Leo Jaime

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Léo Jaime)
Ir para: navegação, pesquisa
Leo Jaime
Leo na Fifa Fan Fest, Taguatinga, DF, 2014 (foto: André Borges/ComCopa)
Informação geral
Nome completo Leonardo Jaime Góes
Nascimento 23 de abril de 1960 (55 anos)
Origem Goiânia, Goiás
País  Brasil
Gênero(s) rockabilly
pop rock
Instrumento(s) vocal
guitarra
violão
Período em atividade 1983 - atualmente
Gravadora(s) CBS, Warner Music e Som Livre
Afiliação(ões) João Penca e Seus Miquinhos Amestrados
Página oficial www2.uol.com.br/leojaime

Leonardo "Léo" Jaime Góes (Goiânia, 23 de abril de 1960) é um ator, cantor, compositor, escritor e jornalista brasileiro.

Léo Jaime participou da formação original do grupo carioca de rockabilly João Penca e Seus Miquinhos Amestrados,[1] e saiu do grupo para seguir carreira solo. Foi Leo Jaime que indicou Cazuza à então nascente banda Barão Vermelho, recusando o posto de vocalista.[2]

Léo Jaime fez muito sucesso na década de 1980, quando emplacou vários hits nas rádios do Brasil, além de fazer trilhas sonoras para filmes e novelas. Seus principais discos solo são Phodas "C", de 1983 e Sessão da Tarde, lançado em 1985 (que vendeu mais de 160 mil cópias)[3] . Lançou Todo Amor em 1995, uma obra de intérprete e Ïnterlúdio, em 2008, com canções inéditas.

Como ator, Léo Jaime atuou na telenovela Bebê a Bordo, de 1988, como Zezinho, nos filmes O Escorpião Escarlate, Rádio Pirata, Rock Estrela e As Sete Vampiras e também no teatro, como no musical Vitor ou Vitória, em São Paulo, ao lado de Marília Pêra e no musical Era no Tempo do Rei, baseado na obra de Ruy Castro, interpretando Dom João VI.

Também escreve para televisão, jornais e revistas. É cronista, foi autor/redator de textos para programas da televisão como Domingão do Faustão e Megatom, na Globo, e comentarista de futebol no SBT. Suas crônicas foram publicadas nos jornais O Globo e O Dia e nas revistas Desfile e Capricho.

Atualmente trabalha na novela Malhação.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1994 - Rock Horror Show
  • 2001 - Vitor ou Vitória
  • 2003 - Terceiras Intenções
  • 2008 - Os Cafajestes
  • 2010 - Era No Tempo Do Rei

Televisão[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

2014 - Cabeça de Homem

Membros da Banda Léo Jaime[editar | editar código-fonte]

Membros Atuais[editar | editar código-fonte]

  • Léo Jaime - vocais e guitarra(1983-presente)
  • Ricardo Palmeira - guitarra (2015)
  • Rodrigo Sha - baixo (2007-presente)
  • Alexandre Fonseca - bateria(1995-1996- 2010-presente)
  • Lancaster - Baixo
  • Humberto Barros - Teclado
  • Marcos Suzano - percussão
  • Aquiles Moraes - Trompete
  • Everson Moraes - Trombone

Ex-Integrantes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Arthur Dapieve. Brock: o rock brasileiro dos anos 80. [S.l.]: Editora 34, 1996. 29 p. 8573260084, 9788573260083
  2. Cazuza, Lucinha Araújo, Regina Echeverria. Cazuza: preciso dizer que te amo: todas as letras do poeta. [S.l.]: Editora Globo, 2001. 8525032476, 9788525032478
  3. Google Books, livro "1985, O Ano em Que o Brasil Recomeçou books.google.com.br. Visitado em 25/04/2012.
  4. Temporada 1 > Episódio 6 - Godofredo Por Isso Eu Sou Vingativa - MULTISHOW. Visitado em 12 de julho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Leo Jaime
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.