Archibald Howie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Archibald Howie
Física
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 8 de março de 1934 (80 anos)
Atividade
Campo(s) Física
Instituições Universidade de Cambridge, Laboratório Cavendish
Alma mater Universidade de Edimburgo, Universidade de Cambridge
Prêmio(s) Medalha Hughes (1988), Guthrie Medal and Prize (1992), Medalha Real (1999), Medalha Gjønnes em Cristalografia Eletrônica (2011)

Archibald "Archie" Howie CBE, FRS (8 de março de 1934) é um físico britânico. Conhecido por seu trabalho pioneiro sobre a interpretação da imagem de cristais em microscópio eletrônico de transmissão.

Nascido em 1934, frequentou a Kirkcaldy High School e a Universidade de Edimburgo. Obteve um PhD na Universidade de Cambridge, onde foi depois professor.

Em 1965, com Hirsch, Whelan, Pashley e Nicholson, publicou a influente artigo Electron Microscopy of Thin Crystals.[1] Foi eleito fellow da Royal Society em 1978, laureado com a Medalha Real de 1999. Em 1992 recebeu a Guthrie Medal and Prize. Foi chefe do Laboratório Cavendish, de 1989 a 1997.

Referências

  1. P. Hirsch, A. Howie, R. Nicholson, D. W. Pashley and M. J. Whelan (1965/1977) Electron microscopy of thin crystals (Butterworths/Krieger, London/Malabar FL) ISBN 0-88275-376-2


Precedido por
Michael Pepper
Medalha Hughes
1988
com Michael John Whelan
Sucedido por
John Stewart Bell
Precedido por
Edwin Southern, Ricardo Miledi e Donald Charlton Bradley
Medalha Real
1999
com John Frank Davidson e Patrick David Wall
Sucedido por
Tim Berners-Lee, Geoffrey Burnstock e Keith Usherwood Ingold


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.