Igreja Unida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Igreja Unida
Orientação Evangélica, pentecostal
Fundador Luís Schiliró
Origem 12 de julho de 1963
Sede São Paulo, através de sua entidade regente: Convenção Unida Brasileira[1]
Número de membros 50 898
Número de igrejas Aproximadamente 300
Países em que atua 4

A Igreja Unida[2] é uma instituição evangélica, do segmento pentecostal da segunda onda,[3] [4] fundada em São Paulo, Brasil em 12 de julho de 1963. Sua existência se deu por fusão das seguintes igrejas: Igreja Cristã Pentecostal Evangelização e Cura Divina “Maravilhas de Jesus”; Igreja Evangélica do Povo e Igreja Cristã Evangélica Unida, contrariando a tendência corrente no Brasil de segmentação de igrejas no ramo evangélico.

Em sua fundação teve como presidente o pastor Luís Schiliró.[5] A entidade tem como única regra de e prática, declaradamente, as Escrituras Sagradas, a Bíblia. Seus membros aceitam e praticam o batismo nas águas por imersão, em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo. Seu primeiro nome, no momento de sua fundação, foi Igreja Evangélica Pentecostal Unida,[6] alterado posteriormente por problemas de ordem legal.

No ano de 2013, a Igreja Unida comemorou o seu jubileu de ouro de fundação, através de sua entidade regente, a Convenção Unida Brasileira.[7] O atual presidente da Igreja Unida é o pastor Leonardo Meyer.[8]

Atualmente, a Igreja Unida é uma igreja conhecida em termos mundiais. Existem vários campos subdivididos no Brasil e no exterior, no qual em cada campo há um pastor responsável pelas determinadas igrejas que este campo possui.

História[editar | editar código-fonte]

A Igreja Unida foi fundada de um modo peculiar. Enquanto muitas denominações surgem em função de divisões originadas por questões doutrinárias ou interesses pessoais, essa denominação surge de uma união, ou seja, de uma fusão como veremos a seguir.

No princípio eram três Igrejas: Igreja Cristã Pentecostal de Evangelização e Cura Divina “Maravilha de Jesus”, presidida pelo Pastor Samuel Spazapan; Igreja Evangélica do Povo, presidida pelo Pastor José Spassapan e Igreja Cristã Evangélica Unida, cujo Pastor presidente era Francisco Cardoso.

Logicamente, tendo em vista a importância do passo que seria dado pelas três denominações, foram necessárias muitas reuniões, principalmente entre as lideranças, muitas reuniões de oração e vigílias e porque não dizer muitas lágrimas derramadas, pois, havia necessidade de se verificar os pontos em comum existentes entre aquelas denominações, superar alguns pontos de divergência e inclusive abrir-se mão de nomes para se chegar a um denominador comum, escolhendo-se um nome que fosse de consenso e graças ao nosso Bom Deus e a sublime direção do Espírito Santo, todas as barreiras foram superadas e o sonho daquelas lideranças pôde se tornar realidade.

Assim, no dia 12 de julho de 1963, às 20h30 no salão das Classes Laboriosas, situado na Rua Roberto Simonsen N° 22 Centro, de São Paulo, sob a presidência do Pastor Luiz Schiliró, com a presença de obreiros e representantes das três Igrejas, houve a fundação da Igreja Evangélica Pentecostal Unida, formando-se, por eleição naquela mesma noite a Diretoria Executiva constituída dos seguintes irmãos:

Presidente – Pastor Luiz Schiliró,

Vice Presidente – Pastor Samuel Spazapan,

1° Secretário – Presbítero Paulo Máximo Tostes

2° Secretário – Pastor Francisco Cardoso

1° Tesoureiro – Pastor Luiz Reinaldo Ferreira

2° Tesoureiro – Duarte Soares de Vasconcelos,

Diretor de Patrimônio – Pastor José Maria Ayres

Conselheiros Pastor Eurico de Almeida Vieira e Pastor José Spassapan

A Igreja manteve a Denominação de Igreja Evangélica Pentecostal Unida, durante muitos anos, porém, por problemas de ordem legal, teve que mudar de nome, e submetendo-se alguns nomes à aprovação da Assembléia, foi escolhido o nome IGREJA UNIDA em 14 / 08 / 1987, que permanece até a data de hoje.

 A partir de então a nova Igreja teve um desenvolvimento satisfatório, pois, embora não tenha crescido de forma que todos gostariam, tem obtido um crescimento seguro, com solidez, alcançando vários Estados de nosso País e também procurando fincar suas raízes em outras nações como Estados Unidos, Peru, Argentina e Paraguai, e acima de tudo, procurando pautar sua conduta nos ensinamentos das Sagradas Escrituras, através deste documento que podemos afirmar ser o nosso catecismo, ou seja “Os fundamentos da fé”, que para conhecimento de toda a membresia será 5 transcritos adiante, para que cada membro da Igreja Unida possa realmente e com convicção informar a quem for necessário a razão de sua fé e permanência nessa Denominação.

 Com mais de 52 anos de existência da denominação, a igreja Unida conta com Igrejas espalhadas pelos bairros da Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, diversas Igrejas no interior, Estado de Minas Gerais com Igrejas na Capital e interior, vários Estados do Nordeste Brasileiro e Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e igrejas em  territórios internacionais.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Página da Convenção Unida Brasileira e Igreja Unida
  2. Igreja Unida
  3. Pentecostalismo
  4. Pentecostais da Segunda Onda
  5. Atuação de Luis Schiliró
  6. Título anterior
  7. Página da Convenção
  8. Atual presidente

Ligações externas[editar | editar código-fonte]