Estudantes Sport Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estudantes de Timbaúba
EstudantesSCTimbauba.png
Nome Estudantes Sport Club
Alcunhas Carneirão
Mascote Carneiro
Fundação 1 de maio de 1958 (59 anos)
Estádio Ferreira Lima
Capacidade 6.000
Localização Timbaúba, PE
Presidente Brasil Cristiane Lemos
Treinador Brasil Manoel Nazaré
Competição Licenciado
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Estudantes Sport Club é um clube brasileiro de futebol, do município de Timbaúba, a 98 km da capital do estado de Pernambuco, Recife.

História[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado em 1º de maio de 1958 mas no fim dos anos 80 e a primeira metade da década de 90, o Estudantes atingiu o auge da sua história, conseguindo pela primeira vez integrar a elite do futebol de Pernambuco e até mesmo disputar a segunda divisão nacional de 1991. De 1989 até 1995, o Carneirão conseguiu se manter na divisão principal do estadual.

O rebaixamento de 1995, no entanto, recolocou o Estudantes no ostracismo. Foram longos dez anos de derrotas e decepções na Série A2 de Pernambuco. Mas em 2005, o clube azul e branco começou a reconstrução da sua imagem e da sua história. Na segundona estadual, com um time caseiro, fez campanhas irretocáveis, conseguindo o mais importante título da sua existência.

Com o lugar garantido entre os dez grandes de Pernambuco, o Estudantes resolveu investir, montando uma equipe com folha salarial de R$ 70 mil, formada com alguns jogadores que, de alguma forma, tiveram destaque recente no futebol do Estado. Entre eles estão o vice-artilheiro do Estadual de 2003, Valdir Papel; os volantes Dário (uma dos símbolos de raça do Sport na primeira metade dos anos 90), Djalma (ex-Sport e Santa Cruz, célebre pelas suas cobranças de falta), além de Batata (ex-promessa do Santa Cruz) e ainda o lateral-direito Daniel (ex-Itacuruba, Náutico e Fortaleza).

Em 2006, o time fez uma campanha regular, tendo o jogador Valdir Papel como vice-artilheiro da competição com 9 gols, perdendo apenas para Carlinhos Bala (Santa Cruz), com 20 gols. A competição marcada por uma briga judicial, onde o Estudantes chegou a perder 12 pontos por escalar o jogador Samuel nos jogos contra Sport e Serrano, logo recuperado pela quebra da liminar.

No ano seguinte, o Estudantes, alegando problemas financeiros, desistiu do campeonato. Foi substituido pelo Belo Jardim, e se mantém afastado dos torneios promovidos pela FPF até hoje.

Ídolos[editar | editar código-fonte]


Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

  • Posição: 195º
  • Pontuação: 13 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.