Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana
Classificação Protestante
Orientação Neopentecostal
Área geográfica Brasil
Origem 1969 (51 anos)
São Paulo
Separado de Igreja Presbiteriana Independente do Brasil
Congregações 12[1]
Site oficial www.portaliecp.com.br

A Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana é uma denominação cristã de orientação Neopentecostal, fundada em 1969 em São Paulo por Odécio Egydio, Daniel Cândido de Oliveira e suas respectivas esposas. A igreja começou a partir de reuniões de oração e conta hoje com centenas de igrejas em todo o Brasil.[1][2]

A denominação se diferencia das denominações presbiterianas tradicionais por reconhecer o apostolado moderno, tendo conferido em 2012 o título de apóstolo ao seu pastor fundador,[2] o que é completamente rejeitado pelas denominações presbiterianas tradicionais[3][4] e adotado geralmente por denominações neopentecostais[5][6][7][8][9][10].

A maioria das Igrejas Evangélicas Cristã Presbiteriana são autônomas e independentes, possuindo seu próprio presbitério, diretoria e isenção.

Doutrina[editar | editar código-fonte]

A igreja crê:

História[editar | editar código-fonte]

Os membros fundadores da igreja eram inicialmente integrantes da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil. Nas década de 1960-1970 vários grupos dentro desta denominação passaram por um período de contato com o movimento pentecostal, de forma que surgiram diversas denominações a partir desta igreja com uma visão pentecostal tais como a Igreja Presbiteriana Independente Renovada (que se uniu com a Igreja Cristã Presbiteriana em 1975 pra formar a atual Igreja Presbiteriana Renovada do Brasil).[12][13][14][15]. Outro grupo formado foi o que deu orgirem a Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana.

Em 1969, Odécio Egydio, sua esposa, Leonor Lima Egydio, Daniel Cândido de Oliveira e sua esposa Ivone Flausino de Oliveira começaram grupos de oração, e partir de tal, chegaram a conclusões comuns quanto a doutrina pentecostal do "Batismo com o Espírito Santo". A partir disto o grupo começou a crescer e a ocupar cada vez um espaço maior, tendo de alugar um espaço para a realização de suas reuniões.[16]

Em 1975 a igreja se organizou com um estatuto. Nas décadas de 1980 e 1990 a igreja teve grande vigor missionário e espalhou congregações por todo o estado de São Paulo.

Em 2012, a denominação adotou o apostolado moderno, conferindo o título de apóstolo ao seu pastor fundador.[2]

Em 2015, a Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana já contzva com centenas de igrejas em todo o território nacional com objetivo de crescimento por meio de ação missionária.[17][18]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • MARQUES, Wagner Luiz. História de Cianorte - Sua Criação. Volume 1. São Paulo. Editora Clube de Autores. 1ª Edição 2013. p. 344-345.
  • GINI, Sérgio. Conflitos no campo Protestante: O Movimento Carismático e o surgimento da Igreja Presbiteriana Renovada (1965-1975). Revista Brasileira de História das Religiões. ANPUH, Ano III, n. 8, Set. 2010 - ISSN 1983-2850.
  1. a b «Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana: História». Consultado em 19 de junho de 2015 
  2. a b c «Apóstolo Augusto Odécio Egydio recebe o título de Cidadão Joseense em sessão». Câmara Municipal de São José dos Campos. 3 de junho de 2016. Consultado em 17 de outubro de 2020 
  3. «Reverendo Presbiteriano Augustus Nicodemus Lopes critica movimento apostólico no Brasil». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  4. «Augustus Nicodemus Lopes critica movimento apostólico no Brasil». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  5. «Mevam: Os Cinco Ministério». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  6. «Igreja Apostólica Templo em Adoração: Os Cinco Ministério». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  7. «Igreja Batista Lagoinha: Os Cinco Ministério». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  8. «Monte Sião: Os Cinco Ministério». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  9. «Rede Apostólica de Ministração Cristã: Os Cinco Ministério». Consultado em 4 de outubro de 2016 
  10. «Igreja Presbiteriana do Brasil proibe organização de igrejas em células ou G12» (PDF). 29 de março de 2012. Consultado em 16 de outubro de 2020 
  11. «Declaração de Fé da Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana». Consultado em 11 de junho de 2015. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  12. «"Sinopse da História da Igreja Presbiteriana Renovada do Brasil"». Consultado em 11 de junho de 2015. Arquivado do original em 12 de outubro de 2007 
  13. «"DENOMINAÇÕES PRESBITERIANAS NO BRASIL"». Consultado em 11 Jun. 2015 
  14. «Igreja Presbiteriana Renovada de Maringá». Consultado em 19 Jun. 2015 
  15. «Igreja Presbiteriana Renovada de Porto Alegre». Consultado em 19 de junho de 2015. Arquivado do original em 13 de junho de 2015 
  16. «Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana da Zona Sul: História». Consultado em 19 Jun. 2015 
  17. «Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana de Virginia: História». Consultado em 19 Jun. 2015. Arquivado do original em 20 de junho de 2015 
  18. «Web Sta:Igreja Evangélica Cristã Presbiteriana». Consultado em 19 de junho 2015