Air New Zealand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Air New Zealand
IATA NZ
ICAO ANZ
Indicativo de chamada NEW ZEALAND
Fundada em 1940 (como Tasman Empire Airways Limited)
Principais centros
de operações
Aeroporto de Auckland
Programa de milhagem Airpoints
Aliança comercial Star Alliance
Frota 105, incluindo as subsidiárias
Destinos 61, incluindo as subsidiárias
Companhia
administradora
Air New Zealand Ltd.
Lounge Koru Club
Subsidiária(s)
  • Air Nelson
  • Eagle Airways
  • Mount Cook Airline
Slogan The Airline of Middle Earth.
Sede Nova Zelândia Auckland, Nova Zelândia
Pessoas importantes
  • Christopher Luxon (CEO)
  • Norm Thompson (Vice-CEO)
Sítio oficial www.airnewzealand.com


A Air New Zealand é a principal linha aérea da Nova Zelândia. Membro da Star Alliance, oferece voos para 27 destinos domésticos e 29 internacionais, em 15 países na Ásia, Europa, América do Norte e Oceania. Foi a última companhia aérea do mundo a ter o serviço de "volta ao mundo" em aviões próprios, na rota Auckland - Hong Kong - Londres - Los Angeles - Auckland, que foi encerrada em março de 2013, quando a companhia decidiu interromper o voo entre Londres e Hong Kong, em favor de uma parceria operacional com a Cathay Pacific.

História[editar | editar código-fonte]

A história da Air New Zealand começou em abril de 1940, quando a Tasman Empire Airways (TEAL) foi incorporada. A TEAL tinha começado seu primeiro serviço Trans-tasmânico em aviões aquáticos, que ao longo dos anos foi se estendendo até o serviço internacional. Em outubro de 1953, os governos da Austrália e Nova Zelândia assumiram a direção da empresa, para em 1961 o governo neozelandês a assumir por completo. Juntamente com a TEAL, o governo da Nova Zelândia criou a "NZ National Airways Corporation" (NAC) em 1947, que operava os voos domésticos entre os maiores centros do país e as capitais das províncias. As duas formariam a base da atual companhia. Em 1965, a TEAL foi renomeada "Air New Zealand", operando somente rotas internacionais. Trinta anos depois, a NAC foi incorporada, fazendo desta forma com que a empresa operasse tanto voos domésticos como internacionais. Em 1989, ela foi privatizada e comprada pelo consórcio entre Brierley Investments e as companhias aéreas Qantas, Japan Airlines(JAL) e American Airlines. Em março de 1999, ela se tornou membro da Star Alliance.

Códigos internacionais[editar | editar código-fonte]

  • IATA Código: NZ
  • ICAO Código: ANZ
  • Designação: New Zealand

Frota[editar | editar código-fonte]

Aernonave/Modelo Ativos Inativos Idade Média Encomendas Passageiros
Airbus A320 29 - 6 Anos 1 168 ou 171
Airbus A320neo - - - 18 -
Boeing 737-300 - 3 16 Anos - 133
Boeing 767-300ER 4 1 21 Anos - 230 (24J-206Y)
Boeing 777-200ER 8 - 10 Anos - 304 (26J-36W-242Y)
Boeing 777-300ER 7 - 4 Anos - 332 (44J-44W-244Y)
Boeing 787-9 6 - 1 Ano 6 302 (18J-21W-263Y)
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Air New Zealand
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.