Morungaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município da Estância Climática de Morungaba
"Colmeia do Vale , Morunga"
Bandeira da Estância Climática de Morungaba
Brasão da Estância Climática de Morungaba
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 29 de junho de 1888 (129 anos)
Gentílico morungabense
Prefeito(a) Marco Antonio de Oliveira (PSD)
(2017–2020)
Localização
Localização da Estância Climática de Morungaba
Localização da Estância Climática de Morungaba em São Paulo
Estância Climática de Morungaba está localizado em: Brasil
Estância Climática de Morungaba
Localização da Estância Climática de Morungaba no Brasil
22° 52' 48" S 46° 47' 31" O22° 52' 48" S 46° 47' 31" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Macro Metropolitana Paulista IBGE/2008[1]
Microrregião Bragança Paulista IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Amparo, Bragança Paulista, Campinas, Itatiba, Pedreira, Tuiuti
Distância até a capital 108 km
Características geográficas
Área 146,752 km² [2]
População 12,934 hab. Estimativa IBGE/2015 [2]
Densidade 0,09 hab./km²
Altitude 765 m
Clima tropical de altitude Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,788 alto PNUD/2000[3]
PIB R$ 207 942,978 mil IBGE/2008[4]
PIB per capita R$ 15 996,84 IBGE/2008[4]
Página oficial
Prefeitura www.morungaba.sp.gov.br/
Câmara www.camaramorungaba.sp.gov.br/

Morungaba é um município brasileiro do estado de São Paulo, pertence a Região Metropolitana de Campinas. Localiza-se a uma latitude 22º52'48" sul e a uma longitude 46º47'30" oeste, estando a uma altitude de 765 metros. Sua população estimada em 2016 era de 13 . 095 habitantes. [2]

Estância climática[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Estância turística

Morungaba é um dos 12 municípios paulistas considerados estâncias climáticas pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de Estância Climática, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

História[editar | editar código-fonte]

Assentada nas colinas suaves de um vale ao pé da Serra de Cabras, o município é um convite à tranquilidade. Fundada em meados do século XIX com o nome de Conceição de Barra Mansa, mudado em 1919 para a denominação atual, Morungaba emancipou-se administrativamente em 1965 e foi elevada à condição de Estância Climática em 25 de julho de 1994.

Em gleba de terreno ligeiramente acidentado e fertilíssimo onde corre o Ribeirão dos Mansos, surgiram as primeiras casas do Bairro dos Mansos (sobrenome de provável família pioneira), formando um núcleo ao redor de uma capela dedicada a Nossa Senhora da Conceição. Era no tempo em que a lavoura cafeeira expandia-se pelo Estado. Com os cafezais, chegaram os imigrantes italianos que aqui se fixaram, primeiro na lavoura e, em seguida no comércio, solidificando o pequeno burgo.

Em meados do século XX, as primeiras indústrias se instalaram, o distrito transformou-se em município apresentando sinais de indiscutível progresso, evoluindo até tornar-se a cidade que hoje é, pequena porém agradável, pujante e movimentada. A lei nº, de 25 de julho de 1994, transformou o Município de Morungaba em estância climática. A cidade começa a estruturar-se para se transformar num ponto de atração turística. Potencial não lhe falta.


Toponímia: Morungaba, do tupi-guarani, colmeia de morungas, abelhas produtoras de dulcíssimo mel.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Município Limítrofes: Amparo - 26 km, Bragança Paulista - 43 km, Itatiba - 18 km, Campinas - 42 km, Pedreira, e Tuiuti.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Topografia[editar | editar código-fonte]

Levemente acidentada

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical de altitude. Temperatura Média: 18 a 26 graus, dentro de ótimo sistema ecológico.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

Prefeitos -

  1. - Lucio Roque Flaibam - 1965 - 1968 - PSP - VICE:José Frare
  2. - José Frare - 1969 - 1972 - Arena:Vice:Benedito Miguel
  3. - Lucio Roque Flaibam - 1973 - 1976 - Arena : Vice:Moacyr Tobias
  4. - Moacyr Tobias - 1977 - 1982 - Arena:Vice : Claudio Rossi
  5. - Claudio Rossi - 1983 - 1986 - PDS:Vice : Pedro Zem
  6. - Claudio Rossi (Segunda vez , reeleito em 1985) 1986 - 1988 - PDS:Vice:Pedro Zem
  7. - Moacyr Tobias - 1989 - 1992 - PFL:Vice:Osvaldo A. De Moraes
  8. - Maria Cecilia Pretti Rossi - 1993 - 1996 - PDS / PPR / PPB:Vice:Onofre A. da Costa
  9. - Lucio Roque Flaibam - 1997 - 1997(Eleito em 1996 , morre exercendo o mandato) - PSD - Vice : Angelina F. Tobias
  10. - Angelina Frare Tobias (Vice , assumiu cargo de prefeita , sucedendo o titular falecido) - 1997 - 2000 - PSDB
  11. - Maria Cecilia Pretti Rossi - 2001 - 2004- PPB / PP/PSDB - Onofre A. da Costa
  12. - Luvaldo André Flaibam - 2005 - 2008 - PTB - Vice: José Roberto Zem
  13. - José Roberto Zem - 2009 - 2012 - PV - Vice: Marco A. de Oliveira
  14. - José Roberto Zem (Reeleito , assume a prefeitura novamente) 2013 - 2016 - PV - Vice: Claudia Rossi Pretti
  15. - Marco Antônio de Oliveira - 2017 - 2020 - PSD - Vice: Luis Fernando Miguel
Dados do Censo - 2000

População total: 9.911

  • Urbana: 7.786
  • Rural: 2.125
  • Homens: 5.015
  • Mulheres: 4.896

Densidade demográfica (hab./km²): 67,65

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 16,80

Expectativa de vida (anos): 70,73

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,49

Taxa de alfabetização: 90,79%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,788

  • IDH-M Renda: 0,745
  • IDH-M Longevidade: 0,762
  • IDH-M Educação: 0,856

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Toponímia[editar | editar código-fonte]

  • Morungaba, do tupi-guarani, colmeia de morungas, abelhas produtoras de dulcíssimo mel (Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo).

Transporte[editar | editar código-fonte]

Ônibus intermunicipais[editar | editar código-fonte]

Convencional - Águas de Lindoia, Lindoia, Serra Negra, Amparo, Itatiba, Jundiaí, São Paulo (via Rodovia Anhanguera), Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. a b c «IBGE Cidades - Morungaba». IBGE. Consultado em 10 de janeiro de 2016 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]