Casca (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação.Editor, considere adicionar mês e ano na marcação com {{subst:f-referências}}. Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde abril de 2010).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Município de Casca
"Capital Gaúcha do Leite"
Bandeira de Casca
Brasão de Casca
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 15 de dezembro de 1954 (60 anos)
Gentílico casquense
Lema Seara do progresso
Prefeito(a) Alan Martins das Chagas (PP)
(2009–2012)
Localização
Localização de Casca
Localização de Casca no Rio Grande do Sul
Casca está localizado em: Brasil
Casca
Localização de Casca no Brasil
28° 33' 39" S 51° 58' 40" O28° 33' 39" S 51° 58' 40" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008[1]
Microrregião Passo Fundo IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes a leste: Paraí e Nova Araçá; ao norte: Santo Antônio do Palma e São Domingos do Sul; a oeste: Vila Maria e Montauri; ao sul: Serafina Corrêa e Montauri.
Distância até a capital 227 km
Características geográficas
Área 271,740 km² [2]
População 8 648 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 31,82 hab./km²
Clima temperado Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,829 muito alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 206 727,310 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 23 924,00 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura www.pmcasca.com.br

Casca é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.[6]

História[editar | editar código-fonte]

A origem dessas famílias era de predominância da região do Vêneto, nordeste italiano, principalmente das províncias de Vicenza, Pádua, Verona, Treviso e Belluno. Também contribuíram os imigrantes provenientes do sul da Polônia. Em sua chegada, além dos baús de madeira, baldes de cobre, enxadas, machados, serras, facões e muita saudade dos que permaneceram no velho continente, os imigrantes portavam um espírito arrojado para construir uma nova vida. Passado mais de um século, a memória desses imigrantes continua viva, evidenciada principalmente na dimensão religiosa daquela comunidade, e ainda na força de vontade, de trabalho deste povo e do espírito empreendedor. Nota-se ainda forte influêcia na alimentação destes povos que ali se fixaram, em algumas comunidades do interior do município ainda fala-se o dialeto italiano (na verdade, a língua vêneta) e o polonês.

A denominação inicial foi de São Luiz de Guaporé, quando em 1904, foi considerado como 2° Distrito de Guaporé. O nome provavelmente, em homenagem ao Padroeiro da localidade: São Luiz Gonzaga. Posteriormente o nome foi alterado para São Luiz de Cáscara, Cáscara, e finalmente Casca. Por ocasião da Revolução de 1923, Casca destacou-se como palco de movimentos bélicos. A provável origem do nome é do o local de passagem dos cavaleiros e carroceiros no riacho próximo à cidade, bastante liso e escorregadio, fácil de cair, que no dialeto italiano cair se traduz por “CASCAR”. Assim os imigrantes nomearam esse local, hoje o atual Arroio Casca.

Os filhos desta região dedicaram-se a agricultura com bastante intensidade, proporcionando ao Distrito a emancipação. Assim de acordo com a Lei n. 2525, de 15 de novembro de 1954, desmembrou-se de Guaporé. Em 1960, perdeu parte de sua área para colaborar com Guaporé na formação de Serafina Corrêa. Em 1988 foram emancipados os distritos de São Domingos do Sul e Vanini. Em 1992 o distrito de Santo Antônio foi emancipado, passando o novo município a denominar-se Santo Antônio do Palma.

O município de Casca recebeu no dia 29 de março de 2006, em Brasília, o Diploma Especial Comenda Municipalista.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), conforme relatório divulgado recentemente, relaciona o município de Casca como destaque pela redução da pobreza absoluta no período de 1991 a 2000, com diminuição de 71,42%. Dos 5.562 municípios brasileiros, Casca ocupa o 19º lugar em redução de pobreza absoluta.

