Lu Andrade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lu Andrade
Lu em 2019.
Informação geral
Nome completo Luciana Andrade
Nascimento 18 de setembro de 1978 (40 anos)
Origem Varginha, MG
Nacionalidade Brasileira
Gênero(s) Pop rock
Ocupação(ões)
Progenitores Mãe: Clair Andrade
Pai: Walter Andrade
Cônjuge Leonardo Pereira (c. 2003–18)
Instrumento(s)
Extensão vocal Mezzo-Soprano
Período em atividade 2002–presente
Afiliação(ões) Rouge
Logoluandrade.jpg

Luciana Andrade (Varginha, 18 de setembro de 1978),[1] mais conhecida como Lu Andrade, é uma cantora, compositora e apresentadora brasileira. Em 2002 venceu o talent show Popstars e passou a integrar o girl group brasileiro Rouge até 2004, com o qual gravou dois dos quatro álbuns de estúdio lançados na carreira do grupo, Rouge (2002) e C'est La Vie (2003). Em 2004 deixa a banda alegando falta de identificação com o estilo musical do grupo, que vendeu ao todo 6 milhões de cópias e se tornou o grupo feminino mais bem sucedido do Brasil e um dos vinte que mais venderam no mundo.[2]

Em 2004, após a saída do grupo, Luciana retornou para a casa dos pais em Varginha, onde se manteve alguns meses sem dar declarações para a imprensa.[3] Em 2005 retorna à São Paulo para estudar música e aprimorar sua ideologia musical, trabalhando como vocal de apoio para Negra Li, Nasi, Furto, Forgotten Boys e Sérgio Britto, além do estadunidense Eric Silver.[4] Em 2007 Luciana é convidada para se tornar repórter do programa Show Total, do canal por assinatura TVA, onde ficou até 2009.[5][6]Já em 2010 estreia nos palcos do teatro no musical Into The Woods, versão brasileira do clássico da Broadway.[7] Em 2012 estreia sua segunda digressão, intitulada Turnê O Amor e o Tempo.[8] Em 2012 lança seu primeiro single, "Mind and Heart", liberando o segundo, "Amanheceu", em 2014.[9]

Em 2015 forma o projeto Duo Elétrico junto com o guitarrista Ciro Visconti, tocando diversos covers de bandas de rock, [10]além de se tornar vocalista do retorno da banda Áries na turnê comemorativa de 25 anos.[11][12]Em 2016, conciliando com os trabalhos na música, se torna apresentadora do programa Estúdio Acesso Cultural, exibido online, além de se tornar instrutora de canto no Conservatório Souza Lima, onde havia estudado música 15 anos antes.[13] [14][15][16][17][18]

Em 2017, volta ao grupo Rouge para inicialmente quatro shows como parte do projeto Chá da Alice, e logo em seguida, se junta ao grupo de maneira definitiva, iniciando no ano de 2018 uma turnê com o grupo, além de lançar um novo single.[19][20][21][22] Em 2018 integra os participantes do talent show Dancing Brasil.[23][24][25][26][27][28][29][30]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em 18 de setembro de 1978, Luciana Andrade é nativa de Varginha, Minas Gerais, sendo filha do casal Walter Andrade e Clair Andrade e tendo como irmãos Guilherme, Gustavo e Lidiane. Desde a infância nutria paixão pela música, improvisando pequenos espetáculos para sua família no palco no porão de sua casa. Em 1984, aos 5 anos de idade, cantou pela primeira vez em público em uma homenagem ao dia das mães, sendo que a partir de então se apresentou em todos os festivais realizados em seu colégio. Logo após passa a fazer parte do coral de sua igreja e é convidada para interpretar o Hino Nacional em cidades de Minas Gerais[31] Na adolescência forma sua primeira banda de pop rock, chamada Trem de Minas, além de trabalhar em diversos locais como uma escola de inglês e até mesmo como estagiaria em uma rede de televisão local de sua cidade. Em 1999, aos 20 anos, começa a compor suas próprias canções, sendo que no mesmo ano entra para a faculdade de publicidade, onde cursou até o sexto semestre antes de abandonar e mudar-se para São Paulo estudar música, ganhando uma bolsa de estudos do Conservatório Souza Lima.[31]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2002–04: Carreira com Rouge[editar | editar código-fonte]

Rouge em um show da turnê.

