Brilha La Luna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Brilha la Luna"
Single de Rouge
do álbum C'est La Vie
Lançamento 6 de maio de 2003 (2003-05-06)
Formato(s)
Gravação 2003
Gênero(s) Pop-zouk
Duração 3:31
Gravadora(s) Sony Music
Composição Rick Bonadio
Produção Bonadio
Cronologia de singles de Rouge
"Beijo Molhado"
(2003)
"Um Anjo Veio Me Falar"
(2003)
Lista de faixas de C'est La Vie
C'est La Vie
(1)
Me Faz Feliz
(3)

"Brilha la Luna" é uma canção do girl group brasileiro Rouge, lançada como primeiro single do segundo álbum de estúdio das meninas, C'est La Vie (2003). A canção foi escrita e produzida por Rick Bonadio, trazendo o zouk como estilo dominante da canção. "Brilha la Luna" tem versos em espanhol, e em muitas vezes, portunhol. A canção traz apenas Luciana cantando um solo, já que a canção inteira é cantada por todas. Após sua saída do grupo, os versos cantados por Luciana foram cantados por Karin e Fantine, respectivamente. Os críticos acharam a canção parecida com "Ragatanga" e previram que alcançaria o mesmo sucesso da canção.

Parte do videoclipe da canção foi gravado no Jardim Botânico, em São Paulo, e outra parte num estúdio, com o mesmo figurino do encarte do CD. O clipe foi bem recebido, recebendo o prêmio de "Melhor Videoclipe" no Meus Prêmios Nick 2003 e uma indicação ao VMB 2003. "Brilha la Luna" foi promovida exaustivamente, sendo cantada em inúmeros programas de TV, como o Domingo Legal, Hebe, Sabadaço, Falando Francamente, entre outros. O grupo também cantou a canção em 5 turnês, desde a Brilha la Tour (2003) até à Mil e Uma Noites Tour (2005).

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

Após o sucesso do primeiro álbum, "Rouge" (2002), que vendeu mais de 1 milhão de cópias, e do hit "Ragatanga", que ficou mais de 2 meses no topo das paradas de sucesso, a Sony Music resolveu lançar um novo álbum da banda, seguindo os mesmos moldes do primeiro álbum, com a diferença de trazer um novo estilo para o grupo.[1]

Para isso, foi trazido para o álbum o ritmo zouk que já estava presente na cena musical principalmente na Europa.[2] O ritmo possui uma semelhança com a lambada e surgiu nas Antilhas.[2] A canção foi lançada em abril de 2003.

Fantine Thó, também integrante do grupo, comentou sobre o novo trabalho:

Outras versões[editar | editar código-fonte]

Uma versão em espanhol, intitulada Brilla la Luna, foi feita para o álbum "Rouge En Español", mas o álbum acabou não sendo lançado, devido à saída de Luciana. Mesmo assim, a canção foi lançada na internet.[3]

Após a saída de Luciana, uma nova versão da canção foi feita, para substituir os dois versos cantados por ela, Karin e Fantine, respectivamente, substituíram os versos da ex-integrante.

Composição e letra[editar | editar código-fonte]

Trecho de 21 segundos de "Brilha La Luna".

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

"Brilha la Luna" foi escrita e produzida por Rick Bonadio, e tem versos em espanhol (mira que bella), e até mesmo portunhol (una bela luna siempre vai brilhar).[4] A canção inicia com todas meninas cantando, "Quero uma noite pra bailar o zouk Um grande amor e um belo luar...". No pré-refrão, Luciana canta, "Quero tanto estar contigo só mais uma vez E poder bailar o zouk como a primeira vez." No refrão, todas cantam, "Brilha la luna, oh, oh, oh, Mira que bela Brilha la luna, oh, oh, oh Una bela luna siempre vai brilhar." No bridge da canção, as meninas cantam, "Hala ban hala ban hala bin bin bun ban Hala hala ban hala bin hala bun."[4]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Denis Moreira, do Diário de São Paulo, disse que "Brilha la Luna" possui, com certas diferenças, o mesmo acento caribenho de "Ragatanga", e disse que a canção é "semelhante à lambada".[2] Fernanda Castello Branco do Terra disse que a canção "promete trilhar o mesmo caminho do sucesso que foi Ragatanga."[5]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

"Brilha La Luna" conquistou vários prêmios. A canção ganhou os prêmios de "Melhor Música" no "Capricho Awards", "Meus Prêmios Nick", "Troféu Universal Musical" e no "Prêmio Revista Zero".[6]

Ano Prêmio Categoria Resultado
2003 MTV Video Music Brasil Escolha da Audiência Indicado

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

Em maio, as meninas do grupo anunciaram que gravariam parte do clipe de "Brilha La Luna" no Jardim Botânico, em São Paulo, e outra parte num estúdio, com o mesmo figurino do encarte do CD. O videoclipe conta com a junção dos dois cenários, além de muita coreografia.[5]

O videoclipe de "Brilha la Luna" foi indicado ao MTV Video Music Brasil 2003 na categoria "Escolha da Audiência"[7] e ganhou o prêmio de "Melhor Videoclipe" no "Meus Prêmios Nick 2003".[6]

Faixas[editar | editar código-fonte]

CD Single
  1. "Brilha La Luna" — 3:31 (versão em português)
CD Cancelado
  1. "Brilha La Luna" — 3:31 (versão em espanhol)

Divulgação[editar | editar código-fonte]

A canção foi divulgada em diversos lugares, como no Domingo Legal, Hebe, Bom Dia e Cia, Programa Raul Gil, É Show, Falando Francamente, Qual é a Música?, Boa Noite Brasil, Sabadaço, Melhor da Tarde, Eliana na Fábrica Maluca, entre outros.

"Brilha La Luna" também fez parte do DVD da banda A Festa dos Seus Sonhos (2003). A canção também fez parte da setlist de quase todas as turnês da banda: a Brilha La Tour (2003), a Turnê C'est La Vie (2003), a Turnê Planeta Pop: Rouge & Br'oz (2004) e a Turnê Blá Blá Blá (2004).

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2003) Melhor
posição
 Brasil (HITS)[8] 2

Referências

  1. «Rouge lança segundo CD sem pretensão de bater recorde». 9 de maio de 2003. Consultado em 30 de setembro de 2013. 
  2. a b c d Moreira, Denis. «Rouge lança segundo CD e tenta repetir sucesso com o zouk». Diário de S. Paulo. Época. Consultado em 19 de outubro de 2012. 
  3. «Brilla La Luna (em espanhol)». Terra Networks. Consultado em 5 de outubro de 2013. 
  4. a b «Brila La Luna, de Rouge: Letras e Músicas». Rádio Uol. Consultado em 5 de outubro de 2013. 
  5. a b «Rouge lança seu mais novo CD». Gazeta Digital. 23 de maio de 2003. Consultado em 19 de outubro de 2012. 
  6. a b «C'est La Vie: Prêmios». Wix. Consultado em 6 de outubro de 2013. 
  7. «Confira todos os indicados ao VMB 2003». Terra Networks. Consultado em 6 de outubro de 2013. 
  8. «Diversão & arte - Música». Isto É Gente. 16 de junho de 2003. Consultado em 16 de novembro de 2017.. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single de Rouge é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.