Gastão (Disney)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ganso Gastão
Personagem fictícia de Pato Donald
Gastão.jpg
Nome original (em inglês) Gladstone Gander
Origem Patópolis, Calisota, EUA
Sexo Masculino
Características Incrívelmente sortudo, tem aversão ao trabalho
Inimigo(s) Pato Donald
Criado por Carl Barks
Série(s) Pato Donald
Primeira aparição A Visita do Primo Gastão (1948)

Gastão[1] (Gladstone Gander em inglês ), o primo sortudo do Donald. É apresentado como "o pato mais sortudo do mundo". Sempre quer paquerar a Margarida e fazendo ciúmes ao Donald. Também compete com seu primo para ser o herdeiro da fortuna do Tio Patinhas. É elegante, esnobe e preguiçoso. Usa suíças e chapéu com cabelos crespos. Dono de uma sorte única, consegue tudo o que deseja, menos no que é relacionado ao amor. Em uma de suas primeiras histórias, escrita e desenhada por Carl Barks, foi revelado que o ganso trabalhou uma única vez na vida, quando ganhou uma moeda. A moeda é guardada num cofre e talvez seja a explicação para tanta sorte.

Porém em algumas histórias onde Donald e Gastão são retratados como crianças o personagem contava com tanta sorte quando em sua vida adulta.

Um personagem com essa mesma caracterização apareceu no desenho dos estúdios Disney como parte do esforço de guerra americano, chamado de "O espírito de 1943". Era a metade gastadora da personalidade do Donald (talvez o que deu origem ao nome de Gastão no Brasil). A outra metade em conflito, com a caracterização de um pato escocês e que seria reutilizado na criação do Tio Patinhas, era a parte poupadora.

Gastão tem como alter ego o super herói Quatro Folhas. Ele surgiu como uma das escolhas de Esquálidus para integrar o grupo conhecido como Ultra Heróis.

Primeira aparição[editar | editar código-fonte]

Sua primeira história foi "Wintertime Wager", publicada em janeiro de 1948 nos Estados Unidos. Esta história só foi publicada no Brasil em 1973, na revista "Cinqüentenário Disney 1" com o título "A Visita Do Primo Gastão".

Já a primeira história produzida no Brasil foi "O Desastronauta" publicada na revista "Zé Carioca" 923, de 1969. Esta história tinha tanto desenhos quanto roteiro de Waldyr Igayara de Souza.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. «Árvore da família Pato». Consultado em 12 de maio de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)


Ícone de esboço Este artigo sobre personagens, revistas ou outros assuntos da Disney é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.