Em 2002 uma amiga de Luciana vê o comercial do talent show Popstars e a incentiva a se inscrever, enviando seu vídeo de audição. Selecionada entre 30 mil inscritas, Luciana passa direto para a segunda fase do programa, onde mais de 6 mil foram classificadas no sambódromo de São Paulo onde fizeram avaliação de canto. Nas fases seguintes, os jurados ficaram cada vez mais exigentes, desta forma, selecionando para as próximas etapas somente as garotas que realmente tinham condições de enfrentar a carreira de popstar. Após 5 fases eliminatórias, apenas 8 garotas foram classificadas para a etapa final que ocorreu na casa das Popstars. Depois da 6ª e última fase eliminatória concluída, o girl group brasileira foi finalmente formada por Luciana, Lissah Martins, Aline Wirley, Karin Hils e Fantine Thó. No mesmo ano foi lançado o primeiro álbum em estúdio, o homônimo Rouge, alcançando a primeira posição e vendendo em torno de 2 milhões de cópias, recebendo o certificado de diamante.[2] Sua primeira música de trabalho foi "Não Dá pra Resistir"[32] seguida por "Ragatanga", faixa com participação especial de Las Ketchup, além de "Beijo Molhado" e "Nunca Deixe de Sonhar"[33] Ainda o grupo lançou o álbum remix intitulado Rouge Remixes, vendendo 150 mil cópias, recebendo certificado de ouro, e o álbum de vídeo O Sonho de Ser Uma Popstar, trazendo seu primeiro show.[2]

"Minha missão no Rouge acabou. Tem um momento que é preciso mudar. Senti isso muito forte nos últimos tempos. Estou em paz com a minha decisão. Quero descobrir por qual estilo vou passear até retornar ao palco."

— Luciana sobre sua saída do Rouge.[34]

Em 2003 o grupo lança o segundo álbum, C'est La Vie, vendendo em torno de 100 mil cópias apenas na primeira semana de lançamento e em torno de 1 milhão de cópias ao todo, trazendo como singles "Brilha La Luna", "Um Anjo Veio Me Falar" e "Vem Cair na Zueira".[35] Em 3 de dezembro é lançado o segundo registro de shows do grupo em DVD, intitulado A Festa dos Seus Sonhos.[36] Em 11 de fevereiro de 2004, depois de algum tempo refletindo sobre a decisão que tomaria, Luciana anuncia que estava saindo do grupo, alegando a falta de identificação com a sonoridade mais dançante que o grupo estava tomando, além do cansaço pela desgastante sequência de shows, o qual estava interferindo em seu relacionamento familiar e amoroso: "Foi uma negociação pacífica. Quero descansar, estudar música e descobrir por qual estilo vou passear até retornar ao palco. Talvez o meu projeto musical possa interessar a RGB".[37][38][39]

Na época a imprensa revelou que um dos motivos também era de que as integrantes recebiam apenas R$ 500 reais por show de todo o cachê cobrado, avaliado em R$ 100 mil, enquanto o resto ficava para os empresários.[40] Junto com o Rouge, vendeu em torno de 6 milhões de cópias entre todo o material.[41] Um álbum em espanhol estava sendo gravado para lançar o grupo no mercado da América Latina, porém com a saída de Luciana, o projeto foi cancelado.[42]

2004–10: Participações, televisão e teatro[editar | editar código-fonte]

Luciana como Cinderela no banner de Into The Woods, em 2010.

Em 2004, após a saída do grupo, Luciana retornou para a casa dos pais em Varginha, Minas Gerais, onde se manteve alguns meses retraída, sem dar declarações para a imprensa.[43] No mesmo ano gravou uma participação especial no álbum Trova di Danú, da banda de folk Tuatha de Danann, colocando os vocais na faixa "A Song Of Oengus".[44] Em 2005, apesar de não ter intenção de lançar um material solo, volta à São Paulo para estudar música e aprimorar sua ideologia musical em trabalhos com outros artistas, gravando os vocais de apoio dos álbuns Sangueaudiência e Stand By The D.A.N.C.E., das bandas Furto e Forgotten Boys, respectivamente.[45] Em 2006 também grava os backing vocals em Negra Livre e Onde Os Anjos Não Ousam Pisar, discos de Negra Li e do vocalista do Ira!, Nasi.[45] No mesmo ano passa a integrar a banda de Sérgio Britto, integrante do Titãs, viajando por todo o Brasil com a Turnê Eu Sou 300.[46] Logo após também embarca como backing vocal também da turnê do estadunidense Eric Silver.[46] Em 2007 Luciana é convidada para se tornar repórter do programa Show Total, do canal por assinatura TVA.[47] O convite veio após ela ser entrevistada pelo mesmo e ganhar o interesse da equipe, ficando nas reportagens de entrevista por dois anos.[47]

