Pandemia de COVID-19 na Suécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ver artigo principal: Pandemia de COVID-19 na Europa
Pandemia de COVID-19 na Suécia
COVID-19 Outbreak Cases in Sweden by Number with Legend.svg
Mapa de condados com casos confirmados de novo coronavírus
Doença COVID-19
Vírus SARS-CoV-2
Origem Wuhan, Hubei, China, Ásia
Local Suécia, Europa
Período 31 de janeiro de 2020
(2 meses e 9 dias)
Início Jönköping
Estatísticas globais
Casos confirmados 5 466
Mortes 282
Casos que recuperaram 16
Atualizado em 2 de abril de 2020
Letreiro no exterior do hospital Sahlgrenska, em Gotemburgo, pedindo aos pacientes que fiquem no exterior e toquem a campainha

O primeiro caso confirmado teve lugar no dia 31 de janeiro de 2020.[1][2][3][4]

No dia 2 de abril, havia 5 466 casos confirmados de pessoas infetadas — internadas em hospitais ou isoladas em casa. Mais de metade dos casos resulta de infeções contraídas na própria Suécia. [4][5][6]

Até esse dia havia a registar 282 casos de morte. [5][7]

A Autoridade Nacional da Saúde Pública (Folkhälsomyndigheten) é a agência governamental responsável pela proteção contra esta doença contagiosa, e pela coordenação de medidas a nível nacional. Uma das suas responsabilidades está no rastreio ativo dos contactos tidos pelas pessoas identificadas como portadoras da doença. No seu trabalho, coopera ativamente com a União Europeia e a Organização Mundial da Saúde (WHO). [8][8][9][10]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Os primeiros casos[editar | editar código-fonte]

• O primeiro caso de coronavírus na Suécia foi confirmado em 31 de janeiro. A doente era uma mulher de cerca de 20 anos que tinha voltado à Suécia em 24 de janeiro, depois de ter estado na cidade chinesa de Wuhan, considerada o epicentro do novo coronavírus. Foi colocada em isolamento no hospital de Jönköping, e encontrava-se em estado estável. Foi declarada curada em 3 de março.[2][3][11]

• Quase um mês depois, no dia 26 de fevereiro, foi confirmado o segundo caso: Um homem de cerca de 30 anos foi internado no hospital Sahlgrenska, em Gotemburgo, depois de ter estado no norte de Itália.[12]

• Em 27 de fevereiro foram confirmados 5 novos casos: Três casos na Västra Götaland, um em Estocolmo e um em Uppsala. Dois dos doentes, com cerca de 30 anos, tinham tido contacto com o homem de Gotemburgo, e foram encontrados após busca ativa pelas autoridades. Os outros três tinham sido contagiados no Irão, na Alemanha, e no norte de Itália. Foram internados no hospital Sahlgrenska, em Gotemburgo, no hospital Karolinska, em Estocolmo, e no hospital de Uppsala.[13]

• No dia 28 de fevereiro, foram identificados quatro novos casos, dois em Estocolmo, um em Uppsala e um em Jönköping.[14]

• Em 29 de fevereiro, foram constatados mais dois casos: um na Västra Götaland e um em Estocolmo.[14]

• O 14º caso foi confirmado em 1 de março, na Västra Götaland. A vítima é uma pessoa de cerca de 30 anos, que esteve no norte de Itália com outra pessoa também infetada, e viajou de avião para Gotemburgo, com paragem na Alemanha.[15]

• Em 2 de março, foi anunciado mais um caso: Uma pessoa em Estocolmo, que tinha estado no Norte de Itália, está isolada no Hospital Universitário Karolinska.[16]

Novos casos em novas cidades[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

A região mais atingida é Estocolmo, seguida à distância pela Västra Götaland e a Escânia. [5][6]

Algumas medidas extraordinárias do governo sueco[editar | editar código-fonte]

