Flavia Pennetta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Flavia Pennetta
Flavia Pennetta at the 2010 US Open 01
Pennetta em 2010 no US Open
País  Itália
Residência Verbier, Suíça
Data de nasc. 25 de fevereiro de 1982 (35 anos)
Local de nasc. Brindisi, Itália
Altura 1,72m
Peso 58 kg
Profissionalização 2000
Aposentadoria 29/10/2015
Prize money US$ 13,808,145

Fonte

Simples
Vitórias-Derrotas 582–365
Títulos 11 WTA, 7 ITF
Melhor ranking Nº 6 (28 de setembro de 2015)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália QF (2014)
Roland Garros 4R (2008, 2010, 2015)
Wimbledon 4R (2005, 2006, 2013)
US Open V (2015)
Duplas
Vitórias-Derrotas 393–243
Títulos 16 WTA, 9 ITF
Melhor ranking 1 (28 de fevereiro de 2011)
Resultados de Grand Slam de Duplas
Open da Austrália V (2011)
Roland Garros QF (2010)
Wimbledon SF (2010, 2012
US Open F (2005, 2014)
Torneios principais de duplas
WTA Championships V (2010)
Última atualização em: 27 de setembro de 2015.

Flavia Pennetta (Brindisi, 25 de Fevereiro de 1982) é uma ex-tenista profissional italiana. Tornou-se profissional em março de 1999. Foi a primeira tenista italiana a alcançar o top 10,[1] em 17 de agosto de 2009 e a única italiana a atingir topo do ranking de duplas.[2] Também foi a primeira italiana a participar e vencer uma final do Open da Austrália em 2011, quando venceu a final de duplas femininas em parceria com a argentina Gisela Dulko.

Entrou definitivamente para a história do tênis mundial ao vencer a disputa de singles feminina do US Open na data de 12 de setembro de 2015, quando sagrou-se a mais velha tenista a vencer seu primeiro torneio Grand Slam, na ocasião com 33 anos. Aquela partida foi jogada contra sua compatriota Roberta Vinci, sendo a primeira final em singles da história do US Open jogada entre duas jogadoras italianas e a primeira vitória de uma italiana neste torneio. Ao final do jogo, Flavia surpreendeu e emocionou a todos os presentes e telespectadores ao anunciar que essa teria sido sua última participação no US Open pois se aposentará no final de 2015 e que não havia melhor forma de abandonar o esporte - vencendo seu primeiro e único Grand Slam.

Em 2010, Pennetta ganhou 7 títulos em Duplas, fazendo parceria com Gisela Dulko, o que a levou ao posto de duplista número 1 do mundo no ano seguinte, sendo que a dupla também atingiu a primeira colocação do ranking.

Na segunda metade do ano de 2012 a jogadora fez uma cirurgia no punho devido a uma lesão,[3] o que a deixou afastada das quadras durante vários meses, só retornando em meados 2013. Ao retornar, seu ranking caiu bastante, sendo que chegou a ficar de fora do top 100,[4] o que a levou a cogitar a aposentadoria.[5] Porém, a partir do US Open do mesmo ano, Pennetta voltou a jogar seu melhor tênis, conseguindo alcançar a semifinal do US Open, as quartas de final do Aberto da Austrália e sagrou-se campeã do torneio de Indian Wells, seu primeiro título no nível Premier Mandatory. O campeonato em Indian Wells fez com que Pennetta atingisse dois feitos inéditos: foi a primeira italiana a vencer o torneio e também foi a cabeça de chave mais baixa a ganhar o troféu, já que começou o torneio como a vigésima favorita ao título.[6]

No final de 2011 a italiana publicou sua biografia, intitulada "Dritto al Cuore", na qual fala de sua vida pessoal e de sua carreira.[7]

Juntamente com Roberta Vinci e Francesca Schiavone, Flavia esteve presente nos três títulos da Fed Cup conquistados pela Itália.

Em 2007, Pennetta recebeu a Ordem dos Cavaleiros ao Mérito da Rapública Italiana[8] do Presidente Italiano.