Em 25 de maio de 2007 estreia sua primeira turnê, intitulada Luciana Andrade Pocket Show, no Conservatório Souza Lima, em São Paulo.[48] O show era totalmente acústico, tendo apenas Luciana no palco, e o repertório incluía versões de outros artistas, como Skank, Kid Abelha e Lulu Santos, além de canções inéditas de sua própria autoria, como "Outra História", "Sempre" e "De Longe".[49] Na ocasião Luciana chegou a anunciar que seu primeiro álbum seria lançado no segundo semestre daquele ano, trazendo a produção do britânico Paul Ralphes: "Tem algumas parcerias e composições de outras pessoas. Acho que tem muita música boa para ser gravada. Não tenho a pretensão de fazer um disco só de composições minhas. A previsão de lançamento é para o segundo semestre deste ano".[49] O álbum, porém, nunca chegou a ser lançado e as canções não foram disponibilizadas em nenhum local.[49] Em 2010 Luciana investiu na carreira de atriz de teatro, protagonizando o musical Into The Woods, dirigida por Armando Bravi Filho e Felipe Senna, uma versão brasileira do clássico da Broadway, onde interpretou Cinderela.[50][51] Conciliando os trabalhos, no mesmo ano, passou a fazer parte da banda dee Ciro Pessoa, do Titãs, onde ficou por algum tempo como vocal de apoio.[46]

2010–17: Lançamentos musicais e internet[editar | editar código-fonte]

Lu na turnê O Amor e o Tempo no Rio de Janeiro, em 2013.

Em 21 de novembro de 2010 Luciana lança um extended play homônimo digitalmente, diretamente em suas redes sociais, contando com quatro faixas – "Tão Diferente", "De Longe", "A Casa Mal-Assombrada" e "Outra História", além da versão acústica de "De Longe" como bônus – sendo uma pequena seleção das canções gravadas para seu primeiro álbum arquivado anteriormente.[52] No mesmo ano grava o tema de abertura do seriado Julie e os Fantasmas, da Rede Bandeirantes, que viria a fazer parte da trilha sonora lançada no próximo ano.[53][54] Em 2012 Luciana foi questionada pela imprensa sobre a campanha de retorno do Rouge e se retornaria, dizendo que que gostaria de fazer um novo trabalho com as demais integrantes, desde que fosse algo mais maduro, sem coreografias: "Eu gostaria de reencontrar as meninas, cantar uma música nova ou gravar a versão da Shakira que escrevemos juntas, acho uma excelente ideia fazer algo único e novo".[55][56]

Em 20 de setembro estreia sua nova digressão, a Turnê O Amor e o Tempo, na casa de espetáculos Café Paon, em São Paulo.[57][58][59][60][61] A turnê trouxe um repertório focado em canções inéditas e versões revertidas para o gênero folk, além de uma banda própria a acompanhando, formada Fabio Russo na guitarra, Jhonny Maia no baixo e Léo Baeta na bateria.[62][63] [64][65][66]Em 24 de dezembro de 2012 Luciana lança seu primeiro single oficial, "Mind and Heart", que recebeu promoção em diversos programas de televisão, incluindo Todo Seu, Leão Lobo Visita e Jornal da Record News, além dos regionais Brasil Ideal e Tá Ligado, de emissoras do interior paulista.[67][68][69]Em 5 de maio de 2014 lança seu segundo single, "Amanheceu", uma homenagem à seu falecido pai.[70] Em 2015 se junta ao baterista André Pinguim Ruas, do Charlie Brown Jr., para a reformulação da banda Áries, tornado-se vocalista durante a nova turnê após um longo período da banda em hiato, conciliando os shows com a banda com seu trabalho solo.[71][72] Na mesma época lança sua terceira digressão, a Turnê Acústica.[73] Logo após também forma o Duo Elétrico junto com o guitarrista Ciro Visconti, tocando covers de bandas de rock e composições próprias em diversos shows.[74] Em 25 de julho de 2016 se torna apresentadora do programa Estúdio Acesso Cultural, exibido diretamente na internet, entrevistando artistas e propondo duetos de diferentes estilos, além de se tornar instrutora de canto no Conservatório Souza Lima, onde havia estudado música 15 anos antes.[75][16][17][15][18][14]

