Doce de oxicoco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Big Meal.jpg
Cranberry sauce.jpg

O doce de oxicoco é um molho ou calda feita com oxicocos; o oxicoco é um fruto também conhecido como arando, arando-vermelho, mirtilo-vermelho, airela ou uva-do-monte. Há diferenças no sabor, dependendo da localização geográfica de onde o doce é feito: na Europa geralmente é agridoce enquanto que na América do Norte (cranberry) é adocicado, algumas vezes contendo canela.

A receita de doce de oxicoco mais básica consiste apenas em oxicocos fervidos com açúcar e água, até que a casca dos frutos se rompa e a mistura ganhe consistência; algumas receitas incluem outros ingredientes como suco ou raspas da casca de laranjas e aromaizadas com canela.

O doce de oxicoco é frequentemente consumido como acompanhamento do peru na ceia de Natal ou dia de ação de graças nos Estados Unidos da América; raramente é servido em outras ocasiões.

Apesar de ser chamado também de molho de oxicoco, geralmente é consumido como um acompanhamento e não como molho propriamente dito, colocado sobre um outro prato.

O doce de oxicoco disponível comercialmente pode se encontrar condensado ou gelificado, e portanto adquirir a forma cilíndrica da lata que o contém; amiúde, também em forma mais líquida ou não condensada.

Algumas marcas de doce de oxicoco podem não ser apropriadas para vegetarianos radicais por conterem gelatina, uma proteína de origem animal.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]