Hideto Matsumoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hideto "hide" Matsumoto
hide em uma performance ao vivo
Informação geral
Nome completo Hideto Matsumoto (松本 秀人?)
Nascimento 13 de Dezembro de 1964
Origem Yokosuka, Kanagawa
País  Japão
Data de morte 2 de Maio de 1998 (33 anos)
Local de morte Minami-Azabu, Minato, Tóquio
Gênero(s) Visual kei, rock alternativo, heavy metal, rock industrial
Instrumento(s) guitarra eléctrica
Modelos de instrumentos Fernandes MG
B.C. Rich Mockingbird
Período em atividade 1981 –1998
Gravadora(s) MCA Victor
Sony
LEMONed
Afiliação(ões) X JAPAN
hide with Spread Beaver
Zilch
Página oficial www.hide-city.com

Hideto Matsumoto (松本 秀人, Matsumoto Hideto?, Yokosuka, 13 de dezembro de 1964 – Tóquio, 2 de maio de 1998) foi um músico japonês mais conhecido por hide (escrito somente em letras maiúsculas enquanto enquanto membro do X Japan, e todas minusculas na carreira solo, sendo sua pronúncia correcta: "rri.dê")

Ele era muito popular e influente e já vendeu milhões de discos, tanto na carreira solo, como quando membro do X Japan. No X Japan ele ganhou destaque no final de 1980 e início de 1990, sendo creditado como fundadores do movimento japonês visual kei. Quando eles se desfizeram em 1997, hide, focado em sua carreira solo, que começou quatro anos antes e passou a desfrutar de popularidade significativa. No auge de sua fama, durante a gravação de seu terceiro álbum de estúdio e prestes a lançar uma carreira internacional com a banda recém-formada Zilch, ele acabou morrendo, em 1998, no que foi considerado inicialmente como suicídio por enforcamento. Posteriormente, houve nova investigação a pedido da família e o caso foi encerrado como inconclusivo. hide era visto como um ícone para a juventude japonesa a se ​​rebelar contra a sociedade conformista do seu país e sua morte foi rotulado como "o fim de uma era".[1] [2]


Biografia[editar | editar código-fonte]

Primeiro anos e o Saver Tiger (1964 –1987)[editar | editar código-fonte]

Hideto Matsumoto nasceu em 13 de dezembro de 1964, no hospital St Joseph's em Midorigaoka, Yokosuka, passando a frequentar o colégio Yokosuka Tokiwa Junior High School. O seu primeiro contato com o rock'n'roll deu-se aos 15 anos, quando ouviu pela primeira vez o álbum Alive! do Kiss. No mesmo ano, a avó (com quem vivia) ofereceu-lhe a sua primeira guitarra eléctrica, uma Gibson Les Paul Deluxe.[3] [4]

Em 1980, Matsumoto completou o ensino básico e deixou a Tokiwa Junior High School. Entrou então para a Kaisei Senior High School, em Zushi, Kanagawa. Aí, escolheu como atividade extra-curricular a participação na banda instrumental da escola. Deixou a mesma passado pouco tempo, pois o instrumento que lhe designaram era o clarinete, quando ele queria tocar trompete. Depois disso, concentrou-se na guitarra e, em 1981, formou a sua primeira banda independente, o Saber Tiger, com apenas 17 anos. Um ano depois da fundação desta, a banda começou a tocar em casas de espectáculos em Yokosuka, como a Rock City House.[3]

Em Abril de 1983, começou a estudar estética, cosmética e moda no Hollywood Beauty Salon no actual Roppongi Hills, no qual se licenciou com classificações notoriamente graduadas, em 1984.[3] Mais tarde, naqule ano, submeteu-se a um exame nacional e obteve com sucesso a licenciatura como esteticista. Em julho de 1985, a banda Saber Tiger lançou seu auto-intitulado EP, que incluía duas músicas, "Double Cross" e "Gold Digger". Em novembro, a banda contribuiu com a canção "Vampire" para uma amostra no Heavy Metal Force III, que também incluía as músicas do X e Jewel.[5] Anos mais tarde, o guitarrista Kiyoshi do Jewel, iria se juntar a banda solo de hide.

