Gunnar Vingren

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gunnar Vingren
Fundador e Pioneiro das Assembleias de Deus no Brasil
Nascimento 8 de agosto de 1879
Östra Husby,  Suécia
Morte 29 de junho de 1933 (53 anos)
Suécia
Nacionalidade sueco
Cônjuge Frida Vingren
Ocupação Missionário e pastor pentecostal

Adolph Gunnar Vingren (Östra Husby, Östergötland, 8 de agosto de 1879Suécia, 29 de junho de 1933) foi um missionário evangelista pentecostal sueco. Atuou no início do século XX no Brasil, e fundou com Daniel Berg a Assembleia de Deus no Brasil.[1][2][3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gunnar começou a trabalhar na jardinagem, profissão de seu pai, aos onze anos. Foi batizado nas águas aos 18 anos, em 1897, e começou a ensinar na Escola Dominical, substituindo seu pai. No ano seguinte, Gunnar participou de uma escola bíblica em Götabro.[2]

Imigrou para os Estados Unidos em 1903, indo morar com um tio em Kansas City. Em setembro do ano seguinte, mudou-se para Chicago para cursar o seminário teológico batista sueco. Terminou os estudos e tornou-se pastor em 1909. Assumiu o pastorado da Primeira Igreja Batista em Menominee (Michigan), de junho de 1909 a fevereiro de 1910. Ainda em 1909, Vingren recebeu o batismo no Espírito Santo, na Primeira Igreja Batista Sueca em Chicago, e começou a pregar a mensagem pentecostal. Na mesma época conhece Daniel Berg.[2]

A igreja de Vingren se dividiu, entre os favoráveis e os contrários à nova doutrina, sendo assim obrigado a deixar o pastorado. Frequentou várias igrejas pentecostais em Chicago, e no verão de 1910 pastoreia a Igreja Batista Sueca de South Bend (Indiana), onde todos aceitam o Pentecostalismo. Foi naquela igreja que teria recebido uma profecia onde Deus o chamava como missionário para o Pará. Berg se junta à ele em South Bend, e também é chamado para acompanhar Vingren ao Brasil.[2] Assim, no começo de novembro, os dois suecos partem de Nova Iorque para o Brasil, chegando a Belém em 19 de novembro de 1910.[4]

Foram hospedados no porão de um ministro batista; Daniel começou a trabalhar durante o dia e Gunnar estudava a língua portuguesa, e à noite, Gunnar compartilhava o que havia aprendido. A pregação da doutrina pentecostal entre os batistas em Belém resultou na exclusão dos dois missionários e mais dezoito membros que os apoiavam.[4][5] Então, em 18 de junho de 1911, formaram a Missão da Fé Apostólica.[4][6] Apenas em 11 de janeiro de 1918 Gunnar registra a igreja em cartório, já como "Assembleia de Deus".[5]

Em uma viagem de Vingren à Suécia, ele conheceu uma enfermeira chamada Frida Strandberg, que também havia sido chamada missionária para o Brasil. Em 16 de outubro de 1917, Gunnar e Frida casaram-se em Belém do Pará. Eles tiveram seis filhos: Ivar, Ruben, Margit, Astrid, Bertil e Gunvor.[4][5]

Após pastorear a igreja em Belém por quatorze anos,[4] Pastor Vingren e sua família seguiram para o sul, passando pelo Rio de Janeiro, Santa Catarina e cidades de São Paulo. Estabeleceram-se definitivamente no Rio de Janeiro, pastoreando a Assembleia de Deus de São Cristóvão de 1924 a 1932.[5]

Trabalhou na organização da nascente Assembleia de Deus através da criação de publicações (os jornais Boa Semente, O Som Alegre e Mensageiro da Paz), convocação à Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (presidiu a segunda convenção) e da compilação de um hinário.[4][6]

Gunnar possuía uma saúde frágil; a família retornou a seu país natal, em 15 de agosto de 1932, onde ele faleceu no ano seguinte, em consequência de um câncer de estômago.[4] Foi sepultado no Skogskyrkogården (The Woodland Cemetery), Estocolmo na Suécia.[5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Redação Revista Ultimato. «Gunnar Vingren e Daniel Berg: os pioneiros das Assembleias de Deus». Ultimato. Consultado em 12 de junho de 2014 
  2. a b c d Araujo, Isael de. (2007). Dicionário do movimento pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD. pp. 898–903. OCLC 505684019 
  3. Renato Cavallera. «Gunnar Vingren e Daniel Berg – A história dos fundadores da Assembléia de Deus no Brasil». Gospel Mais. Consultado em 12 de junho de 2014 
  4. a b c d e f g «Chegada dos missionários da Assembleia de Deus no Brasil». HISTORY. 18 de novembro de 2019. Consultado em 9 de setembro de 2020 
  5. a b c d e Gunnar Vingren (em inglês) no Find a Grave
  6. a b «CPAD - Nossa História». www.editoracpad.com.br. Consultado em 9 de setembro de 2020 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Vingren, Ivar. Pionjärens dagbok: brasilienmissionären Gunnar Vingrens dagboksanteckningar. Estocolmo: L. Pethrus förl., 1968.
  • Vingren, Ivar. Diário do Pioneiro Gunnar Vingren. Rio de Janeiro: CPAD, 1973.
  • Vingren, Ivar, Nyberg Gunilla, Alvarsson Jan-Åke, Johannesson Jan-Endy. Det började i Pará: svensk pingstmission i Brasilien. Estocolmo: Missionsinstitutet-PMU, 1994.