Dinah Jane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde fevereiro de 2017)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dinah Jane
Informação geral
Nome completo Dinah Jane Milika Ilaisaane Hansen Amasio
Também conhecido(a) como Dinah, DJ
Nascimento 22 de junho de 1997 (21 anos)
Local de nascimento Santa Ana, Califórnia
 Estados Unidos
Nacionalidade norte-americana
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Instrumento(s) Voz
Extensão vocal Mezzosoprano
Período em atividade 2012—presente
Gravadora(s)
Afiliação(ões) Fifth Harmony
Influência(s)

Dinah Jane Milika Ilaisaane Hansen Amasio (Califórnia, Santa Ana, 22 de junho de 1997), conhecida apenas por Dinah Jane, é uma cantora e estadunidense. É popularmente conhecida por ser integrante do grupo feminino Fifth Harmony.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dinah nasceu e foi criada em Santa Ana, Califórnia filha de Milika Hansen e Gordon Hansen tem origem Polinésia e Tonga. Cresceu em uma casa de 4 quartos juntamente com 23 pessoas. Foi dito muitas vezes á Dinah que ela era similar a Beyoncé devido a sua voz ter um tom poderoso.

Carreira[editar | editar código-fonte]

The X Factor e Fifth Harmony[editar | editar código-fonte]

Dinah fez um teste para o The X Factor com a música If I Were a Boy de Beyoncé. L.A. Reid disse que ela levou a música para lugares que até mesmo Beyoncé não conseguiu.

A primeira canção de bootcamp de Dinah foi Hero de Mariah Carey. Em seu segundo bootcamp, ela foi colocada contra Diamond White. Elas cantaram a canção Stronger (What Doesn't Kill You) de Kelly Clarkson. Dinah, infelizmente acabou esquecendo a letra da música durante sua apresentação. Simon Cowell disse em uma entrevista que se Dinah tivesse se lembrado da letra, provavelmente teria sido colocada como cantora solo. Na fase semifinal do programa, elas cantaram "Anything Could Happen" de Ellie Goulding e "Impossible" de Shontelle. A performance de "Anything Could Happen" foi "digna de uma final" de acordo com L.A. Reid e descrita como "mágica" por Britney Spears, enquanto "Impossible" teve mais críticas negativas do que positivas pelos jurados, pois elas já a haviam apresentado antes. Camila, Lauren e Ally cantaram parte da segunda canção em espanhol fluente. No resultado da votação pelo público, foi revelado que Fifth Harmony estava na final, junto com Tate Stevens e Carly Rose Sonenclar. Na final, elas cantaram novamente "Anything Could Happen" de Ellie Goulding, "Give Your Heart a Break" de Demi Lovato e "Let It Be" dos The Beatles. O grupo terminou em terceiro lugar na competição

O grupo lançou seu EP de estréia Better Together, que foi lançado em 22 de outubro. O EP alcançou a sexta posição no Billboard e a segunda posição na parada de álbuns do iTunes. O primeiro single do EP foi "Miss Movin' On", que alcançou a 85ª posição na Billboard Hot 100 durante a sua primeira semana de lançamento e tornou o grupo o primeiro participante do X Factor americano a aparecer na parada. Em 18 de julho, elas cantaram o single pela primeira vez no programa Today Show em NY. O grupo, depois lançou seu álbum de estréia Reflection, contendo as faixas "Sledgehammer", "Boss" e "Worth It". Em 2016, lançaram seu segundo álbum, o 7/27 com as canções "Work from Home", "All in My Head (Flex)" e "That's My Girl" e em 2017, lançaram o terceiro álbum auto-intitulado. Em 2018, o grupo anuncio que por meio de suas páginais oficiais que entrariam em uma pausa por tempo indeterminado. Atualmente, as integrantes seguem em frete com seus projetos solo.

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Dinah se juntou com RedOne na música "Boom Boom" em outubro de 2017, juntamente com French Montana e Daddy Yankee. [1] Em 2018, Dinah lançará "Bottled Up", seu primeiro single solo com lançamento para 21 de setembro de 2018 e conta com as participações de Ty Dolla Sign e Marc E. Bassy.[2]

Voz[editar | editar código-fonte]

Assim como Ally, entoa muitas das notas altas do grupo, seus melismas e outras ornamentações são muito bem executadas mas seu principal destaque vocal é na voz de cabeça e falsetes, sendo um dos pontos altos de ornamentação na harmonia grupal. Uma das componentes mais completas do Fifth Harmony, é classificada como Light-Soprano e tem uma extensão que se estende do E3 ao F#6 com 3,2 oitavas.[3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]