Duda Beat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Duda Beat
Duda Beat em 2020
Nome completo Eduarda Bittencourt Simões
Nascimento 8 de outubro de 1987 (33 anos)
Recife, PE
Residência Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Carreira musical
Período musical 2018–presente
Gênero(s)
Extensão vocal contralto coloratura

Eduarda Bittencourt Simões (Recife, 8 de outubro de 1987), mais conhecida como Duda Beat, e apelidada de rainha da sofrência pop,[1][2][3][4][5] é uma cantora e compositora brasileira.[6] Ela ganhou o Troféu APCA de revelação de 2018 e teve o seu álbum de estreia incluído na lista dos dez melhores discos nacionais do ano da revista Rolling Stone.[7][8][9]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Eduarda Bittencourt Simões nasceu na cidade do Recife, capital do estado brasileiro de Pernambuco, no dia 8 de outubro de 1987. É filha do casal recifense Suyenne Bittencourt e Tárciso Simões. Seu nome artístico seria a princípio "Duda Bitt", mas a cantora decidiu adotar o nome Duda Beat em homenagem ao movimento contracultural manguebeat.[10]

Aos 18 anos, mudou-se para a capital fluminense, onde se graduou em Ciência Política pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.[11]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns
Álbum Detalhes
Sinto Muito[12]

EPs[editar | editar código-fonte]

EP Detalhes
Duda Beat & Nando Reis
(com Nando Reis)
  • Lançamento: 22 de janeiro de 2021[13]
  • Formatos: Download digital
  • Gravadora: Relicário

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal
Título Ano Certificações Álbum
"Bixinho"[14] 2018 Sinto Muito
"Derretendo"[16]
"Bolo de Rolo"[17]
"Chega"[18]
(part. Jaloo e Mateus Carrilho)
2019 Não adicionado a nenhum álbum
"Deixa Eu Te Amar"
"Vem Quente Que Eu Estou Fervendo" 2020
"Vem pro Meu Condo"

(com Afro B e Tropkillaz)

"Não Passa Vontade"
(com Anavitória)
"Meu Pisêro" 2021
Como artista convidada
Título Ano Álbum
"Só Eu e Você na Pista"[19]
(Illy part. Duda Beat)
2019 Não adicionado a nenhum álbum
"Meu Jeito de Amar"[20]
(Omulu part. Duda Beat e Lux & Tróia)
"Seu Pensamento"[21]
(Adriana Calcanhotto part. Duda Beat)
Nada Ficou no Lugar
"Corpo em Brasa"[22]
(Romero Ferro part. Duda Beat)
FERRO
"A Graça"
(Izenzêê part. Duda Beat)
Vida e Nada Mais
"Meu Primeiro Amor"
(Lucas Santtana part. Duda Beat)
O Céu é Velho Há Muito Tempo
"Tangerina"
(Tiago Iorc part. Duda Beat)
Acústico MTV
"Xanalá"
(Gaby Amarantos part. Duda Beat)
Não adicionado a nenhum álbum
"Sobrou Silêncio"
(Rashid part. Duda Beat)
Tão Real

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Ref.
2018 Troféu APCA Revelação do Ano Venceu [23]
2019 Prêmio Multishow de Música Brasileira Revelação do Ano Venceu [24]
Fiat Argo Experimente Indicada [25]
WME Awards Melhor Música Alternativa Indicada [26]
Melhor Show Venceu
Melhor Compositora Indicado
Prêmio Contigo! Online Revelação Musical Indicado [27]

Referências

  1. «Atração do Lollapalooza, Duda Beat mostra que sofrência pode ter pegada pop». O Globo. Consultado em 9 de maio de 2019 
  2. «Duda Beat: "Toda mulher tem a obrigação de ser feminista"». Jornal O Tempo. Consultado em 9 de maio de 2019 
  3. «Duda Beat explica o título de rainha da sofrência pop indie: "Sofri muito de amor"». Revista Quem. Consultado em 9 de maio de 2019 
  4. «Quem é Duda Beat, a "Dua Lipa brasileira"». Revista Glamour. Consultado em 9 de maio de 2019 
  5. «Sofrência pop: Duda Beat é a nova sensação da música». Vogue. Consultado em 9 de maio de 2019 
  6. «Duda Beat foge da 'sofrência indie', mas se diz especialista em amores não correspondidos». G1. Consultado em 9 de maio de 2019 
  7. «Rolling Stone Brasil: os 50 melhores discos nacionais de 2018». Rolling Stone. Consultado em 11 de maio de 2019 
  8. «APCA elege melhores de 2018 nas artes: veja lista completa de vencedores». UOL. Consultado em 11 de maio de 2019 
  9. «Baco Exu do Blues, Gilberto Gil, Duda Beat: os 25 melhores discos brasileiros do segundo semestre de 2018, segundo a APCA». Rolling Stone. Consultado em 9 de maio de 2019 
  10. «Rainha da sofrência pop». O Hoje. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  11. Drama Queen - Revista Trip
  12. «Duda Beat - Sinto Muito». iTunes. Consultado em 23 de maio de 2019 
  13. DUDA BEAT & NANDO REIS - EP por Nando Reis & DUDA BEAT, consultado em 17 de março de 2021 
  14. «Duda Beat vive um novo amor em clipe de estreia "Bixinho"». Buildup Media. Consultado em 23 de maio de 2019 
  15. «Duda Beat | CERTIFICADOS». Pro-Música Brasil. Consultado em 20 de maio de 2020 
  16. «CONHEÇA: DUDA BEAT». Música Pavê. Consultado em 23 de maio de 2019 
  17. «Duda Beat dá a volta por cima e lança clipe "Bolo de Rolo"». Mulher na Música. Consultado em 23 de maio de 2019 
  18. «Chega». iTunes. Consultado em 23 de maio de 2019 
  19. «Duda Beat vive um novo amor em clipe de estreia "Bixinho"». Buildup Media. Consultado em 23 de maio de 2019 
  20. «Meu Jeito de Amar». iTunes. Consultado em 23 de maio de 2019 
  21. «Seu Pensamento / Esquadros - Single». iTunes. Consultado em 23 de maio de 2019 
  22. «Corpo em Brasa». iTunes. Consultado em 23 de julho de 2019 
  23. «Pernambucana Duda Beat é uma das vencedora do prêmio da APCA». Folha - PE. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  24. «Saiba quem levou os troféus do Superjúri do Prêmio Multishow - Prêmio Multishow 2019 - Especiais». MULTISHOW. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  25. «VOTE AGORA! Conheça os indicados ao Prêmio Multishow 2019 - Prêmio Multishow 2019 - Especiais». MULTISHOW. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  26. «WME Awards: Saiba quais foram as vencedoras da primeira premiação brasileira totalmente dedicada às mulheres». POPline. 4 de dezembro de 2019. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  27. «Prêmio Contigo! Online 2019 - Revelação musical». contigo. Consultado em 19 de dezembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]