Em 2015, começou parceria de duplas com Martina Hingis, que encerrou depois do WTA de Doha. Depois, alternou torneios com duas jogadoras taiwaneses e a compatriota Sara Errani. Foi com esta que atingiu a melhor campanha da temporada, caindo nas semifinais do US Open para Sania Mirza e, justamente, Martina Hingis. Em simples, no primeiro semestre, teve melhor sorte ao chegar nas quartas de final de Dubai (tomou pneu de Caroline Wozniacki) e Indian Wells (partida longa contra Sabine Lisicki, caindo em 3 sets e 2 tiebreaks). Depois de Roland Garros, não conseguia ganhar duas seguidas. Foi quando começou o US Open: ela derrotou três cabeças de chave e, sem Serena Williams do outro lado da chave, fez parte da inédita final italiana e derrotou Roberta Vinci em 2 sets. Na cerimônia de premiação, causou surpresa ao anunciar a aposentadoria ao final da temporada.[9] Pennetta se classificou ao WTA Finals na última hora, em Moscou. Em Singapura, não passou da fase de grupos; obteve a única vitória contra a campeã, a polonesa Agnieszka Radwanska. O último jogo da carreira foi no mesmo evento, contra Maria Sharapova.[10]

Em junho de 2016, Pennetta se casou com o tenista Fabio Fognini, na Itália.[11]

Finais de Grand Slam[editar | editar código-fonte]

Simples: 1 (1 título)[editar | editar código-fonte]

Resultado Ano Campeonato Piso Oponente Placar
Campeã 2015 US Open Hard Itália Roberta Vinci 7–6(7–4), 6–2

Duplas: 3 (1 título, 2 vices)[editar | editar código-fonte]

Resultado Ano Campeonato Piso Parceira Oponentes Placar
Vice 2005 US Open Duro Rússia Elena Dementieva Estados Unidos Lisa Raymond
Austrália Samantha Stosur
2–6, 7–5, 3–6
Campeã 2011 Australian Open Duro Argentina Gisela Dulko Bielorrússia Victoria Azarenka
Rússia Maria Kirilenko
2–6, 7–5, 6–1
Vice 2014 US Open Duro Suíça Martina Hingis Rússia Ekaterina Makarova
Rússia Elena Vesnina
6–2, 3–6, 2–6

Finais de WTA Tour Championships[editar | editar código-fonte]

Duplas: 1 (1 título)[editar | editar código-fonte]

Resultado Ano Campeonato Piso Parceira Oponentes Placar
Campeã 2010 Doha Duro Argentina Gisela Dulko República Checa Květa Peschke
Eslovénia Katarina Srebotnik
7–5, 6–4

WTA Títulos[editar | editar código-fonte]

Simples(10)[editar | editar código-fonte]

Antes de 2009 A partir de 2009
Grand Slam torneios (1)
Ouro Olimpico (0)
WTA Championships (0)
Tier I (0) Premier Mandatory (1)
Tier II (0) Premier 5 (0)
Tier III (6) Premier (1)
Tier IV (0) International (2)
N. Data Torneio Piso Oponente na final Placar
1. 14 de agosto de 2004 Sopot, Polonia saibro República Checa Klára Koukalová 7–5, 3–6, 6–3
2. 20 de fevereiro de 2005 Bogotá, Colômbia saibro Espanha Lourdes Domínguez Lino 7–6, 6–4
3. 27 de fevereiro de 2005 Acapulco, Mexico saibro Eslováquia Ľudmila Cervanová 3–6, 7–5, 6–3
4. 14 de outubro de 2007 Bangkok, Tailândia dura Taipei chinesa Chan Yung-jan 6–1, 6–3
5. 17 de fevereiro de 2008 Viña del Mar, Chile saibro República Checa Klára Zakopalová 6–4, 5–4 ret.
6. 1 de março de 2008 Acapulco, Mexico saibro França Alizé Cornet 6–0, 4–6, 6–1
7. 7 de julho de 2009 Palermo, Itália saibro Itália Sara Errani 6–1, 6–2
8. 9 de agosto de 2009 Los Angeles, EUA dura AustráliaSamantha Stosur 6–4, 6–3
9. 11 de abril de 2010 Marbella, Espanha saibro Espanha Carla Suárez Navarro 6–2, 4–6, 6–3
10. 16 de março de 2014 Indian Wells, Estados Unidos dura Polónia Agnieszka Radwanska 6-2, 6-1

Duplas (15)[editar | editar código-fonte]