Dos vinte e seis municípios da região, Casca é o 2° colocado em IDH.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município de Casca localiza-se na na área de transição entre a Região Serrana e o Planalto Médio, sendo o território formado predominantemente por áreas onduladas, as quais correspondem a 60 % do município.. As áreas montanhosas correspondem a 38% e as áreas planas correspondem a 2% do município. A altitude da sede do município é de 608 m. O clima é subtropical úmido (sem estação seca) e temperatura média no mês mais quente acima de 22 °C.

O município é cortado por duas rodovias, que proporcionam fácil e rápido acesso o município:

Clima em 2012[editar | editar código-fonte]

JANEIRO[7]

Média: 21º

Média máx: 26º

Média mín: 16º

Maior temperatura: 29º

Menor temperatura: 12º

Precipitação: 110mm


FEVEREIRO[8]

Média: 23º

Média máx: 27º

Média mín: 18º

Maior temperatura: 30º

Menor temperatura: 14º

Precipitação: 136mm

Curiosidade: Teve a maior mínima do ano, de 21º.


MARÇO[9]

Média: 20º

Média máx: 25º

Média mín: 15º

Maior temperatura: 29º

Menor temperatura: 5º

Precipitação: 79mm


ABRIL[10]

Média: 17º

Média máx: 22º

Média mín: 13º

Maior temperatura: 26º

Menor temperatura: 5º

Precipitação: 146mm


MAIO[11]

Média: 15º

Média máx: 20º

Média mín: 10º

Maior temperatura: 23º

Menor temperatura: 3º

Precipitação: 53mm


JUNHO[12]

Média: 13º

Média máx: 18º

Média mín: 8º

Maior temperatura: 23º

Menor temperatura: -2º

Precipitação: 143mm

Curiosidade: Teve a menor máxima do ano, de 8º.


JULHO[13]

Média: 12º

Média máx: 16º

Média mín: 7º

Maior temperatura: 23º

Menor temperatura: 1º

Precipitação: 209mm


AGOSTO[14]

Média: 16º

Média máx: 21º

Média mín: 11º

Maior temperatura: 25º

Menor temperatura: 6º

Precipitação: 28mm


SETEMBRO[15]

Média: 16º

Média máx: 22º

Média mín: 10º

Maior temperatura: 29º

Menor temperatura: 0º

Precipitação: 63mm


OUTUBRO[16]

Média: 19º

Média máx: 24º

Média mín: 14º

Maior temperatura: 28º

Menor temperatura: 8º

Precipitação: 307mm


NOVEMBRO[17]

Média: 19º

Média máx: 26º

Média mín: 13º

Maior temperatura: 30º

Menor temperatura: 8º

Precipitação: 44mm


DEZEMBRO[18]

Média: 23º

Média máx: 28º

Média mín: 18º

Maior temperatura: 31º

Menor temperatura: 14º

Precipitação: 298mm


A média no ano foi de 17,8ºC.


Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Os 272 km² do município são cortados por significativo número de arroios e rios. O maior deles é o rio Carreiro que serve de limites com os municípios de Nova Araçá e Paraí.

O Rio São Domingos, segundo em volume de águas, serve de divisa com município de São Domingos do Sul.

Entre os arroios, em Casca, também chamados de "lajeados" merecem destaque:

No município de Casca: o arroio Casca, arroio Deserto, arroio Lameador, arroio Sangão, arroio Guabiroba, (divisão natural com o município de Santo Antônio do Palma).

No distrito de Evangelista: os arroios, Queimado, Barra Funda, Inhacoré, Lajeado e Macaco.

O principal rio é o Carreiro, que tem como afluente mais importante o rio São Domingos, este recebe as águas do arroio Casca.

Demografia[editar | editar código-fonte]

  • População: 8.651 habitantes (IBGE 2010)
  • Densidade demográfica: 33,56h/km²
  • População Urbana: 4.647 pessoas
  • População rural: 3.734 pessoas
  • População feminina: 4.222 mulheres
  • População masculina: 4.159 homens
  • Número de eleitores: 6.885

Formação étnica[editar | editar código-fonte]

  • Descendentes da etnia italiana: 78%
  • Descendentes da etnia polonesa: 22%

Educação[editar | editar código-fonte]

Casca é Polo Educacional da Região e situa-se entre os municípios com melhor índice de Educação Básica, segundo o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), indicador de qualidade educacional que consiste em monitorar a evolução temporal do desempenho dos alunos para o padrão de qualidade determinado pelo MEC.

