Igreja Videira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde abril de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Igreja Videira
Classificação Evangélica
Orientação Pentecostal Reformada
Líder Marcelo Almeida[1]
Associações VINHA - Videira e Ministérios Associados
Área geográfica Principalmente no Brasil em todos os estados da federação, e em 32 países, dentre eles: Estados Unidos, Canadá, Moçambique, Zâmbia, Perú, Paraguai, Argentina, Chile, Uruguai, Holanda, Bélgica, França, Alemanha, Portugal, Japão, Afeganistão, Iraque e Inglaterra[1]
Fundador Aluízio Antônio da Silva e Marcelo Almeida[1]
Origem 1997 (21 anos)
Goiânia, Goiás
Congregações +-900 Igrejas Videiras e +- 400 igrejas filiadas
Membros 32.000[2] somente em Goiânia e Aparecida de Goiânia, divididos em 9 grandes Igrejas (Bueno, Praça da Bíblia, Garavelo, Portal, Canaã, Jd. Botânico, Guanabara, Recanto do Bosque e Aparecida de Goiânia)
Site oficial www.igrejavideira.com

A Igreja evangelica Videira é uma denominação cristã, fundada em Goiânia, Goiás, em 1997, pelo pastor Aluízio A. Silva e pastor Marcelo Almeida.[1] . Se declara Apostólica, Fundamentalista, Reformada, Pentecostal e Evangélica.[3] Adota o sistema de igrejas em células, baseando-se na ideia de propagação da fé feita por todos os crentes, os quais são sacerdotes e ministros de Deus, sempre sujeitos a sua liderança, devendo o liderado obediência para cumprir plenamente o propósito. Acreditam ainda no discipulado, onde irmãos mais velhos ensinam os mais novos.

A Igreja crê na Inerrância bíblica, na doutrina do Nascimento virginal de Jesus, Expiação (visão de substituição penal), na existência de uma igreja universal composta de todos os crentes.[3] Além disso, rejeita o divórcio, embora aceite como membros pessoas divorciadas, porém o mesmo não é permitido para os pastores. Não tem normas específicas quanto ao uso de roupas, mas prioriza o bom senso e a santidade em toda a maneira de se vestir, considera a homossexualidade um pecado. Quanto a participação das mulheres, permite que elas sejam pastoras, lhes restringindo a tomada de decisões e o governo da igreja, ficando a cargo destas o cuidado com as redes de crianças e juvenis.[2]

A Visão dos Vencedores é a forma como a igreja afirma que todos os crentes são salvos, porém alguns reinarão e outros não. Nesta visão do Watchman Nee, todos os Crentes são salvos, pois os Santos não podem cair da Graça, porém alguns receberão galardão e outros não. O Pastor Aluizio Silva, em seu livro "Efesios, O Mistério de Jesus Revelado", defende a doutrina da Eleição Incondicional, deixando à entender que a doutrina da Eleição condicional é incoerente pois é Deus que opera o arrependimento, O Pastor Naor Pedroza respondendo uma pergunta sobre a doutrina da Eleição diz que Deus escolheu os eleitos e que a Eleição não tem nada a ver com o homem.

São monergistas, inclusive no Livro: "Efesios o Mistério de Jesus revelado", o Pastor Aluizio Silva declara "Nós podemos dizer que Cristo morreu apenas pela Igreja" e coloca depois desta afirmação uma ilustração sobre a Eleição divina, o que caracteriza uma crença na substituição penal (expiação definida).

Nas referencias e notas do Livro "Efesios, O Mistério de Jesus revelado", O Pastor Aluizio traz os livros que expõem a doutrina da Eleição: de Martin Llyod Jones e John Stott. Todas essas posições e referencias caracterizam uma doutrina Monergista.

Creem na continuidade dos dons espirituais, na manifestação livre do Espírito Santo.[4]

Eventos[editar | editar código-fonte]

A partir do ano 2000 a igreja passou a realizar anualmente a Conferência Radicais Livres, que ocorre em Goiânia no mês de setembro.[5][6][7]

Em 2012, cerca de 50 mil participantes estiveram presentes a conferência.[8][9][10] No ano de 2014 a Conferência contou com a participação de 40 mil pessoas[11], e em 2015, 50 mil, sendo transmitida em TV Aberta[12][13][14][15] e rádio.[16] Para o ano de 2016, a Conferência passará por uma nova estruturação, sendo o evento neste ano apenas para os líderes de células de jovens e adolescentes de todo o Brasil e em 2017 de 2 em 2 anos.

A Igreja ficou conhecida em Coxim, São Paulo, por manifestações contra a pedofilia.[17]

Algumas vezes foram recebidos governantes na Igreja, embora nunca tenha sido declarado apoio a nenhum destes.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.