Miçanga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Miçangas.
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons

Uma miçanga (português brasileiro) ou missanga (português europeu) é um pequeno objeto decorativo feito de materiais naturais como pedra, ossos, conchas, madeira ou, na maioria dos casos, de vidro. Costuma ser usado para enfeitar colares (ou qualquer ornamento feito com esses vidrilhos), e são reconhecíveis por serem dotados de um pequeno furo no centro para rosqueamento ou encordoamento. Depois, são atados a um fio, corrente ou colar.[1] Suas cores e diferentes formas são muito utilizadas na área da moda, artesanato e decoração para compor peças únicas. Sua história apresenta grande importância também para os povos indígenas e é muito utilizada em diversas culturas do mundo.

O uso de miçangas se originou na África do Sul e países adjacentes, onde possuem um valor espiritual,[2] já que esses colares eram usados em seus primórdios para a oração ou devoção, ou talvez, para afugentar maus espíritos. Para os povos indígenas, seu significado não é puramente estético, para eles existe uma questão ligada à ancestralidade e corporalidade[3]. Atualmente, a maior parte da criação de miçangas é voltada para acessórios de beleza.[4] Costumam ser vendidas nas praias.

As miçangas possuem uma ligação direta com as artes indígenas seguindo tradições da cultura, onde também utilizam com elas o uso de sementes diversas, penas, dentes, ossos, caroços de frutas, conchas,pedras e contas de diversos materiais como madeira e cristais. Para os povos indígenas, seu significado não é puramente estético, para eles existe uma questão ligada à ancestralidade e corporalidade[5].

Objetos artesanais indígenas, como pulseiras, braçadeiras,bandoleiras, tornozeleiras e brincos geralmente são produzidos pelas mulheres da aldeia. Elas escolhem o material, as cores a técnica e combinações gráficas, possuindo um estilo próprio[6]. Seu Design gráfico contém um destaque visual, principalmente pelo seu sistema de padronagem com cores, formas e desenhos que a compõem. Para essas produções são utilizadas diferentes técnicas, com algodão cru ou envira[7]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Miçanga" viria do idioma xhosa masanga, palavra de origem africana que significa “contas de vidro miúdas”[7], que é o plural de usanga.[1] Ou viria do tupi antigo posanga, "enfeite".[8]

Referências

  1. a b FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira.1986. p. 1 130.
  2. «Miçanga ou missanga». Dicionário Online de Português. Consultado em 4 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 11 de novembro de 2014 
  3. «Os Caminhos da Miçanga – Blog Tucum». Consultado em 23 de maio de 2022 
  4. Dubin, Lois Sherr. The History of Beads: From 100,000 B.C. to the Present, Revised and Expanded Edition. New York: Harry N. Abrams, (2009). ISBN 978-0810951747.
  5. «Tucum- plataforma de conteúdo pela re-existência dos povos indígenas do Brasil» 
  6. Aguillar Leite, Gabriela (2018). «O mundo das miçangas entre os Matipu do alto Xingu». econtents 
  7. a b «No caminho da miçanga». Google Arts & Culture. Consultado em 23 de maio de 2022 
  8. NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo. São Paulo. Global. 2013. p. 402.
Ícone de esboço Este artigo sobre vestuário ou moda é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.