Aeroporto de Teixeira de Freitas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto de Teixeira de Freitas
Aeroporto 9 de Maio
Aeroporto TXF Fachada.jpg
IATA: TXF - ICAO: SNTF
Tipo Público
Administração São Francisco Administração Aeroportuário e Rodoviário Ltda. sob concessão da AGERBA
Serve Extremo sul da Bahia, nordeste de Minas Gerais e norte do Espírito Santo
Localização Teixeira de freitas.jpg Teixeira de Freitas,  Bahia
Inauguração 9 de maio de 1990
Coordenadas 17° 31' 27" S 39° 40' 11" O
Altitude 105 m (344 ft)
Movimento em 2013 Não disponível
Capacidade anual Não disponível
Website oficial Não disponível
Mapa
Aeroporto de Teixeira de Freitas está localizado em: Brasil
Aeroporto de Teixeira de Freitas
Pistas
Cabeceiras Comprimento Superfície
11/29 1 460 m (4 790 ft) Asfalto

O Aeroporto de Teixeira de Freitas — Aeroporto 9 de Maio (IATA: TXFICAO: SNTF) é um aeroporto regional, localizado na cidade de Teixeira de Freitas no estado brasileiro da Bahia. Está situado a oito quilômetros do centro da cidade, a cinco quilômetros da BR-101, na rodovia BA-290, em direção à cidade de Alcobaça.

O aeroporto serve a uma ampla região que compreende o Extremo Sul da Bahia, o nordeste de Minas Gerais e o norte do Espírito Santo.

História[editar | editar código-fonte]

O início (1990 - 2002)[editar | editar código-fonte]

O aeroporto foi inaugurado em 9 de maio de 1990, data de aniversário da cidade de Teixeira de Freitas, na gestão do prefeito Francistônio Pinto e do Governador Nilo Coelho, que havia assumido o governo estadual um ano antes, após a renúncia de Waldir Pires para concorrer à vice-presidência da república junto com Ulysses Guimarães. Durante muitos anos, contou apenas com um precário terminal de passageiros e a pista de terra batida. O aeroporto era atendido inicialmente pela Nordeste Linhas Aéreas. Em 1995, a Nordeste foi comprada pela Rio Sul Serviços Aéreos Regionais, virando uma subsidiária do grupo Varig e os voos para Teixeira de Freitas foram interrompidos. Logo em seguida os voos foram retomados pela Abaeté Linhas Aéreas e no ano 2000 o aeroporto foi totalmente reformado, tendo a pista de pouso asfaltada e o terminal de passageiros ampliado. Finalmente em 2002, por motivos financeiros, a Abaeté interrompeu os voos para Teixeira de Freitas e o aeroporto ficou sem voos comerciais regulares, passando a receber somente voos particulares. [1] Durante toda essa fase inicial o aeroporto só teve voos de aviões de pequeno porte, como o EMB-110 Bandeirante, com 12 assentos.

Intervalo sem voos (2002 - 2014)[editar | editar código-fonte]

Nesse período sem voos, diversos políticos tentaram chamar a atenção para a necessidade da reativação do aeroporto de Teixeira de Freitas. Em 2011, o deputado estadual Temóteo Alves de Brito levou um projeto à Assembléia Legislativa da Bahia (ALBA) para a regulamentação dos voos na cidade, mas não obteve êxito.[2] Em 2012 a deputada estadual Maria del Carmen apresentou e teve aprovado na ALBA um requerimento para a realização de uma audiência pública em Teixeira de Freitas para discutir o funcionamento do aeroporto.[3] No mesmo ano, a AGERBA assinou um contrato de concessão remunerada com a empresa São Francisco Administração Aeroportuário e Rodoviário Ltda para a operação, reforma e adequação do aeroporto às normas da ANAC.[4] [5]

Em 2013, o recém-eleito prefeito João Bosco Bittencourt, retomou os trabalhos para que os voos acontecessem. Com um grande esforço, envolvimento e dedicação, o aeroporto passou por várias reformas para atender as normas da ANAC, Infraero e Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA). Foi providenciada uma sede permanente para o 3º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, capaz de receber 30 novos bombeiros em adição aos 25 já existentes com o objetivo de atender ao aeroporto, foi feita toda a regulamentação fundiária do terreno do aeroporto e vizinhança, foi construído um novo muro e instalada uma tela de segurança em todo perímetro, um novo reservatório de água foi construído, também foi feita a revisão de toda parte elétrica e de sinalização da pista para receber voos noturnos, além da recuperação do terminal de passageiros, tudo de acordo com as normas da ANAC. [6]