Em 1986, o grupo mudou o nome para Yokosuka Saver Tiger para evitar confusões com uma outra banda de nome semelhante, de Sapporo. A sua estreia com o novo nome foi na série Devil Must Be Drivel Out With Devil. Continuaram a atuar em casas de espectáculo e clubes noturnos, como Meguro Rokumeikan, Omiya Freaks e Meguro Live Station.

X Japan (1987-1997)[editar | editar código-fonte]

Em 1987, quando já estava formado e exercendo a profissão de esteticista, recebeu um convite de Yoshiki Hayashi para fazer parte de sua banda, na altura chamada X.

hide aceitou o convite que o levou definitivamente ao cenário musical. Então surgiu a formação mais conhecida da banda X, com ele e Pata nas guitarras, Yoshiki na bateria e no piano, Taiji no baixo e Toshi como vocalista.

A banda lançou o primeiro álbum Vanishing Vision pelo selo independente de Yoshiki: a Extasy Records. X se tornou a primeira banda independente de Heavy Metal do Japão a entrar para os rankings oficiais, quebrando a hegemonia dos músicos pop da época. São também considerados os fundadores do famoso e crescente movimento Visual Kei.

Em 1992 a banda mudou de nome para X Japan, pois já existia uma banda californiana chamada X.

Após o lançamento do álbum Art of Life, os membros da banda afastaram-se durante algum tempo, cada um trabalhando em projetos solo. Por essa altura, todos eles deixaram de lado o estilo Visual Kei, optando por uma imagem mais simples e própria, sem maquiagem, roupas ou atitudes extravagantes. Matsumoto foi uma exceção, mantendo o seu famoso cabelo cor-de-rosa fluorescente e suas roupas e guitarras coloridas, desenhadas pelo próprio.

Carreira Solo (1993-1998)[editar | editar código-fonte]

No início de 1993, Matsumoto foi premiado pela sua música "Frozen Bug", que gravara com Inoran e J, do Luna Sea. Também escreveu e atuou no curta-metragem Seth et Holth. Lançou o seu primeiro álbum solo em 1994: Hide Your Face, no qual, além de ter composto todas as músicas, tocara guitarra eléctrica, acústica, baixo e fizera todos os vocais.

O estilo de música do álbum diferia do speed metal e das power ballads do X Japan, aproximando-se mais do rock alternativo. Depois disso, Matsumoto iniciou a sua digressão Hide Our Psychommunity Tour. A banda contratada para atuar nos seus shows viria mais tarde a ser Spread Beaver.

Um segundo álbum foi lançado em 1996: Psyence, seguido por uma nova digressão, Psyence a Go Go.

Após o fim da banda X Japan, em 1997, hide deu um nome oficial ao seu projeto a solo: hide with Spread Beaver. Também formou uma outra banda chamada Zilch, formada por artistas britânicos e americanos como Joey Castillo e Paul Raven.

Com o seu projeto solo (sem o Spread Beaver nem o Zilch), Matsumoto continuava como compositor, vocalista e guitarrista.

Fim do X Japan[editar | editar código-fonte]

Entretanto, a banda X Japan continuava com grande sucesso. Porém, isso não impediu a decisão repentina de Toshi de sair da banda, em 1996, o que levou Yoshiki a pôr-lhe fim. A banda realizou um último concerto ao vivo, em 31 de Dezembro de 1997, no Tokyo Dome. Esse concerto teve o nome de The Last Live.

Foi aí, com o fim da sua banda de maior sucesso, que Matsumoto começou a lutar pela sua carreira solo, com Spread Beaver e Zilch, em Los Angeles. O objetivo dessa última era claramente atingir o mercado internacional.

Yoshiki tinha em mente voltar a formar a banda no ano 2000 e contava com o apoio de hide. No entanto, esse objetivo nunca foi alcançado pois hide morreu em 1998.

X Japan voltou a reunir-se em 2007, mesmo sem hide. O guitarrista Sugizo, da banda Luna Sea, atualmente está junto com a banda, como membro oficial, apesar de hide ainda ser considerado membro oficial da banda também.

