Chrystian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chrystian
Informação geral
Nome completo José Pereira da Silva Neto
Nascimento 3 de novembro de 1956 (58 anos)
Origem Nazário -  Goiás
País Brasil Brasil
Gênero(s) Sertanejo
Instrumento(s) vocal
Período em atividade 1973 - atualmente
Afiliação(ões) Os Pássaros
Charles & Ralf
Chrystian & Ralf
Página oficial http://www.chrystianeralf.com.br

Chrystian, nome artístico de Chrystian José Pereira da Silva Neto (Goiânia, 3 de novembro de 1956) é um cantor sertanejo, que, com seu irmão Ralf, faz parte da dupla Chrystian & Ralf. Na infância, ele e seu irmão já acompanhavam o pai Mário, seu tio Plínio e a mãe, Eunice, nas serestas goianienses.

Primeiros passos[editar | editar código-fonte]

Com pouco mais de 6 anos, Chrystian ou Zezinho, como era conhecido, costumava se apresentar no Clube do Anhanguera Mirim na cidade de Goiânia, que era apresentado na época pela Magda Santos. Com tamanho sucesso, ganhou um programa só seu: o Pinguinho de Gente. Logo, Chrystian ganhou seu primeiro prêmio: a gravação de um disco em São Paulo como o melhor cantor do Estado, porém o disco nunca saiu do papel.

O pai "seu" Mário, acreditando que em São Paulo, poderia realizar o sonho de ver seus filhos se tornarem uma dupla sertaneja, mudou-se para lá. No início foi muito difícil, todos os dias, Chrystian e o pai caminhavam da Vila Gustavo até a TV Bandeirantes, no bairro do Morumbi, atrás de uma chance. Depois de muita luta, eles finalmente conseguiram uma chance, cantarem ao vivo, no programa de Vicente Leporace e graças ao desempenho da dupla mirim, saíram de lá contratados. Suas primeiras gravações em inglês e português, foram gravadas com diversos nomes, como: Os Pássaros, Charles & Ralf, entre outros.[1] Entretanto, o primeiro disco (vinil) gravado por Zezinho foi um compacto simples, pela Continental, com as músicas "Garotinho mau" e "Trenzinho triste".

Don't Say Goodbye[editar | editar código-fonte]

Já em 1973, graças a novela das oito Cavalo de Aço, quando Tarcísio Meira aparecia nas cenas românticas ao lado de Glória Menezes, uma canção em inglês servia de fundo para os diálogos, e essa música era "Don't Say Goodbye". A música ficou 19 semanas em 1º lugar nas paradas. Mas, apesar do enorme sucesso, Chrystian ainda passava dificuldades.

Obrigado a cantar em inglês por modismo das gravadoras. No início, ele aparecia quase como um cantor "fantasma", já que na capa de seu disco de estreia, em vez de sua própria foto, vinha o rosto de um modelo. Também não podia aparecer na televisão para que não soubessem que se tratava de um cantor brasileiro.

Nessa época, suas principais músicas foram:

  • "Don't Say Goodbye";
  • "Tears";
  • "More Than You Know";
  • "Everywhere";
  • "Lies";
  • "Emotions In My Heart";
  • "Shadows";[1]

Surge a dupla[editar | editar código-fonte]

Logo no começo dos anos 1980, Chrystian e Ralf decidiram finalmente gravar música sertaneja, como já tinham um certo nome, eles exigiram isso das gravadoras. O primeiro disco, gravado em 1982 e só lançado em 83, chegou ao mercado apenas com regravações de antigas música sertaneja para mostrar que entendiam do assunto. Quebradas da noite lançado pela RGE, arrebentou no país inteiro, alcançando o 1º disco de ouro.

Em 1985, gravaram a música "Amargurado", ao lado de Tião Carreiro, uma homenagem marcante ao maior violeiro do país.

No ano seguinte, em 1986, na gravadora Chantecler, lançaram o 4º disco; a música "Chora peito" deu o primeiro disco de platina.[1]

Graças a novela Pacto de Sangue, foram os primeiros a lançar, em 1988, uma música country como tema de uma novela, com a música "Saudade".

