T-Mobile G1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de HTC Dream)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
HTC Dream/T-Mobile G1
Telemóvel HTC Dream
Fabricante HTC
Slogan
Ecrã 3,2 polegadas
Sistema operativo Android
CPU 528 MHz Qualcomm MSM7201A ARM11
Memória 256MB
Armazenamento Até 16GB
Dimensões 117.7 mm (altura)
55.7 mm (largura)
17.1 mm (espessura)
Peso 158 g
Cronologia
HTC Magic

O T-Mobile G1 (nos Estados Unidos e partes da Europa), ou G1 Mobile, ou HTC Dream (nome mundial), é um aparelho telemóvel produzido pelas fabricantes taiwanesa HTC e T-Mobile,[1] lançado em outubro de 2008,[2] comercialmente como o primeiro a ter o sistema operacional móvel Android, como padrão de fábrica.[1]

O Android é um sistema operacional baseado no Kernel Linux de versão 2.6.25,[3] que foi adquirido e desenvolvido pela Google e a Open Handset Alliance para criar um concorrente, livre com código aberto,[4] a outros sistemas de smartphones da época, tais como: Symbian e BlackBerry.[5]

O HTC Dream recebeu críticas diversas, mas maioritariamente positivas, sendo elogiado pelo seu design de hardware sólido e robusto. A introdução do sistema operacional Android foi recebido com críticas pela falta de algumas funcionalidades e de software de terceiros em relação a plataformas ja existentes, mas ainda assim foi considerado inovador, devido: à sua natureza aberta e flexível, integração da barra de notificações e a barra de status e,[6] integração forte com os serviços do Google.

Características[editar | editar código-fonte]

O HTC Dream contava com um teclado físico deslizante, pois o sistema Android 1.0 não possuia um teclado virtual. Na parte inferior do teclado havia cinco botões que hoje são representados por ícones: chamada, home, mouse, voltar e, colar.[1]

Um modelo sem conector para fones de ouvido, assim possuia um adaptador na porta USB.[1]

O HTC Dream contava com dimensões de 117.7 x 55.7 x 17.1 mm e peso de 158 gramas.

Na parte de conectividade é através do WiFi e serviço de localização através do GPS.[7]

Possui processador Qualcomm MSM7201A de 528 MHz, com 192 MB de RAM e 256 MB de armazenamento interno.[1][7]

Possui uma tela com 3.2 polegadas e resolução de 320 x 480 pixel com 260 mil.[7]


Ícone de esboço Este artigo sobre telemóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e Moreira, Eduardo (24 de setembro de 2018). «10 anos do HTC Dream, o primeiro smartphone Android da história». TargetHD. Consultado em 20 de março de 2019 
  2. Mark Wilson (23 de setembro de 2008). «T-Mobile G1: Full Details of the HTC Dream Android Phone». gizmodo.com. Consultado em 27 de dezembro de 2013 
  3. «Industry Leaders Announce Open Platform for Mobile Devices» (Nota de imprensa). Open Handset Alliance. 5 de novembro de 2007. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  4. «Industry Leaders Announce Open Platform for Mobile Devices» (Nota de imprensa). Open Handset Alliance. 5 de novembro de 2007. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  5. Chris Welch (16 de abril de 2013). «Before it took over smartphones, Android was originally destined for cameras». The Verge. Consultado em 1 de maio de 2013 
  6. Moreira, Eduardo (24 de setembro de 2018). «O que estava presente no Android 1.0 em 2008 e usamos até hoje em nossos smartphones». TargetHD. Consultado em 20 de março de 2019 
  7. a b c «HTC G1 Dream». Tudo Celular. Consultado em 20 de março de 2019