Número de alunos:

  • Educação infantil: 226 alunos
  • Ensino fundamental: 996 alunos
  • Ensino médio: 319 alunos
  • EJA Ensino fundamental: 82 alunos
  • EJA Ensino médio: 99 alunos
  • Pós médio–extensão IFET-BG: 13 alunos
  • Campus universitário da UPF: 959 alunos
  • Educação especial: 99 crianças

Principais instituições[editar | editar código-fonte]

CENTRO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA MONS. JOÃO BENVEGNÚ

Fundado em 12 de março de 1988, o Centro Municipal de Assistência Monsenhor João Benvegnú é um complexo educacional e assistencial, no qual está integrada a Escola Municipal de Ensino Fundamental Homero Lima, onde são atendidas crianças de 4 meses até a conclusão da 4ª série.

Oferece atendimento integral, proporcionando além da formação, atividades artísticas, físicas e culturais, bem como: alimentação, transporte escolar, atendimento médico e psicológico.

ESCOLAS ESTADUAIS
Pertencentes à 7ª Coordenadoria Regional de Educação de Passo Fundo
  1. E.E. de Ensino Fundamental Ildo Meneghetti.
  2. E.E. de Ensino Fundamental Manoel da Nóbrega.
  3. E.E. de Ensino Médio Prof. Wilson Luiz Maccarini.
  4. E.E. de Ensino Fundamental Mal. Arthur da Costa e Silva.
  5. E.E. de Ensino Fundamental Manoel de Oliveira Lima.
  6. E.E. de Ensino Fundamental Vitória.
ENSINO TÉCNICO

O município de Casca, juntamente com o Pacto Novo Rio Grande, que engloba 22 municípios da Região da Produção e Serra do Rio Grande do Sul, assinou um convênio, trazendo uma extensão do IFET-BG (Instituto Federal de Ensino Técnico de Bento Gonçalves). Desta forma, o município de Casca, passa a ter um Curso Técnico Pós-Médio "Técnico em Agropecuária, com habilitação em Agroindústria", que iniciou no segundo semestre de 2006 com 25 alunos. Em 2008 iniciou um novo curso "Técnico em Agroindústria", com 13 alunos. Este é mais um marco para a educação de Casca, que hoje oferece todos os níveis de ensino, desde a educação básica até o ensino superior.

ENSINO UNIVERSITÁRIO

No início da década de 1990, movida por anseio de crescimento, a população de Casca e região mobilizou-se para uma das mais importantes conquistas. Em 30 de janeiro de 1992 foi instalado o Centro de Extensão Universitária de Casca. As atividades iniciaram em maio com o Curso de Aperfeiçoamento na Área de Magistério, e, em junho do mesmo ano realizou seu primeiro Concurso Vestibular para o Curso de Administração.

Em 8 de dezembro de 1993, o Conselho Federal de Educação aprovou o Projeto de Regionalização da Universidade de Passo Fundo e o Centro de Extensão passou a ser Campus, o que significa a presença oficial da UPF nos municípios de Casca e região.

No Campus Casca são realizados vários eventos na área de extensão, com destaque para palestras, cursos e treinamentos, exposições e apresentações artístico-culturais, atividades desportivas, recreativas e assessorias. Campus-Casca situa-se a sudeste da UPF e conta com 24 municípios aglomerados em torno de sua sede, com uma população aproximada de 100.000 habitantes. Hoje, com 17 anos de efetiva presença regional, a UPF-Casca já colocou no mercado de trabalho mais de 1500 alunos graduados.