2017–presente: Retorno ao Rouge e Dancing Brasil[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2017, após comemorar 15 anos do grupo Rouge num post em seu Instagram oficial, rumores começaram a circular que as cantoras poderiam estar planejando um retorno com a formação original.[76] No dia 13 de setembro do mesmo ano, foi anunciado que o grupo retornaria para comemoração dos 15 anos com inicialmente um show na festa Chá da Alice. Os ingressos para apresentação se esgotaram após três horas, e eventualmente mais três shows foram anunciados.[77] No mês seguinte, foi decretado o retorno oficial do grupo,[78] com anúncio de novas canções, um DVD, além de uma turnê para o ano de 2018.[79] Em janeiro de 2018, o grupo deu início à turnê Rouge 15 Anos,[80] além de ter lançado o novo single, "Bailando",[81] que permaneceu em primeiro lugar por quatro dias no iTunes.[82] Em 2018 integra o elenco da quarta temporada do Dancing Brasil.[83][24]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Luciana começou a namorar o fotógrafo Leonardo Pereira em 1998, aos 19 anos, quando os dois ainda moravam em Varginha.[84] Em 1999 passou a cursar publicidade na Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS), deixando-a no sexto semestre.[85] Em 2001 decidiu se mudar para São Paulo junto com seu namorado para estudar música, ganhando uma bolsa integral no Conservatório Souza Lima e indo morar numa república com outros dez músicos.[86] Em 2003 se casou com Leonardo em uma cerimônia apenas civil e longe da cobertura da mídia, tendo apenas poucos convidados, permanecendo juntos por quinze anos até se separar em 2018.[86] Em 2004 se tornou madrinha do Festival Artístico Cultural, em Varginha, que visa descobrir jovens talentos entre estudantes da cidade, encaminhando-os para os estudos focados nas artes, sendo uma das juradas anualmente.[85][87][88] Em 2013 participou da campanha Leucemia Tem Cura, que incentiva a doação de sangue e medula óssea.[89][90]. Em 2016 participa da campanha do projeto Vida de Cachorro, em prol de cães abandonados.[91][92][93]

Características musicais[editar | editar código-fonte]

A cantora canadense Sarah McLachlan e a banda brasileira Skank foram citadas como duas de suas maiores influências.[94]

Durante sua adolescência teve inspirações de diversos artistas mineiros como Lô Borges, Flávio Venturini e 14 Bis, além de outros grandes nomes como Lulu Santos, Kid Abelha e Pato Fu.[84] Segundo Luciana a maior referência para ela no decorrer de sua carreira foi a canadense Sarah McLachlan, reforçando que sempre quis fazer uma sonoridade entre o pop rock e o soft rock: "Meu estilo sempre foi o da Sarah. Vim para São Paulo querendo fazer um som parecido com o dela".[94] Ela também declarou ter agregando conteúdo musical de cantores Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos, Rita Lee, Marisa Monte e Ciro Pessoa.[86][95] Em sua passagem pelo talent show Popstars foram citados como referência para seu trabalho Elis Regina, Djavan e Ed Motta.[96][97] Entre nomes internacionais foram citados por ela também Lara Fabian, Celine Dion, Chrissie Hynde, Marie Fredriksson, The Beatles, além das próprias carreiras solo de John Lennon e Paul McCartney.[86][98][99]