  • Proibidos ajuntamentos humanos com mais de 50 pessoas. (29 de março) [21]
  • Suspensa temporariamente a apresentação obrigatória de atestado médico para receber subsídio de doença. (13 de março) [22]
  • Recomendado o encerramento das escolas secundárias e dos estabelecimentos de ensino superior, continuando o ensino a ser ministrado à distância. (17 de março) [23]
  • Proibidas as visitas aos "lares de idosos" (äldreboende) (1 de abril) [24]
  • Proibidas compras de medicamentos nas farmácias para mais de 3 meses. (1 de abril) [25]
  • Recomendada a limitação do número de clientes nas lojas. (1 de abril) [26]
  • Recomendada a limitação do número de utentes nos transportes públicos. (1 de abril) [27]
  • Recomendadas atividades desportivas ao ar livre, e suspensão de jogos. (1 de abril) [28]

Locais[editar | editar código-fonte]

Regiões mais atingidas da Suécia[editar | editar código-fonte]

  • Estocolmo - Região do centro; cerca de 1 900 000 habitante
  • Västra Götaland - Região do sudoeste; cerca de 1 700 000 habitantes
  • Escânia - Região do sul; cerca de 1 300 000 habitantes
  • Östergötland - Região do sul; cerca de 460 000 habitantes

Hospitais envolvidos no surto de coronavírus[editar | editar código-fonte]

Instituições oficiais envolvidas[editar | editar código-fonte]