Em 1991, Chrystian & Ralf foram contratados pela gravadora BMG Ariola.

Para comemorar os 10 anos de carreira, em 1993, a dupla convidou a atriz Marília Pêra para dirigir o show Viajantes da Canção, onde cantaram músicas como "Nessun Dorma" de Turandot, e músicas de Elis Regina e Dalva de Oliveira.

Chrystian & Ralf voltaram a fazer parte das novelas da Globo em 1996 com a música "Mia Gioconda", gravada ao lado de Agnaldo Rayol para a novela O Rei do Gado.

CD Acústico[editar | editar código-fonte]

Em 1998, o CD Acústico, reuniu alguns dos maiores sucessos da dupla, reinterpretados com maestria. O disco segue com fontes no rock, pop, soul, rhythm & blues, country e MPB. A gravação foi ao vivo no Teatro Mars, em São Paulo.

Além do CD, foi lançado um home video do show, relançado recentemente em DVD.

A separação e a volta[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 1999, lançaram o CD Estação Paraíso. Dois meses após o lançamento, a dupla noticia a separação, o que abalou muito os fãs e o meio artístico. Chrystian lançou o CD Beijo Final, pela gravadora BMG, que circulou por dois anos. Somente em maio de 2001, a dupla volta a fazer parceria. Para selar definitivamente a volta, eles lançaram um CD com o sugestivo título De volta, o 15º da carreira, pela gravadora Abril Music.[1]

Atualmente[editar | editar código-fonte]

Em 2007, nove anos após, seu primeiro trabalho acústico, a dupla lança o Acústico 2. O álbum que chegou ao mercado em SMD e SMDV é o primeiro lançamento da Power Records nesse formato. Hoje, Chrystian & Ralf, seguem com a turnê Acústico 2, sem data de término.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • É do signo de Escorpião
  • Seu signo ascendente também é Escorpião
  • Tem 1,69 m de altura
  • O perfume preferido, é o Daviddoff
  • Adora comida japonesa, principalmente Sashimi, também adora Coca-Cola
  • O filme predileto, é A rocha, de Michael Bay
  • O livro preferido, é Operação Cavalo de Tróia, de J.J. Benítez
  • Ator e Atriz preferidos são: Raul Cortez e Marília Pêra
  • Considera como seus ídolos: Jesus Cristo e Gandhi
  • Seus hobbies são: compor, andar a cavalo e fazer trilhas na serra a pé ou de bicicleta
  • Seu tipo de roupa preferida é: Jeans e Camiseta
  • Esportes: Tênis e Caminhada
  • Time de futebol: São Paulo
  • Cantor e cantora: Baby Face e Marisa Monte
  • Dupla sertaneja: Tião Carreiro & Pardinho
  • Música que marcou: Lia, do grupo Toto

Discografia oficial (solo)[editar | editar código-fonte]

1972 - (CS): roll and magic dream, sweet mary – One Way Records

1973 – (LP): Don't Say Goodbye – Blue Rock Records|One Way

1973 - (CS): No broken heart, so don´t try – Blue Rock Records

1973 – (CS): Good old fashioned rock n´roll, things - Young|RGE

1973 – (CD): Don´t say goodbye, try, for better, question mark – Blue Rock Records

1974 – (CS): tears, love me more and more – Young|RGE Records

1975 – (CS): More than you know, swingin – Young|RGE Records

1975 – (CS): shadows, my life – Young|RGE

1976 – (LP): Made in Usa - Young

1977 – (CD): You´re so tender, Secrets in your eyes, love´s a dream, fly – Young|RGE

1978 – (CS): bird songs, She´s my world – Young|RGE Records

1979 – (CS): lies, sky fly – Young|RGE Records

1980 – (CS):

1983 – (LP) 10 anos depois

CD = Compacto duplo

CS = Compacto simples

O compacto de “don't say goodbye” foi editado em compacto simples, com versões vocal e instrumental pelos selos: Blue Rock Records e One Way [Top Tape].

Em 1973 saiu ainda o compacto duplo, com as faixas: Don´t say goodbye, try, for better, question mark, pela Blue Rock Records.

Referências