De Havilland Heron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde dezembro de 2013).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
DH.114 Heron
Picto infobox aircraft.png
De Havilland DH.114 Heron 2 da Cambrian Airways no Aeroporto de Manchester a operar um serviço regular em abril de 1958
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial monoplano quadrimotor
País de origem  Reino Unido
Fabricante De Havilland
Quantidade produzida 150 unidade(s)
Desenvolvido de De Havilland Dove
Primeiro voo em 10 de maio de 1950 (65 anos)
Introduzido em 1950
Tripulação 2 - piloto e co-piloto
Passageiros 14 passageiro(s)
Especificações (Modelo: Heron 2D)
Dimensões
Comprimento 14,79 m (48,5 ft)
Envergadura 21,80 m (71,5 ft)
Altura 4,75 m (15,6 ft)
Área das asas 46,4  (499 ft²)
Peso(s)
Peso vazio 3 705 kg (8 170 lb)
Peso de decolagem 6 136 kg (13 500 lb)
Propulsão
Motor(es) 4 x motores a pistão de seis cilindros invertidos em linha De Havilland Gipsy Queen 30 Mk.2 refrigerados a ar
Potência (por motor) 250 hp (186 kW)
Performance
Velocidade de cruzeiro 295 km/h (159 kn)
Alcance (MTOW) 1 473 km (915 mi)
Teto máximo 5 600 m (18 400 ft)
Razão de subida 5,8 m/s
Notas
Dados de: Jackson, A.J. De Havilland Aircraft since 1909[1]

O de Havilland DH.114 Heron era um pequeno avião de passageiros britânico movido a hélice, que voou pela primeira vez em 10 de Maio de 1950. Foi um desenvolvimento do bimotor De Havilland Dove, com uma fuselagem alongada e dois motores a mais. Foi concebido como um robusto monoplano de asa baixa com trem de pouso triciclo convencional que poderia ser utilizado em rotas regionais e suburbanas. Foram construídas 150 unidades, exportadas para cerca de 30 países. Heron mais tarde serviu de base para várias conversões, como o Riley Turbo Skyliner e o Saunders ST-27 e ST-28.

DH.114 Heron 2 restaurado nos Estados Unidos

Projeto e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Imediatamente após a Segunda Guerra Mundial, a fabricante de aeronaves de Havilland desenvolveu o DH.104 Dove, um avião de passageiros bimotor, concebido para ser um substituto ao De Havilland DH-89 Dragon Rapide, e que logo provou ser um grande sucesso. Como um maior desenvolvimento, a empresa basicamente ampliou o Dove, a fuselagem foi alongada para dar espaço para mais passageiros ou carga, e a envergadura foi aumentada para dar espaço a dois motores a mais. O Heron foi construído todo em metal, e foi projetado como um projeto convencional. A aeronave resultante poderia usar muitas das peças originalmente projetadas para o Dove, simplificando assim a logística para as companhias aéreas usando os dois tipos.

A ênfase estava na simplicidade robusta para produzir uma aeronave econômica para rotas curtas e médias em áreas isoladas e remotas que não possuem aeroportos modernos. O Heron foi projetado com um trem de pouso fixo e confiáveis motores Gipsy Queen 30.

O protótipo do Heron registrado para a De Havilland Aircraft Company, Hatfield, Reino Unido como G-ALZL realizou seu primeiro vôo com Geoffrey Pike nos controles em 10 de maio de 1950. A aeronave ainda não tinha sido pintada, e depois de 100 horas de testes foi apresentada ao público em 8 de setembro de 1950, no Show Aéreo de Farnborough, ainda brilhando em seu estado de metal polido. Em novembro, o protótipo recebeu seu certificado oficial de Navegabilidade e tinha voado para Khartoum e Nairobi para ensaios tropicais.

O protótipo foi então pintado e equipado como um demonstrador da empresa, e foi testado pela British European Airways em suas rotas escocesas. Após a conclusão bem sucedida dos testes de protótipo, como um avião regional, a produção em série do Heron começou. As primeiras entregas foram para a NAC, a Nova Zelândia National Airways Corporation (mais tarde parte da Air New Zealand).

O preço básico para um Heron novo em 1960 era cerca de £60.000 menos taxa.

Referências

  1. Jackson, A.J. De Havilland Aircraft since 1909. London: Putnam, Third edition, 1987.
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.