Área de abrangência da UPF - Campus Casca é de 24 municípios, conforme segue: Casca, Camargo, Ciríaco, David Canabarro, Gentil, Guabijú, Marau, Montauri, Nova Araçá, Nova Bassano, Paraí, Santo Antônio do Palma, São Domingos do Sul, São Jorge, Serafina Corrêa, Vanini, Vila Maria, Muliterno, Itapuca, Dois Lajeados, Nova Alvorada, Vista Alegre do Prata, Nova Prata e União da Serra.

O Campus Universitário de Casca tem procurado oferecer seus cursos de acordo com a freqüência solicitada, através de constantes pesquisas, acompanhadas semestralmente de visitas às Escolas, Secretarias Municipais de Educação, Empresas, e meios de comunicação nos municípios de área do Campus.

Cultura[editar | editar código-fonte]

CTG LAÇO DA AMIZADE

Foi no ano de 1963, nas dependências do Clube União Casquense, que iniciou o debate sobre a fundação do Centro de Tradições Gaúchas Laço da Amizade. Porém, somente em 3 de fevereiro de 1970, concretizou-se a fundação da entidade com o nome, CTG Laço da Amizade, tendo como lema "Da ilhapa até a presilha gaúcho em qualquer coxilha". O espírito tradicionalista e o amor as tradições são manifestações dos princípios éticos, morais e sociais da entidade. O CTG é uma verdadeira escola de arte e cultura que mantém viva a chama da tradição. A reciprocidade entre tradicionalismo e a história de Casca, se juntam para tornar o município mais promissor.

Atualmente a entidade, com suas apresentações, coleciona centenas de prêmios em sua galeria, consagrando o valor do trabalho cultural e artístico que está sendo desenvolvido. O espírito de amizade, responsabilidade e dedicação são fatores básicos de um trabalho consciente direcionado à carta de princípios do tradicionalismo gaúcho.

ASSOCIAÇÃO CULTURAL ITALIANA DO RIO GRANDE DO SUL - Associação Casquense de Cultura Italiana - ACCI

Preserva a cultura italiana nos mais diversos setores como arte, folclore e idioma do imigrante italiano.

BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL

A Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães está instalada junto ao prédio da Prefeitura Municipal à Rua Tiradentes, 778, oferecendo um considerável acervo, principalmente de Literatura Infantil e Infanto-juvenil ao público em geral. Atende nos turnos manhã e tarde, recebendo um bom de fluxo de leitores, principalmente de crianças, e comunidade em geral.

TELECENTRO MUNICIPAL

O telecentro Municipal foi aberto ao público em dezembro de 2008. Funciona na sala em frente à Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães, junto ao prédio da Prefeitura. O Centro dispõe de 11 computadores, com acesso gratuito à internet e está aberto a comunidade no horário de expediente da Prefeitura. Para efetuar o cadastro é necessário apresentar um documento pessoal: CPF, Identidade ou Certidão de Nascimento.

Economia[editar | editar código-fonte]

É diversificada, baseada na indústria, comércio, serviços e produção primária.

Pacto Novo Rio Grande - Criado em 1997, o Pacto Novo Rio Grande é um consórcio de 22 municípios da região, tem por objetivos o debate em busca de objetivos comuns e, principalmente, o desenvolvimento da atividade primária da produção agropecuária, associada à instalação de pequenas agroindústrias como forma de agregar valor sobre os produtos primários e consequentemente proporcionar um bem estar socioeconômico ao produtor rural.