Antes de 2009 A partir de 2009
Grand Slam torneios (1)
Ouro Olimpico (0)
WTA Championships (1)
Tier I (0) Premier Mandatory (1)
Tier II (1) Premier 5 (2)
Tier III (1) Premier (2)
Tier IV (1) International (5)
N. Data Torneio Piso Parceiro Oponente na final Placar
1. 14 de agosto de 2005 Los Angeles, EUA dura Rússia Elena Dementieva Estados Unidos Angela Haynes
Estados Unidos Bethanie Mattek-Sands
6–2, 6–4
2. 26 de fevereiro de 2006 Bogotá, Colômbia saibro Argentina Gisela Dulko Hungria Ágnes Szávay
Alemanha Jasmin Wöhr
7–6, 6–1
3. 19 de abril de 2008 Estoril, Portugal saibro Rússia Maria Kirilenko Bósnia e Herzegovina Mervana Jugić-Salkić
Turquia İpek Şenoğlu
6–4, 6–4
4. 16 de janeiro de 2009 Hobart, Austrália dura Argentina Gisela Dulko Ucrânia Alona Bondarenko
Ucrânia Kateryna Bondarenko
6–2, 7–6(4)
5. 9 de junho 2009 's-Hertogenbosch, Países Baixos grama Itália Sara Errani Países Baixos Michaëlla Krajicek
Bélgica Yanina Wickmayer
6–4, 5–7, (13-11)
6. 11 de julho de 2009 Båstad, Suécia saibro Argentina Gisela Dulko Espanha Nuria Llagostera Vives
Espanha María José Martínez Sánchez
6–3, 4–6, (10-7)
7. 4 de abril de 2010 Miami Masters, EUA dura Argentina Gisela Dulko Rússia Nadia Petrova
Austrália Samantha Stosur
6–3, 4–6, [10–7]
8. 2 de maio de 2010 Stuttgart, Alemanha saibro (indoor) Argentina Gisela Dulko República Checa Květa Peschke
Eslovénia Katarina Srebotnik
3–6, 7–6(3), [10–5]
9. 8 de maio de 2010 Roma, Itália saibro Argentina Gisela Dulko Espanha Nuria Llagostera Vives
Espanha María José Martínez Sánchez
6–4, 6–2
10. 10 de julho de 2010 Bastad, Suécia saibro Argentina Gisela Dulko República Checa Renata Voráčová
República Checa Barbora Záhlavová-Strýcová
7–6(0), 6–0
11. 23 de agosto de 2010 Montreal, Canadá dura Argentina Gisela Dulko República Checa Květa Peschke
Eslovénia Katarina Srebotnik
7–5, 3–6, [12–10]
12. 23 de outubro de 2010 Moscou, Rússia dura (indoor) Argentina Gisela Dulko Itália Sara Errani
Espanha María José Martínez Sánchez
6–3 , 2–6, [10–6]
13. 31 de outubro de 2010 WTA Championships Doha, Qatar dura Argentina Gisela Dulko República Checa Květa Peschke
Eslovénia Katarina Srebotnik
7–5 , 6–4
14. 28 de janeiro de 2011 Open da Austrália dura Argentina Gisela Dulko Bielorrússia Victoria Azarenka
Rússia Maria Kirilenko
2-6, 7-5, 6-1
15. 13 de outubro de 2013 Osaka, Japão dura França Kristina Mladenovic Austrália Samantha Stosur
China Shuai Zhang
6-4, 6-3

Fed Cup[editar | editar código-fonte]

Desempenho em Grand Slam[editar | editar código-fonte]

Torneio 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Carreira
Australian Open 1R 1R 1R 3R 1R 2R 3R 2R 4R 1R - QF 13-11
French Open 3R 1R 3R 3R 1R 4R 1R 4R 1R 3R 1R 14-11
Wimbledon 2R 1R 4R 4R 1R 2R 3R 3R 3R 1R 4R 19-11
US Open 1R 1R 1R - 2R QF QF 3R QF - SF 20-9
Vitórias-derrotas em Grand Slam 3-4 0-4 5-4 7-3 1-4 9-4 6-4 8-4 8-4 2-3 8-3 4-1 66-42
Ranking no final da temporada 69 38 23 28 40 13 12 24 20 45 31 N/A

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Pennetta fará história como a primeira italiana top 10»  Texto "Tenis News" ignorado (ajuda)
  2. «Flavia rises to No.1 in doubles rankings» 
  3. «Pennetta già operata al polso Intervento ok a Barcellona»  Texto "La Gazzetta dello Sport" ignorado (ajuda)
  4. «Pucin: Flavia's real championship»  Texto "Diane Pucin" ignorado (ajuda); Texto "WTA" ignorado (ajuda)
  5. «Pennetta crowned new women's champion»  Texto "BNP Paribas Open" ignorado (ajuda)
  6. «Pennetta crowned new women's champion»  Texto "BNP Paribas Open" ignorado (ajuda)
  7. «Arriva "Dritto al cuore" Pennetta si apre a tutti»  Texto "Jacopo Manfredi" ignorado (ajuda); Texto "la Repubblica" ignorado (ajuda)
  8. «Cavaliere Ordine al Merito della Repubblica Italiana» 
  9. «Pennetta ganha US Open e anuncia aposentadoria». TenisBrasil. 12 de setembro de 2015 
  10. «Pennetta se despede do circuito aos 33 anos». TenisBrasil. 29 de outubro de 2015 
  11. «Fognini e Pennetta se casam na Itália». TênisNews. 11 de junho de 2016 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Flavia Pennetta

Ligações externas[editar | editar código-fonte]