Yolanda Cardoso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Yolanda Cardoso
Nascimento 28 de setembro de 1928
Rio de Janeiro, RJ
Morte 10 de julho de 2007 (78 anos)
Rio de Janeiro, RJ

Yolanda Cardoso (Rio de Janeiro, 28 de setembro de 1928 — Rio de Janeiro, 10 de julho de 2007)[1] foi uma atriz brasileira.[2][3]

Seu maior sucesso no palco foi na peça 'O cão siamês', de Antonio Bivar em 1969. Bivar reescreveu a peça e Yolanda, novamente viveu o papel de 'Alzira Power' ou 'Alzira Porra-Louca' (título censurado pela Ditadura Miliar) em 1971, dividindo com palco primeiro com Antonio Fagundes e depois com Marcelo Picchi.

Interpretou mais de 40 personagens na TV. Entre os destaques, estão suas atuações na primeira edição do "Sítio do Picapau Amarelo", no seriado "Os Bandidos da Falange" e na novela "O Direito de Amar".

O último trabalho na televisão foi o episódio "Filho Porque Qui-lo", interpretando a personagem Carolina Koifner no humorístico Sai de Baixo, em 1998.

A partir de 2001 Yolanda passou a morar no Retiro dos Artistas, no Jacarepaguá.[4] Morreu de pneumonia e infecção generalizada, no Hospital Municipal Álvaro Ramos no Rio de Janeiro, e foi sepultada no Cemitério Jardim da Saudade em Sulacap, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.[2]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2003 Mulheres Apaixonadas Ela mesma Participação especial
1998 Sai de Baixo Carolina Koifner Episódio: "Filho Porque Qui-lo"
1995 Decadência Tia Lalu
1994 Você Decide Ruth Episódio : "Angu de Caroço"
Episódio : "Garoto de Ouro "
1992 Madalena Episódio : "O Golpe"
1989 Que Rei Sou Eu? Velha Miruska
1987 Direito de Amar Catarina Barbosa
1984 Transas e Caretas Dalva
1983 Louco Amor Alda Maria
Bandidos da Falange Neném
1982 Sétimo Sentido Carla Taglianetti
1981 O amor é nosso Lola
1980 Coração Alado Nina
1978 O Direito de Nascer
1977 O Profeta Zulmira
1976 Tchan, a grande sacada Argentina
Papai Coração Helena
1975 A Viagem Josefina
O Sheik de Ipanema Filoca
1974 A Barba Azul Conceição
1973 As Divinas e Maravilhosas Belinha
A Volta de Beto Rockfeller Ofélia
1972 Bel-Ami
Na Idade do Lobo Lucila
1970 As Pupilas do Senhor Reitor Ressurreição
1969 Algemas de Ouro Maria Aparecida
1968 Ana Maria
1967 Anastácia, a Mulher sem Destino

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1963 Crime no Sacopã
1966 Engraçadinha Depois dos Trinta [5]
Paraíba, Vida e Morte de um Bandido
1967 Adorável Trapalhão
1968 Copacabana Me Engana Amante de Leôncio
1969 Como Vai, Vai Bem? Tia de Tereza
1977 Elas São do Baralho Mulher da Massagem[6]
A Árvore dos Sexos Dona Teodora
1978 A Noite dos Duros Frosina
1979 Mulheres do Cais Maria Brasil
1980 Os Rapazes da Difícil Vida Fácil
1985 Pedro Mico Dona Bilu
1986 Com Licença, Eu Vou à Luta Avó
1987 Um Trem para as Estrelas Tia de Santinha

Teatro[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. A data de nascimento tem variações, entre os dias 18 e 28, conforme as fontes consultadas
  2. a b «Morre no Rio, aos 78 anos, a atriz Yolanda Cardoso». Uol. Consultado em 20 de março de 2016 
  3. «Atriz Yolanda Cardoso morre aos 78 anos no Rio de Janeiro». Folha de S. Paulo. Consultado em 20 de março de 2016 
  4. «Atriz Yolanda Cardoso morre no Rio aos 78 anos». O Globo. Consultado em 20 de março de 2016 
  5. Cinemateca Brasileira Engraçadinha depois dos Trinta [em linha]
  6. «Elas São do Baralho». Cinemateca Brasileira. Consultado em 17 de março de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.