Retomada dos voos[editar | editar código-fonte]

Finalmente em 2014, depois de muitas viagens a Salvador e a Brasília e após um longo processo de reformas, homologações e de negociação com empresas aéreas, veio a notícia de que seriam retomados os voos comerciais regulares. No dia 10 de setembro de 2014 ocorreu o voo inaugural, com a presença do Governador, de autoridades e representantes da empresa aérea.[7] O primeiro voo comercial, ligando a cidade de Teixeira de Freitas ao aeroporto de Confins em Belo Horizonte, ocorreu no dia 29 de setembro de 2014. A companhia a realizar os voos é a Azul Linhas Aéreas Brasileiras utilizando modernas aeronaves ATR 72-600 com 70 lugares.[8]

Investimento futuro[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2014, foi anunciado pelo Governo do Estado da Bahia um investimento de R$ 55,3 milhões no aeroporto de Teixeira de Freitas, por meio do "Programa de Investimentos em Logística: Aeroportos Regionais", que nessa primeira etapa contemplará 4 aeroportos regionais. Este programa faz parte de uma iniciativa do Governo Federal para a ampliação de oferta de voos regionais. As obras de ampliação estão previstas para iniciarem ainda em 2014. O projeto prevê ampliação do pátio para 27.291 m², o que possibilitará o estacionamento simultâneo de oito aeronaves, a ampliação do terminal de passageiros para 2.160 m², a ampliação da largura da pista de 30 para 45 metros, do comprimento de 1460m para 2100m e a instalação de um sistema ILS categoria III de pouso por instrumentos. O aeroporto será elevado a porte médio e chegará a atender anualmente a mais de 300 mil passageiros em 2025, o que atenderá tanto a população local, que é de cerca de 150 mil pessoas, quanto as cidades localizadas num raio de mais de 100 quilômetros.[9] [10] [11] [12]

Companhias aéreas[editar | editar código-fonte]

Saguão do aeroporto.

Domésticas

Destinos[editar | editar código-fonte]

Companhia Destino
Leme AZU.gif Azul Linhas Aéreas Minas Gerais Belo Horizonte -- Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) -- (IATA: CNFICAO: SBCF)

Voos[editar | editar código-fonte]

Terminal de passageiros.
Número IATA / ICAO Origem Partida Destino Chegada Frequência Aeronave Lugares Ao vivo
AD2716 / AZU2716 Belo Horizonte (CNF) 15:28 Teixeira de Freitas (TXF) 16:55 2ª - 4ª - 5ª- 6ª Domingo ATR-72 70 Flight Radar - AZU2716
AD2717 / AZU2717 Teixeira de Freitas (TXF) 17:25 Belo Horizonte (CNF) 19:02 2ª - 4ª - 5ª - 6ª

Domingo

ATR-72 70 Flight Radar - AZU2717

Complexo aeroportuário[editar | editar código-fonte]

Pista de pouso.
Pista de taxiamento.
  • Área total do complexo: 426.630 m²
  • Área do pátio de aeronaves: 5.545 m²
  • Pistas: 1
  • Cabeceiras: 11/29
  • Comprimento: 1.460m
  • Largura: 30m
  • Superfície: Asfalto
  • VFR Diurno/Noturno: Sim
  • IFR Diurno/Noturno: Não
  • PCN: 31/F/A/X/T
  • FBO: Oeste Comercial de Combustíveis Para Aviação
  • Estacionamento de veículos: aproximadamente 20 vagas
  • Área do terminal de passageiros: 407 m²
  • Estacionamento de aeronaves: 2 posições

Incidentes[editar | editar código-fonte]

Data Aeronave Matrícula Operador Tipo Vítimas Referência
22/03/2009 Pelican 500 PU-IAM Particular Queda 2 link externo
28/05/2009 Piper PA-31 Navajo **** Particular Pouso de emergência 0 link externo

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aeroporto de Teixeira de Freitas