As bandas mineiras Skank e Jota Quest foram reforçadas como duas de suas maiores influências.[100][101] Em 2011, Luciana declarou em entrevista ao Popline que a maior referência para sua carreira solo eram músicas dos gêneros folk e indie pop, introduzindo artistas como Neil Young, Joni Mitchell, Patti Smith e Nick Drake como os que ela mais tinha ouvido.[102][103]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Extended plays (EPs)[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns
Álbum Detalhes
Luciana Andrade[52]
  • Lançamento: 21 de novembro de 2010
  • Formatos: Download digital
  • Gravadora: Independente
Lu Andrade – Ao Vivo no Estúdio Showlivre[104]
  • Lançamento: 13 de maio de 2013
  • Formatos: Download digital
  • Gravadora: Independente

Singles[editar | editar código-fonte]

Título Ano Álbum
"Mind and Heart"[105] 2012 Não adicionado à nenhum álbum
"Amanheceu"[106] 2014

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Título Ano Outro(s) artista(s) Álbum
"De Danann's Voice" 2004 Tuatha de Danann Trova di Danú
"Julie e os Fantasmas" 2012 Julie e os Fantasmas

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

Título Ano Diretor
"Mind and Heart" 2013 João Parisi[107]
"Amanheceu" 2014 Danilo Mori[108]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo / Personagem Nota
2002 Popstars Participante Temporada 1
2002 Rouge: A História Apresentadora
2003 Romeu e Julieta Amiga de Julieta Especial de final de ano
2007–09 Show Total Repórter
2013 Fábrica de Estrelas Ela mesma Episódio: "A Volta do Rouge"
2018 TVZ Apresentadora especial Episódio: "7 de fevereiro de 2018"[109]
2018 Dancing Brasil Participante Temporada 4

Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2016–17 Estúdio Acesso Cultural Apresentadora

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2003 Xuxa Abracadabra Ela mesma

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2010–11 Into The Woods Cinderela

