.