Copa Europeia/Sul-Americana de 1997

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Copa Europeia/Sul-Americana 1997
Evento
Data 2 de dezembro de 1997
Local National Stadium, Tóquio
Melhor em campo Möller (Borussia Dortmund)
Árbitro Espanha José García-Aranda
Público 46.953

A Copa Europeia/Sul-Americana de 1997, também conhecida como Copa Toyota e Copa Intercontinental, foi disputada em uma única partida entre o campeão europeu e o sul-americano, que aspiravam ao título de melhor clube de futebol do mundo daquele ano. O jogo ocorreu em 2 de Dezembro de 1997.[1]

Em 27 de outubro de 2017, após uma reunião realizada na Índia, o Conselho da FIFA reconheceu os vencedores da Copa Intercontinental como campeões mundiais.[2][3]

História[editar | editar código-fonte]

O Borussia Dortmund é um dos clubes de maior torcida da Alemanha, mas até 1997 não havia conseguido nenhum título de grande expressão continental. Seus maiores feitos até o momento eram uma Recopa Europeia em 1966 e dois vice-campeonatos da Copa da UEFA. Mas com um time com grandes jogadores como Júlio César, Andreas Möller e Stéphane Chapuisat, o clube auri-negro conseguiu o bicampeonato alemão (1995 e 1996) e a conquista da Liga dos Campeões da UEFA em 1997 (vencendo os campeões da edição anterior Juventus), torneio este que deu o direito de disputar a edição daquele ano.

O Cruzeiro comandado pelo goleiro Dida com uma campanha razoável, conseguiu seu segundo título da Taça Libertadores da América em 1997 e agora tentaria conseguir o título que deixou escapar 21 anos antes para outra equipe alemã, o Bayern de Munique. Mas com uma campanha fraca no Campeonato Brasileiro daquele ano, Paulo Autuori, técnico campeão da Libertadores, foi substituído por Nelsinho Baptista. O Cruzeiro também trouxe somente para a disputa alguns jogadores como o zagueiro Gonçalves e os atacantes Donizete Pantera e Bebeto, o que desmantelou a base da equipe campeã da América.

A decisão[editar | editar código-fonte]

O time brasileiro apostava na base campeã da América com Dida, Vítor, Elivélton e Ricardinho, além de três reforços contratados para disputar apenas aquela partida: Gonçalves, Bebeto e Donizete Pantera, tentando repetir o que o Grêmio de 1983 havia feito na decisão do intercontinental curiosamente contra uma equipe alemã, o Hamburgo. Porém, a tática dos azuis não deu certo, o Borussia foi preciso quando esteve com a bola no pé e no ataque, e venceu por 2 a 0, com gols de Zorc e Herrlich. O time repetia o sucesso do Bayern em 1976 e conquistava a Copa Intercontinental.

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

Localidade das equipes que disputaram a Copa Toyota 1997.
Confederação Equipe Classificação Participação
CONMEBOL Brasil Cruzeiro Campeão da Copa Libertadores da América de 1997
UEFA Alemanha Borussia Dortmund Campeão da Liga dos Campeões da UEFA de 1996–97

Chaveamento[editar | editar código-fonte]

  A Classificação[NOTA] Copa Intercontinental
                     
 Alemanha Borussia Dortmund 3  
 Itália Juventus 1  
   Alemanha Borussia Dortmund 2
   Brasil Cruzeiro 0
 Brasil Cruzeiro 0 1
 Peru Sporting Cristal 0 0
Notas

Final[editar | editar código-fonte]

2 de dezembro de 1997 Borussia Dortmund Alemanha 2 – 0 Brasil Cruzeiro Estádio Nacional, Tóquio, Japão
19:30
Zorc Gol marcado aos 35 minutos de jogo 35'
Heinrich Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Público: 46.953
Árbitro: Espanha José Maria García Aranda
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Borussia Dortmund
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cruzeiro
G 1 Alemanha Stefan Klos
Z 7 Alemanha Stefan Reuter Penalizado com cartão amarelo após 54 minutos 54'
L 27 Áustria Wolfgang Feiersinger
Z 5 Brasil Júlio César
LE 17 Alemanha Jörg Heinrich
LD 4 Alemanha Steffen Freund
V 19 Portugal Paulo Sousa
V 8 Alemanha Michael Zorc Substituído após 80 minutos de jogo 80'
M 10 Alemanha Andreas Möller (c) Penalizado com cartão amarelo após 18 minutos 18'
A 9 Suíça Stéphane Chapuisat Substituído após 75 minutos de jogo 75'
A 11 Alemanha Heiko Herrlich Penalizado com cartão amarelo após 83 minutos 83'
Substituições:
G 12 Alemanha Wolfgang de Beer
Z 16 Alemanha Martin Kree
Z 23 Alemanha Jörg Sauerland
M 2 Alemanha Knut Reinhardt
A 20 Escócia Scott Booth
A 24 Países Baixos Harry Decheiver Entrou em campo após 75 minutos 75'
A 30 Estados Unidos Jovan Kirovski Entrou em campo após 80 minutos 80'
Técnico:
Itália Nevio Scala
Borussia Dortmund vs Cruzeiro 1997-12-02.svg
G 1 Brasil Dida
LD 2 Brasil Vítor Penalizado com cartão amarelo após 15 minutos 15' Expulso a 66 minutos 66'
Z 13 Brasil João Carlos
Z 4 Brasil Gonçalves
LE 6 Brasil Elivélton
V 5 Brasil Fabinho
V 8 Brasil Ricardinho
M 9 Brasil Cleisson (c)
M 10 Peru Roberto Palacios Substituído após 64 minutos de jogo 64'
A 7 Brasil Bebeto
A 11 Brasil Donizete
Substituições:
G 12 Brasil Jean
LE 14 Brasil Nonato
LD 16 Brasil Alberto
Z 23 Brasil Gelson Baresi
V 19 Brasil Donizete Amorim
A 18 Brasil Marcelo Ramos Entrou em campo após 64 minutos 64'
A 17 Brasil Geovanni
Técnico:
Brasil Nelsinho Baptista

Campeão[editar | editar código-fonte]

Copa Europeia/Sul-Americana de 1997
Flag of Germany.svg
Borussia Dortmund
(1º título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Toyota Cup – Most Valuable Player of the Match Award». Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation. Consultado em 28 de agosto de 2014 
  2. «Fifa reconhece títulos mundiais de Santos, Flamengo, Grêmio e São Paulo». ESPN. Consultado em 27 de outubro de 2017 
  3. «Fifa reconhece Santos, Fla e Grêmio como campeões mundiais». Veja. Consultado em 28 de outubro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]