Guernsey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Guernesei)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a cidade, veja Guernsey (Wyoming).
Bailiwick of Guernsey (inglês)
Bailliage de Guernesey (francês)

Bailiado de Guernesey / Guernsey
Bandeira
Brasão de armas
Bandeira Brasão de armas
Hino nacional: "God Save the Queen" (oficial)
"Sarnia Cherie" (oficial para ocasiões em que a distinção de hino seja necessária)
Gentílico: guernesiano(a) [1]

Localização Guernesey

Localização
Capital Saint Peter Port
Língua oficial Inglês e francês
Governo Dependência da Coroa Britânica
 - Monarca Isabel II
 - Governador Ian Corder
 - Presidente do Comité de Política e Recursos Gavin St. Pier
História  
 - Separação da Normandia 1204 
 - Fim da ocupação alemã 9 de maio de 1945 
Área  
 - Total 78 km² (223.º)
 - Água (%) 0
População  
 - Estimativa para 2016 66 297[2] hab. (197.º)
 - Urbana  (n/a.º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2003
 - Total US$ 2,59 mil milhões (176.º)
 - Per capita US$ 40000 (9.º)
Moeda Libra esterlina (GBP)
Fuso horário GMT (UTC+0)
 - Verão (DST) GMT+1 (UTC+1)
Cód. Internet .gg
Cód. telef. +44

Guernsey[3][4][5][6] ou Guernesey[7] (raramente Guérnesei[8] ou Guernesei[8]) é uma ilha e um bailiado no Canal da Mancha, dependência da Coroa Britânica que não faz parte do Reino Unido. Conjuntamente com o Bailiado de Jersey, forma as Ilhas do Canal. O Bailiado de Guernsey (Bailiwick of Guernsey, em inglês; Bailliage de Guernesey, em francês) está situado a norte da região francesa da Normandia, entre o Canal da Mancha e o Golfo de Saint-Malo ao sul, com 78 km² e 65 573 habitantes.

O bailiado de Guernsey divide-se em dois grupos de ilhas: o grupo principal inclui propriamente a ilha de Guernsey, ademais das ilhas de Sark, Herm, Brecqhou e Jethou; o grupo secundário, situado a nordeste, ao largo do cabo francês de La Hague, inclui as ilhas de Alderney e Burhou.

Os territórios vizinhos mais próximos de Guernsey são Jersey a sudeste, a França a oeste e a Inglaterra ao norte.

Subdivisões de Guernsey[editar | editar código-fonte]

Mapa de Guernsey, em língua guernésiais

Guernsey encontra-se dividida em 10 paróquias (parishes) que são:

Cultura[editar | editar código-fonte]

A cultura do bailiado de Guernsey, bem como da ilha com o mesmo nome, foi alimentada pelas tradições normandas incluindo a sua língua. Foi também influenciada pelas culturas da França (especialmente elementos normandos) e da Grã-Bretanha, à qual foram acrescentadas as contribuições das comunidades de imigrantes, como a portuguesa, que, em 2000, representava 3,3% da população de Guernsey – cerca de 2 000 pessoas.[9]

Curiosidade

Os Trabalhadores do Mar é a tradução portuguesa de Les Travailleurs de la mer, um romance de Victor Hugo, escritor francês, publicado em 1866. O livro é dedicado à Ilha de Guernsey, onde Hugo viveu 15 anos em exílio auto-infligido. A dedicatória diz:

Dedico este livro ao rochedo de hospitalidade e de liberdade, a este canto da velha terra normanda onde vive o nobre e pequeno povo do mar, à ilha de Guernesey (ou Guernsey), severa e branda, meu atual asilo, meu provável túmulo.

A história tem como protagonista um habitante de Guernsey de nome Gilliatt.[10]

Línguas[editar | editar código-fonte]

O inglês é a única língua falada pela maioria da população, enquanto o guernésiais, a língua normanda da ilha, é falado fluentemente por 2% da população (de acordo com o censo de 2001). No entanto, 14% da população reivindica que tem alguma compreensão da língua e aquela é ensinada em algumas poucas escolas da ilha. Até ao início do século XX o francês era a única língua oficial. Os nomes de família e local refletem essa herança linguística. A perda desta língua na ilha reflete uma anglicização significativa de sua cultura e de mentalidade, em parte provocada por um grande número de fiscais exilados da Inglaterra. O português é ensinado em algumas escolas e é falado por cerca de 2% da população.[11][12]

Referências

  1. http://publications.europa.eu/code/pt/pt-5000500.htm
  2. «Guernsey in CIA World Factbook» (em inglês). CIA. Consultado em 17 de dezembro de 2016 
  3. Dicionário Priberam da Língua Portuguesa (Portugal), verbete "garnisé" (http://priberam.pt/DLPO/garnise)
  4. «Forma usada pelo Governo brasileiro». Arquivado do original em 14 de março de 2015 
  5. Dicionário Aurélio, verbete "garnisé"
  6. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, verbete garnisé
  7. Código de Redacção Interinstitucional da União Europeia
  8. a b Rocha, Carlos (25 de janeiro de 2012). «A grafia de Guernsey e Jersey». Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Consultado em 25 de janeiro de 2012 
  9. «Voices - Multilingual Nation - Portuguese» (em inglês). BBC. Consultado em 17 de dezembro de 2016 
  10. «Les Travailleurs de la Mer». 23 de julho de 2014 
  11. «Voices - Multilingual Nation - Guernesiais» (em inglês). BBC. Consultado em 17 de dezembro de 2016 
  12. «O garnisé, quem diria, veio de Guernsey». Veja. Consultado em 17 de dezembro de 2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]