Turnês[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Luciana Andrade: A Carreira Da Ex-Rouge | Música - Cultura Mix». musica.culturamix.com 
  2. a b c «Rouge». ABPD. Consultado em 30 de junho de 2010 
  3. «Bye bye Rouge». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  4. «Luciana Andrade, ex-Rouge, revela: 'Estava cansada de me sentir um produto». Globo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  5. «Entrevista Exclusiva com Luciana Andrade, ex-rouge, e agora em carreira solo». Literatortura. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  6. «Entrevista Exclusiva: De cara com...Lu Andrade». Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento 
  7. «Luciana Andrade encarna a personagem no musical 'Era uma Vez – Into The Woods'». Veja. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  8. «Longe do Rouge, Luciana Andrade prepara turnê solo: 'Voltar significa muito para mim'». UOL. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  9. «Lu Andrade lança "Mind & Heart" em rádios do interior de Minas Gerais». Portal PopLine. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  10. SLMM, Equipe (7 de julho de 2015). «Show com o DUO ELÉTRICO – Lu Andrade e Ciro Visconti». SL Magazine 
  11. «Ex-Rouge Lu Andrade lança single solo: "Amanheceu"». Portal PopLine. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  12. «Entrevista Exclusiva: De cara com...Lu Andrade». Acesso Cultural - Arte, Cultura Pop e Entretenimento 
  13. «Lu Andrade, ex-Rouge comanda o programa "Estúdio Acesso Cultural" — Folha Geral». Folha Geral. 27 de julho de 2016. Consultado em 19 de agosto de 2016 
  14. a b «Ex-rouge Lu Andrade é a nova apresentadora de programa cultural». www.correiobraziliense.com.br. Consultado em 31 de março de 2018 
  15. a b «Lu Andrade, ex-Rouge comanda o programa "Estúdio Acesso Cultural"». popzone.tv. Consultado em 31 de março de 2018 
  16. a b GAZETADASEMANA.COM.BR. «Lu Andrade comanda a 2ª Temporada do Estúdio Acesso Cultural». Gazeta da Semana. Consultado em 31 de março de 2018 
  17. a b «2ª Temporada do Estúdio Acesso Cultural promete agitar a web». Mulher Magnífica. 3 de maio de 2017 
  18. a b «Lu Andrade: Ex-Rouge investe na carreira de apresentadora - Cifra Club News» 
  19. «Lu Andrade fala sobre decisão de voltar ao Rouge: "Eu senti que seria bom"». revistaglamour.globo.com (em inglês). Consultado em 31 de março de 2018 
  20. «Fantine Tho fala sobre volta do Rouge (com Luciana): "minha ficha parece que não caiu"». portalpopline.com.br. Consultado em 31 de março de 2018 
  21. «Lu Andrade conta bastidores de sua volta ao Rouge: "pedi sinais a Deus"». portalpopline.com.br. Consultado em 31 de março de 2018 
  22. «Repórter Entre Linhas | Repórter Entre Linhas». Repórter Entre Linhas. 14 de outubro de 2017 
  23. «Lu Andrade, do Rouge é confirmada na nova temporada do "Dancing Brasil"» 
  24. a b «Lu Andrade, do Rouge, é confirmada no "Dancing Brasil"». portalpopline.com.br. Consultado em 21 de agosto de 2018 
  25. «Lu Andrade, do Rouge, participará do Dancing Brasil • #Freakout». #Freakout. 20 de agosto de 2018 
  26. «Lu Andrade, do Rouge, é confirmada no "Dancing Brasil" – Rolling Teens» 
  27. http://www.r7.com, R7 -. «Conheça as primeiras participantes confirmadas na nova temporada do Dancing Brasil». Record TV. Consultado em 14 de setembro de 2018 
  28. «Conheça os participantes da quarta temporada do 'Dancing Brasil' - Emais - Estadão». Estadão 
  29. «Conheça os participantes da nova temporada do 'Dancing Brasil', da Record TV». contigo. 21 de agosto de 2018 
  30. «Lu Andrade, do Rouge, é confirmada no "Dancing Brasil"» 
  31. a b «Luciana - Biografia». LucianaAndrade.com. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  32. Terra (6 de julho de 2002). «Candidatas ensaiam primeira música de trabalho das Popstars». Consultado em 19 de junho de 2010 
  33. «As cinderelas do pop». 6 de outubro de 2009. Consultado em 19 de junho de 2010 
  34. «"Minha missão no Rouge acabou", diz Luciana». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  35. «Rouge na QUEM». Revista Quem. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  36. «Álbuns mais vendidos de 2003». ABPD. Consultado em 27 de abril de 2015 
  37. «"Não sei se é possível voltar com o Rouge", diz Luciana Andrade». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  38. «Bomba! Pela primeira vez ex-integrante fala sobre sua saída do grupo Rouge». R7.com 
  39. «Lu Andrade, ex-integrante do Rouge, revela o motivo de ter deixado a banda». R7.com 
  40. «Luciana deixa o grupo Rouge». Revista Quem. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  41. «Por Onde Anda: Rouge». MSN Brasil. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  42. «C'est La Vie: História e venda». Wix. Consultado em 28 de maio de 2011 
