Day Eleven: Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Day Eleven: Love"
Single de Ayreon
do álbum The Human Equation
Lançamento 2004
Formato(s) CD Single
Gravação 2004
Gênero(s) Metal progressivo
Duração 20:53
Gravadora(s) InsideOut Music
Produção Arjen Lucassen
Cronologia de singles de Ayreon
Último
Último
"Temple of the Cat"
(2000)
"Loser"
(2004)
Próximo
Próximo

"Day Eleven: Love" é o quarto single do projeto musical holandês Ayreon, gravado em 2004. Como lados-b, o single trazia uma outra canção do The Human Equation, além de dois covers, um do Led Zeppelin e outro do David Bowie.

História[editar | editar código-fonte]

A canção segue o enredo principal do álbum. No décimo primeiro dia, por sugestão do Reason, Me retorna ao dia que encontrou Wife pela primeira vez, em uma festa ou algo do gênero, numa sexta-feira à noite. Me e Wife dançam enquanto que Passion e Love dizem que aquilo foi amor à primeira vista.

Entretanto, Agony e Fear perturbam Me com comentários pessimistas como "Remember your father, you're just like him" (Lembre-se do seu pai, você é igual a ele) e "Nobody loved you, nobody will" (Ninguém te amou, ninguém te amará). Enquanto isso, Passion e Pride encorajam Me.

Vídeo[editar | editar código-fonte]

Um vídeo foi gravado para o single, mas na verdade é um vídeo promocional para o The Human Equation. Ele mostra os vocalistas que cantam no álbum, e também tem imagens da gravação do álbum, além de imagens de Arjen se encontrando com os cantores.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas por Arjen Anthony Lucassen.

  1. "Day Eleven: Love" [Radio Edit] - (3:37)
  2. "Day Two: Isolation" - (8:42)
  3. "No Quarter" (Jones/Page/Plant) - (3:38)
  4. "Space Oddity" (David Bowie) - (4:56)

O cover de "Space Oddity" apareceu primeiramente na edição especial do álbum Space Metal, do Star One (outro projeto de Arjen).

Músicos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.