Construção e gerenciamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Imagem de Bygfoot Football Manager, jogo de gerenciamento esportivo.

Jogos de construção e gerenciamento (português brasileiro) ou construção e gestão (português europeu) são um subgênero de jogos eletrônicos de simulação onde os jogadores constroem, expandem e gerenciam comunidades fictícias e projetos com recursos limitados.[1] Os jogos de estratégia as vezes contém aspectos desde tipo de jogo em sua economia, já que os jogadores devem administrar os os recursos a medida que expandem o projeto.[2] Mas os jogos de construção e gerenciamento diferenciam-se dos jogos de estratégia pelo fato que o objetivo do jogador não envolve derrotar um inimigo, mas sim construir ou executar algo.

Um exemplo de destaque do gênero é SimCity. Outros títulos do gênero vão desde jogos eletrônicos de construção de cidades como Caesar, jogos de simulação econômica como Hollywood Mogul, até verdadeiros jogos de construção e gerenciamento como Theme Park. Variavelmente, os jogos de estratégia como Civilization e The Settlers incluem aspectos de construção e gestão em sua jogabilidade.

Subgêneros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rollings, Andrew; Ernest Adams (2003). Andrew Rollings and Ernest Adams on Game Design. [S.l.]: New Riders Publishing. pp. 417–441. ISBN 1-59273-001-9 
  2. Wolf, Mark J. P. (2002). The Medium of the Video Game. [S.l.]: University of Texas Press. ISBN 0-292-79150-X