  43. «Bye bye Rouge». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  44. «Luciana Andrade retorna aos palcos como artista solo». SL Revista Eletronica. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  45. a b «Luciana Andrade, ex-Rouge, revela: 'Estava cansada de me sentir um produto». Globo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  46. a b c «Luciana Andrade: A Carreira Da Ex-Rouge». Cultura Mix. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  47. a b «Entrevista Exclusiva com Luciana Andrade, ex-rouge, e agora em carreira solo». Literatortura. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  48. «Luciana Andrade, Pocket Show no Espaço Boutiquim & Frida». Music Me. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  49. a b c «Luciana Andrade faz pocket-show solo». CinBrasil. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  50. «Luciana Andrade encarna a personagem no musical 'Era uma Vez – Into The Woods'». Veja. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  51. «Há seis anos fora da banda que a revelou, Luciana Andrade faz sua estreia no teatro com o musical 'Era uma vez - Into the Woods'.». ego.globo.com 
  52. a b «Luciana Andrade ‎– Luciana Andrade EP». Discogs. Consultado em 3 de dezembro de 2016 
  53. «Música de Julie e os Fantasmas». Teledramaturgia. Consultado em 15 de abril de 2014 
  54. Padiglione, Cristina (3 de novembro de 2010). «Série teen da Band/Mixer já sai com banda e CD pronto». O Estado de S. Paulo. Consultado em 15 de abril de 2014 
  55. «Luciana Andrade, ex-integrante do Rouge, fala sobre possível retorno do grupo». MTV. Consultado em 19 de Junho de 2010. Arquivado do original em 21 de outubro de 2012 
  56. «Rouge: ex-integrante descarta reunião com o antigo grupo - Cifra Club News». www.cifraclubnews.com.br 
  57. «Luciana Andrade apresenta novo espetáculo». Audiograma. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  58. «Ex-Rouge Luciana volta a fazer shows pelo país: "Estou muito empolgada"». revistaquem.globo.com. Consultado em 23 de janeiro de 2019 
  59. «Longe do Rouge, Luciana Andrade prepara turnê solo: 'Voltar significa muito para mim'» 
  60. «Palhaço Psiu e ex-Rouge Lu Andrade esta semana no CCS». www.sistemafibra.org.br. Consultado em 23 de janeiro de 2019 
  61. «Lu Andrade & Banda causam comoção no Sesi Cultural». www.sistemafibra.org.br. Consultado em 23 de janeiro de 2019 
  62. a b «Luciana Andrade apresenta " O amor e o tempo" no Café Paon». Pauliceiado Jazz. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  63. «Luciana Andrade, ex-Rouge, mostra amadurecimento musical em fase mais intimista». Extra Online 
  64. «Lu Andrade & Banda causam comoção no Sesi Cultural». www.sistemafibra.org.br. Consultado em 31 de março de 2018 
  65. «Lu Andrade, ex-Rouge, apresenta show acústico em São Paulo - Rádio SP / RIO 101.5 Fm». Rádio SP / RIO 101.5 Fm. 6 de novembro de 2013 
  66. GP1 (5 de novembro de 2012). «Ex-Rouge Luciana volta a fazer shows pelo país». GP1 
  67. «'Todo Seu' recebe a cantora Luciana Andrade». TV Gazeta. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  68. «Ex-Rouge Luciana Andrade se apresenta com grupo no Jornal da Record News». R7. Consultado em 18 de dezembro de 2010 [ligação inativa]
  69. «DIFUNDIR - Release: Ex-Rouge, Luciana Andrade, lança webclipe - O vídeo do single Mind and Heart reúne cenas inéditas de bastidores.». www.difundir.com.br (em inglês). Consultado em 31 de março de 2018 
  70. «Ex-Rouge Lu Andrade lança novo single em homenagem ao pai». Revista Caras. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  71. a b «a saga continua....». Banda Aries. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  72. «Banda Áries comemora 35 anos de carreira com show em São Paulo». R7.com. 9 de abril de 2015. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  73. a b c «Lu Andrade em novo show». G1. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  74. «Duo Elétrico contagia a Convivência do Sesc». Diário de Sorocaba. Consultado em 4 de julho de 2017 
  75. «Lu Andrade, ex-Rouge comanda o programa "Estúdio Acesso Cultural". — Folha Geral». Folha Geral. 27 de julho de 2016. Consultado em 19 de agosto de 2016 
  76. Amanda Faia (18 de agosto de 2017). «Integrantes do Rouge lembram aniversário de 15 anos do grupo nas redes sociais». PopLine. Consultado em 14 de fevereiro de 2018 
  77. «É oficial! Rouge marca retorno em show no Rio de Janeiro». POPLine. 12 de setembro de 2017. Consultado em 7 de fevereiro de 2018 
  78. «Rouge grava novo single "Bailando", primeira música nova desde 2013!». Terra 
