Tyrrell 012

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tyrrell 012
Tyrrell 012 Goodwood 2008.jpg
Visão Geral
Produção 1983-1985
Fabricante Tyrrell
Modelo
Carroceria Monoposto de corrida
Designer Maurice Philippe
Ficha técnica
Motor Ford Cosworth DFY V8
Transmissão Hewland 6 velocidades manuais
Dimensões
Peso 540 kg
Cronologia
Último
Tyrrell 011
Tyrrell 014
Próximo
O 012 da temporada 1984.

O 012 é o modelo utilizado da Tyrrell na temporada de 1983 a partir do GP da Áustria até 1984 no GP da Holanda quando a equipe foi excluída no Mundial por irregularidades no combustível[1] e lastro[1] ilegal nos carros após análise na prova em Detroit. A equipe perdeu todos os pontos conquistados, medida aplicada aos pilotos também e ela foi banida de competir as provas restantes do campeonato. A Tyrrell retornou em 1985 utilizando o modelo até o GP da Áustria de Fórmula 1. Condutores: Michele Alboreto, Danny Sullivan, Martin Brundle, Stefan Bellof, Stefan Johansson e Mike Thackwell.

Resultados[2][editar | editar código-fonte]

(legenda)

Ano Chassi Motor Pneus Pilotos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Pontos Posição
BRA USW FRA SMR MON BEL USE CAN GBR GER AUT HOL ITA EUR RSA
1983 012 Ford Cosworth
DFY V8
G 3 Itália Michele Alboreto Ret 6 Ret Ret Ret 11
(12)
4 Estados Unidos Danny Sullivan Ret 7
BRA RSA BEL SMR FRA MON CAN USE DAL GBR GER AUT NED ITA EUR POR
1984 012 Ford Cosworth
DFY V8
G 3 Reino Unido Martin Brundle DSQ DSQ DSQ DSQ DSQ DNQ DSQ DSQ DNQ 02 EX
4 Alemanha Ocidental Stefan Bellof DSQ DSQ DSQ DSQ DSQ DSQ DSQ DSQ DSQ DSQ EX DSQ EX EX EX
Nova Zelândia Mike Thackwell DNQ
BRA POR SMR MON CAN USE FRA GBR GER AUT NED ITA BEL EUR RSA AUS
1985 012 Ford Cosworth
DFY V8
G 3 Reino Unido Martin Brundle 8 Ret 9 10 12 Ret 43
4 Reino Unido Stefan Bellof 6 Ret DNQ 11 4 13 11
Suécia Stefan Johansson 7
Reino Unido Martin Brundle 10 DNQ

↑1 Do GP do Brasil até a Itália, utilizou o chassi 011 marcando 11 pontos (12 pontos no total).

↑2 A escuderia perdeu todos os pontos e foi excluída do campeonato por ter utilizado combustível adulterado e lastro ilegal. Os pilotos da escuderia britânica também perderam todos os pontos conquistados e foram excluídos do campeonato.[1]

↑3 Do GP da França até o final da temporada, utilizou o chassi 014 e motor Renault Turbo marcando 3 pontos e o 10º lugar nos construtores.

Referências

  1. a b c «Tyrrell excluída do Mundial de Fórmula 1». Folha de S.Paulo - Esportes, página 25. 19 de julho de 1984. 
  2. «Tyrrell 012» (em inglês). STATS F1. 

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.