Turismo[editar | editar código-fonte]

IGREJA MATRIZ
Construída pela comunidade, tendo como idealizador o Padre Aneto Bogni, vindo da Itália, da localidade de Lombardore em 1890. Foi inaugurada em 1929. Em estilo gótico, é um verdadeiro cartão de visitas pelas suas linhas, riquezas e detalhes. Em 2006, foi restaurada a pintura externa da Igreja Matriz, valorizando ainda mais a sua riqueza arquitetônica.
PRAÇA INDEPENDÊNCIA
Localizada em frente à Igreja Matriz, separada por um amplo calçadão, a Praça Independência além da bela vegetação, trabalhada pela mão do homem, dispõe de um diversificado parque infantil, uma quadra de futebol de areia, uma pista de patinação e uma réplica do moinho Colet. É neste espaço onde ocorrem eventos tradicionais do município, como: Natal na Praça, Chegada do Papai Noel, Feira de Artesanato, Shows ao ar livre, espaço de lazer e esporteS.
PARQUE MUNICIPAL ARCIDO PERIN
O Parque Municipal está localizado a leste da cidade, com acessos pela RS-324, RS-129 e pela cidade. Possui uma infra-estrutura necessária para a prática de diversos esportes, com Módulo Esportivo, pista de Motocross, Hípica Municipal, Parque de Rodeios e, a partir de 2008, a primeira pista oficial de Four Cross do Estado.
CASCATAS
Diversas cascatas existentes no município mostram que a natureza foi pródiga para com o Município com belos locais de encantamento e oportunidade de lazer. As maiores são A Cascata da Garganta, localizada na Capela São Jacinto, próxima a RS 324 e a Cascata de Evangelista.
PATRIMÔNIO, MEMÓRIA E CULTURA – EVANGELISTA
O município de Casca colonizado por imigrantes italianos preserva no distrito de Evangelista, uma riqueza arquitetônica invejável. O Patrimônio dos casarões define um plano turístico sustentável para o município. A formação do núcleo preserva todas as características culturais e arquitetônicas dos imigrantes e o acervo da Vila de Evangelista, identificando os usos e costumes vividos pelos primeiros habitantes. A preservação dessas obras valoriza a arquitetura simples, construída por aqueles que trouxeram para Casca a história da imigração.

Justiça e segurança[editar | editar código-fonte]

FÓRUM
O Município de Casca é sede de Comarca Judiciária, criada em 26 de janeiro de 1965. A Comarca de Casca abrange os Municípios de: Santo Antônio do Palma, Ciríaco, Vanini, David Canabarro, Paraí, Nova Araçá e São Domingos do Sul. Em 9 de julho de 2003, foi inaugurado prédio próprio, qualificando ainda mais o atendimento à população.
MINISTÉRIO PÚBLICO
Inaugurou sua sede em 29 de outubro de 2003, qualificando assim o atendimento à população de Casca e aos demais municípios da Comarca Judiciária.
POLÍCIA RODOVIÁRIA
A Polícia Rodoviária Estadual foi instalada no Município de Casca em 20 de fevereiro de 1980. Presta serviços e proteção aos usuários das rodovias.
BRIGADA MILITAR
A Brigada Militar presta serviços de segurança preventiva, repressiva e de proteção ambiental, de grande importância à comunidade.
DELEGACIA DE POLICIA
A Delegacia de Polícia presta diversos serviços à comunidade, como expedição de Carteiras de Identidade, vistorias, auxilia o judiciário na feitura de inquéritos e de combate ao crime organizado.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  6. IBGE - Casca.
  7. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/january-weather/40961?monyr=1/1/2012&view=table
  8. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/february-weather/40961?monyr=2/1/2012&view=table
  9. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/march-weather/40961?monyr=3/1/2012&view=table
  10. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/april-weather/40961?monyr=4/1/2012&view=table
  11. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/may-weather/40961?monyr=5/1/2012&view=table
  12. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/june-weather/40961?monyr=6/1/2012&view=table
  13. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/july-weather/40961?monyr=7/1/2012&view=table
  14. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/august-weather/40961?monyr=8/1/2012&view=table
  15. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/september-weather/40961?monyr=9/1/2012&view=table
  16. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/october-weather/40961?monyr=10/1/2012&view=table
  17. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/november-weather/40961?monyr=11/1/2012&view=table
  18. http://www.accuweather.com/en/br/casca/40961/december-weather/40961?monyr=12/1/2012&view=table

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]