  79. Daniel Lopes (13 de outubro de 2017). «"Lavamos muita roupa suja, mas valeu a pena": saiba tudo sobre o retorno do Rouge». Contigo!. Consultado em 7 de fevereiro de 2018 
  80. Cloves Teodorico (29 de janeiro de 2018). «Fãs deliram na estreia do show 'Rouge 15 Anos'». Jornal do Commercio. Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  81. «Rouge lança "Bailando", primeira música inédita após retorno da banda». Gazeta Online. 4 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de fevereiro de 2018 
  82. Caian Nunes (1 de fevereiro de 2018). «"Bailando": novo clipe do Rouge completa 24 horas com mais de 1 milhão de visualizações». PopLine. Consultado em 8 de fevereiro de 2018 
  83. a b «Show com o Duo Elétrico, Lu Andrade e Ciro Visconti». 7 de julho de 2015 
  84. a b «Leão Lobo Visita - Lu Andrade». Peggo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  85. a b «Varginha: Pio XII estreia Festival Artístico-Cultural Estudantil com a cantora Luciana Andrade». Lavras 24 Horas. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  86. a b c d «Entrevista com Luciana Andrade para o blog Deu a Louca». Focando no Assunto. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  87. Online, Varginha (28 de outubro de 2010). «Pio XII estreia Festival Artístico-Cultural Estudantil com a cantora Luciana Andrade». Varginha Online. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  88. «Luciana "do Rouge" se apresentou em Varginha» 
  89. [hhttp://peggo.co/dvr/iTFcSUD4CUk «Lu Andrade na Campanha "Leucemia tem cura"»]. Peggo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  90. «De repente… descobri que tinha leucemia. | Saia Vip | Moda, Culinária, Comportamento, Receita, Beleza e Saúde». saiavip.com.br. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  91. «Lu Andrade, ex-Rouge, encabeça campanha em prol de cães abandonados» 
  92. Redação (14 de junho de 2016). «Lu Andrade ex- Rouge, encabeça campanha em prol de cães abandonados». Portal SB24Horas. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  93. 19/06/2016. «Lu Andrade ex- Rouge, encabeça campanha em prol de cães abandonados – CFNotícias». Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  94. a b «Oito anos depois de sair do grupo pop, a cantora volta aos palcos com uma nova banda e roupagem e conta que decidiu sair porque não se identificava com o som». Revista Quem. Consultado em 28 de maio de 2011 
  95. «Oito anos depois de sair do grupo pop, Luciana Andrade volta aos palcos com uma nova banda e roupagem e conta que decidiu sair porque não se identificava com o som.». revistaquem.globo.com 
  96. «Popstars cantam Oceano, de Djavan». Popstars Brasil. Consultado em 28 de maio de 2011 
  97. «Popstars Brasil - A apresentação no palco do Uruguai». Popstars Brasil. Consultado em 28 de maio de 2011 
  98. «Os resultados do teste de vídeo». Popstars Brasil. Consultado em 28 de maio de 2011 
  99. «Jurados ligam para Popstars para dar o resultado». Popstars Brasil. Consultado em 28 de maio de 2011 
  100. «Popstars registra média de 13 pontos de audiência». Terra. Consultado em 28 de maio de 2011 
  101. «Samuel Rosa, do Skank, visita as Popstars». Popstars Brasil. Consultado em 28 de maio de 2011 
  102. «POPLine Entrevista: Luciana Andrade, ex-integrante do Rouge, fala sobre possível retorno do grupo». Popline. Consultado em 28 de maio de 2011 
  103. «Rouge, Deixou Saudade». TV Foco. Consultado em 28 de maio de 2011 
  104. «Ao Vivo no Estúdio Showlivre». Discogs. Consultado em 3 de dezembro de 2016 
  105. «Lu Andrade - Mid and Heart». Discogs. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  106. «Lu Andrade - Amanheceu». Discogs. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  107. «Ex-Rouge, Luciana Andrade, lança webclipe e estreia na capital carioca». ValeCity. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  108. «Lu Andrade - "Amanheceu"». Peggo. Consultado em 3 de dezembro de 2016 
  109. «Elas voltaram! Rouge apresenta o TVZ Ao Vivo desta quarta (7) - TVZ - Programas - MULTISHOW». MULTISHOW 
  110. «Luciana Divulga Nova data De Show!». Site Oficial. Consultado em 18 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 5 de junho de 2014 
  111. «Luciana Andrade, ex-Rouge, mostra amadurecimento musical em fase mais intimista». Extra Online 
  112. «Lu Andrade & Banda causam comoção no Sesi Cultural». www.sistemafibra.org.br. Consultado em 31 de março de 2018 
  113. «Lu Andrade, ex-Rouge, apresenta show acústico em São Paulo - Rádio SP / RIO 101.5 Fm». Rádio SP / RIO 101.5 Fm. 6 de novembro de 2013 
  114. GP1 (5 de novembro de 2012). «Ex-Rouge Luciana volta a fazer shows pelo país». GP1 
  115. «Lu Andrade apresenta show acústico em SP» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lu Andrade