Black metal nacional socialista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Black Metal Nacional Socialista (conhecido também pelas siglas NSBM, Nazi black metal ou NS Black Metal) é um subgênero do black metal relacionado com ideologias que defendem a segregação racial e a supremacia da raça ariana. A sua ideologia racista e nacionalista deriva, em grande parte, do Nacional-Socialismo, e uma vertente anti-cristã que é original ao movimento. De acordo com estes parâmetros, as bandas que adotaram este gênero musical recorrem frequentemente a variações e reinterpretações da mitologia pagã, o que por vezes faz criar preconceitos sobre o black metal que se apega a determinadas ideologias ou religiões ancestrais dos países de origem. O Black metal nacional socialista, por vezes apega-se ao não futuro e da perda de identidade em que levara para o vazio da existência ou para um holocausto endógeno.

A banda de death metal Arghoslent é frequentemente associada ao black metal nacional-socialista devido suas letras serem baseadas na ideologia da supremacia branca. A banda entende que a maior parte do suporte que recebe no meio underground vem dessa vertente e até se identificam com certos aspectos, mas acreditam não pertencer ao NSBM por antecedem a maior parte desta cena em alguns anos.[1]

Grupos mais conhecidos[editar | editar código-fonte]

Movimentos antagônicos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kalis, Quentin (6 de março de 2005). Incorrigible Bigots?. Chronicles of Chaos. Página visitada em 21 de fevereiro de 2012.