Luís Carlos Goiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luís Carlos Goiano
Informações pessoais
Nome completo Luís Carlos Vaz da Silva
Data de nasc. 31 de agosto de 1968 (49 anos)
Local de nasc. Bandeira de Santa Bárbara de Goiás.png Santa Bárbara de Goiás, (GO),  Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1, 78 m
Destro
Apelido Goiano
Informações profissionais
Período em atividade Como jogador: 19862003 (17 anos)
Como técnico: 20092010 (1 ano)
Como diretor executivo: 2013presente (4 anos)
Equipa atual Brasil Grêmio Novorizontino
Posição ex-Volante
Função Diretor executivo
ex-Técnico
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1986
19871994
1990
1992
1992
1993
1994
19951999
2000
2001
2003
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Novorizontino
Brasil São José (emp.)
Brasil Ponte Preta (emp.)
Brasil Sport (emp.)
Brasil São Paulo (emp.)
Brasil Remo
Brasil Grêmio
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Etti Jundiaí
Brasil América Mineiro







0058 000(5)
0013 000(1)
Times/Equipas que treinou
2009
2010
2013
Brasil Grêmio Prudente
Brasil Mirassol
Brasil Grêmio Novorizontino (Diretor executivo)
0006
0002
Última atualização: 11 de janeiro de 2017

Luís Carlos Vaz da Silva, mais conhecido como Luís Carlos Goiano, ou simplesmente Goiano (Santa Bárbara de Goiás, 31 de agosto de 1968), é um ex-futebolista[1] e técnico[2] brasileiro que atualmente é diretor executivo. Atualmente é diretor executivo do Grêmio Novorizontino, clube no qual é um grande ídolo.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no Novorizontino em 1990 onde foi vice-campeão do Campeonato Paulista.[1]

Foi do Novorizontino para o São Paulo de Telê Santana onde participou do elenco campeão mundial.[1] Atuou pelo Remo no Campeonato Brasileiro de 1994, e no final da temporada transferiu-se para o Grêmio, a pedido do então treinador Luiz Felipe Scolari, onde foi campeão em várias oportunidades.[1]

Dispensado ao final de 1999, acertou-se com o Atlético Paranaense para a disputa da Copa Libertadores em 2000. Foi campeão estadual no clube paranaense.

Jogou ainda pelo Etti Jundiaí (antiga denominação do atual Paulista de Jundiaí), clube pelo qual sagrou-se campeão paulista da Série A2 e campeão da Série C do Campeonato Brasileiro, e pelo América Mineiro, onde encerrou sua carreira.

Como técnico dirigiu em 2009, o Barueri desde a 32ª rodada do Brasileiro, em substituição a Diego Cerri que virou preparador físico. Foi contratado pelo Mirassol onde ficou duas rodadas e foi demitido.

Atualmente, Goiano exerce o cargo de diretor de futebol no Grêmio Novorizontino.

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

Brasil Grêmio
Brasil São Paulo
Brasil Atlético Paranaense
  • Campeonato Paranaense - 2000
Etti Jundiaí
  • Campeonato Paulista - Série A2 - 2001
  • Campeonato Brasileiro - Série C - 2001

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g miltonneves.com.br. «Luís Carlos Goiano (ex-meio-campista do Grêmio)». Consultado em 27 de dezembro de 2008 
  2. Esportes Terra. «Barueri contrata três técnicos para temporada 2009». Consultado em 27 de dezembro de 2008 
  3. «Perfil de Goiano». OGol 
  4. rsssfbrasil. «Bola de Prata (Placar Magazine)». Consultado em 27 de dezembro de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.