André Catimba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
André Catimba
Informações pessoais
Nome completo Carlos André Avelino de Lima
Data de nasc. 30 de outubro de 1946
Local de nasc. Salvador, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 28 de julho de 2021 (74 anos)
Altura 1,73 m
Apelido André Catimba[1]
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes
1966–1968
1969–1970
1971–1975
1976–1977
1977–1979
1979
1980
1981
1981
1982
1983–1984
1984–1985
Ypiranga-BA
Galícia
Vitória
Guarani
Grêmio
Bahia
Argentinos Juniors
Pinheiros
Náutico
Comercial-SP
Ypiranga-BA
Fast Clube

Carlos André Avelino de Lima, mais conhecido como André Catimba (Salvador, 30 de outubro de 1946Salvador, 28 de julho de 2021) foi um ex- futebolista brasileiro que atuava como atacante. Defendeu equipes como Vitória, Grêmio e Bahia.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Catimba começou a carreira no Ypiranga-BA, em 1966, onde jogou por três anos. Em 1968, se transferiu para o Galícia e em 1971 chegou ao Vitória. No rubro-negro baiano jogou por cinco anos e virou ídolo. Fez parte do time que conquistou o título do 1972, este que viria a ser o único a ser conquistado pelo Leão na década de 1970. É o segundo maior artilheiro do rubro-negro em campeonatos brasileiros, com 31 gols.[3]

Em 1976, foi jogar no Guarani, ficando por apenas um ano, se destacando novamente com 27 gols, e se transferindo para o Grêmio em 1977, onde também virou ídolo, conquistando dois títulos gaúchos, 1977 e 1979. Marcou 67 tentos no total pelo tricolor gaúcho.

Defendeu ainda o Bahia, Argentinos Juniors, Pinheiros, Náutico, Comercial-SP, Ypiranga-BA e Fast Clube.

André Catimba foi o primeiro brasileiro a jogar com Maradona. Ex-jogador brasileiro atuou no Argentinos Juniors em 1980, quando Maradona tinha 19 anos.[4][5]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vitória
Grêmio

Referências

  1. «Atacante André justificava apelido de 'Catimba'». Agência Futebol Interior. Consultado em 31 de janeiro de 2021 
  2. «Morre André Catimba, ídolo no Vitória, Grêmio e Guarani». ge. Consultado em 28 de julho de 2021 
  3. «Hall da Fama - André Catimba». Canal ECVitória. Consultado em 1 de maio de 2009. Arquivado do original em 18 de setembro de 2010 
  4. «Primeiro brasileiro a jogar com Maradona, André Catimba se despede do craque argentino». Globo Esporte. Consultado em 31 de janeiro de 2021 
  5. a b «André Catimba conta que Maradona o defendeu de torcedores racistas na Argentina». Folha de Pernambuco. Consultado em 31 de janeiro de 2021 
  6. «Que fim levou? ANDRÉ CATIMBA... Ex-atacante do Grêmio e Vitória». Terceiro Tempo. Consultado em 31 de janeiro de 2021 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.