Mapa animado mostrando casos confirmados de COVID-19 desde 12 de janeiro de 2020

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lovis Häkkinen e Johan Juhlin. «Coronaviruset bekräftat i Jönköping». SVT (em sueco). Consultado em 12 de março de 2020 
  2. a b «Primeiro caso confirmado de coronavírus na Suécia». Mundo ao Minuto. 31 de janeiro de 2020. Consultado em 2 de março de 2020 
  3. a b «Suécia: confirmado primeiro caso de Coronavírus». A Bola. 31 de janeiro de 2020. Consultado em 2 de março de 2020 
  4. a b «Download today's data on the geographic distribution of COVID-19 cases worldwide» (em inglês). Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças. Consultado em 15 de março de 2020 
  5. a b c «Aktuellt om Covid-19 (Informação atual sobre o Covid-19 (em sueco). Folkhälsomyndigheten (Autoridade Nacional da Saúde Pública). Consultado em 4 de março de 2020 
  6. a b c «Direktrapportering coronaviruset». SVT (em sueco). Consultado em 10 de março de 2020 
  7. Frida Claesson. «En person har avlidit till följd av coronaviruset». SVT (em sueco). Consultado em 11 de março de 2020 
  8. a b «Måttlig risk för allmän smittspridning av det nya coronaviruset» (em sueco). Västra Götalandsregionen. Consultado em 4 de março de 2020. Omfattande smittspårning pågår i samarbete med Folkhälsomyndigheten och andra regionala smittskyddsenheter. 
  9. «Om Folkhälsomyndigheten (Sobre a Autoridade Nacional da Saúde Pública (em sueco). Folkhälsomyndigheten (Autoridade Nacional da Saúde Pública). Consultado em 4 de março de 2020 
  10. «Folkhälsomyndighetens uppdrag (Missão da Autoridade Nacional da Saúde Pública (em sueco). Folkhälsomyndigheten (Autoridade Nacional da Saúde Pública). Consultado em 4 de março de 2020. Folkhälsomyndigheten har ett nationellt ansvar för folkhälsofrågor. Vår uppgift är att främja en god och jämlik hälsa, förebygga sjukdomar och skador samt verka för ett effektivt smittskydd och skydda befolkningen från olika former av hälsohot. Särskild vikt ska fästas vid de grupper som löper störst risk att drabbas av ohälsa. 
  11. Anders Abrahamsson. «Första svenska coronafallet friskförklarad». Göteborgs-Posten. Consultado em 3 de março de 2020 
  12. «Nytt fall av coronavirus i Sverige bekräftat: Person i Göteborg smittad». Norran (em sueco). 26 de fevereiro de 2020. Consultado em 1 de março de 2020 
  13. «Flera nya coronafall i Sverige». SVT (em sueco). 28 de fevereiro de 2020. Consultado em 2 de março de 2020 
  14. a b «Detta vet vi om de svenska coronafallen». Göteborgs (em sueco). 1 de março de 2020. Consultado em 2 de março de 2020 
  15. Per Kudo. «Nytt fall av coronaviruset i Sverige – 14 smittade totalt (Novo caso de coronavírus na Suécia - 14 infetados no total. Svenska Dagbladet. ISSN 1101-2412. Consultado em 2 de março de 2020 
  16. «Ytterligare nytt bekräftat fall av nya coronaviruset i Stockholm» (em sueco). Region Stockholm (Região Estocolmo). Consultado em 3 de março de 2020 
  17. Filip Persson. «Nio nya coronafall i Sverige – tre i Göteborgsområdet». Göteborgs-Posten. Consultado em 3 de março de 2020 
  18. «Aktuellt om Covid-19 (Informação atual sobre o Covid-19 (em sueco). Folkhälsomyndigheten (Autoridade Nacional da Saúde Pública). Consultado em 4 de março de 2020. 52 personer i Sverige har påvisats smittade av viruset som ger covid-19. Det gäller elva personer i Västra Götaland, 31 personer i Region Stockholm, en person från Region Örebro län, tre personer i Region Jönköping, två personer i Region Uppsala, två i Region Värmland och två i Region Skåne. 
  19. «Bekräftat fall av covid-19 i Gävleborg (Caso confirmado de covid-19 em Gävleborg (em sueco). Region Gävleborg (Região Gävlebrog). Consultado em 9 de março de 2020 
  20. «Senaste nytt om coronaviruset». Aftonbladet. ISSN 1103-9000. Consultado em 14 de março de 2020 
  21. «Förbud mot allmänna sammankomster med fler än 50 personer» (em sueco). Krsisinformation.se (Autoridade Nacional da Proteção e Prevenção Social). Consultado em 1 de abril de 2020. Från och med söndag den 29 mars får allmänna sammankomster och offentliga tillställningar ha max 50 deltagare. 
  22. Lena Hennel. «Kravet på läkarintyg för sjuka avskaffas tillfälligt» (em sueco). Arbetet. Consultado em 17 de março de 2020 
  23. Carol Atallah. «Gymnasieskolor och högskolor rekommenderas distansundervisning» (em sueco). SVT Nyheter. Consultado em 17 de março de 2020 
  24. Owe Nilsson/TT, Anna Lena Wallström/TT e Petronella Uebel/TT. «Besöksförbud på äldreboenden fram till juli». Göteborgs-Posten. ISSN 1103-9345. Consultado em 1 de abril de 2020 
  25. Viktor Andersson/TT. «Nattsvart på svenska museer». Göteborgs-Posten. ISSN 1103-9345. Consultado em 2 de abril de 2020 
  26. Sanna Arbman Hansing. «Här är nya tuffa åtgärderna mot virusspridningen». Göteborgs-Posten. ISSN 1103-9345. Consultado em 2 de abril de 2020 
  27. Sanna Arbman Hansing. «Här är nya tuffa åtgärderna mot virusspridningen». Göteborgs-Posten. ISSN 1103-9345. Consultado em 2 de abril de 2020 
  28. Sanna Arbman Hansing. «Här är nya tuffa åtgärderna mot virusspridningen». Göteborgs-Posten. ISSN 1103-9345. Consultado em 2 de abril de 2020 
  29. «Folkhälsomyndigheten (Autoridade Nacional da Saúde Pública (em sueco). Folkhälsomyndigheten (Autoridade Nacional da Saúde Pública). Consultado em 4 de março de 2020 
  30. «Aktuellt om Covid-19 (Informação atual sobre o Covid-19 (em sueco). Folkhälsomyndigheten (Autoridade Nacional da Saúde Pública). Consultado em 4 de março de 2020 
  31. «Om MSB» (em sueco). Myndigheten för samhällsskydd och beredskap (Autoridade Nacional da Proteção e Prevenção Social (Suécia) ). Consultado em 18 de março de 2020 
  32. «Socialstyrelsen». www.regeringen.se