Morte (2 de maio, 1998)[editar | editar código-fonte]

Mesmo com dois singles do Spread Beaver já programados para lançamento ("Pink Spider" e "Ever Free"), inesperadamente, na manhã do dia 2 de Maio de 1998, hide foi encontrado enforcado na maçaneta da porta do seu quarto e faleceu, no mesmo dia, aproximadamente às 6 da manhã.

A imprensa destacou o caso como suicídio, mas a versão oficial diz que foi um infeliz acidente. A versão oficial diz que foi encontrada uma alta porcentagem de álcool no seu sangue, o que provavelmente o fez perder os sentidos logo após o banho. A toalha que tinha à volta do pescoço prendeu-se na maçaneta da porta e assim, permaneceu.

Foi socorrido imediatamente, mas, por falta de oxigênio no sangue, faleceu na ambulância a caminho do hospital.

Dado ao carácter misterioso da sua morte, muitas hipóteses se levantam, entre elas o assassinato ou a possibilidade de Matsumoto sofrer de depressão.

O funeral foi seguído por uma multidão e teve a presença de integrantes de várias bandas. O X Japan tocou a música "Forever Love" no funeral.

No mesmo evento, Yoshiki proferiu um pequeno discurso direcionado aos fãs, no qual apelava para que o deixassem dormir eternamente, em paz. Estava visivelmente perturbado e practicamente não conseguía segurar o papel por onde leu, em parte;

«Estou muito chocado por saber da sua morte. Ainda não consigo acreditar no que aconteceu. Mesmo agora, eu o vi, ele está a dormir com uma cara muito bonita. Tentei acordá-lo várias vezes mas ele ainda está a dormir. Dos cinco de nós, ele era o mais calmo, que me dava bons conselhos quando eu estava irritado ou sentimental. É claro que, com toda esta pressão, também ele quase perdeu a sua identidade. Mas, por entre estes dias duros, ele tinha sempre tempo para me ligar. Falávamos do X, música, amigos, vida, fãs, quase tudo. Ele era como um irmão mais velho para mim mas também como um irmão mais novo. Bebíamos juntos e às vezes chateávamo-nos. Mas, no dia seguinte, ele aparecia ao pé de mim e dizia "Yoshiki, o que é que eu fiz a noite passada? Desculpa, não me lembro de nada!" Mas desta vez ele não veio ter comigo... está ainda a dormir. Para todos os amigos e fãs, todos vocês devem estar confusos. Eu não consigo expressar esta tristeza em palavras, mas todos devemos entender e aceitar esta dolorosa verdade. Todos... por favor vigiem o seu sono eterno calorosamente.»


Existiu um museu, em Yokosuka, chamado de Hide Museum, que abriu em 2000 e foi destruído em 2006. Lá estavam expostos muitos dos itens pessoais de hide, como roupas, brinquedos, posters, guitarras, fotografias, desenhos, peluches entre outros.

Muitas porções das obras de Matsumoto estão ainda a ser publicadas bem reformuladas, alteradas e adaptadas por outros músicos.

Além de músico, hide colaborava com instituições de caridade e era conhecido pela sua simpatia para com os fãs. Consta que doou parte da sua medula óssea a uma fã que sofria de leucemia em estado terminal e tornou-se seu amigo, apresentando-a aos outros membros da banda e oferecendo-lhe bilhetes para os seus concertos.

Continuação dos trabalhos[editar | editar código-fonte]

Porém, mesmo após sua morte, foram lançados os álbuns das bandas Zilch e hide with Spread Beaver. I.N.A. mixou as gravações dos vocais e guitarra deixadas por hide com as gravações feitas pelas bandas.

Ainda foi lançado em 1999 um álbum de covers de músicas do hide feitos por várias bandas de J-Rock (hide TRIBUTE SPIRITS) que continha um remake (feito por Pata, Heath e I.N.A. que logo depois iriam formar a banda DOPE HEADz) da música "Celebration" que hide fez para o X Japan, dessa vez com hide no vocal. No mesmo ano foram lançados um remake da música "Tell Me" e uma coletânea (Psychommunity).

Em 2001, são lançadas duas coletâneas de músicas do Saver Tiger (Origin of hide vol. 1 e 2).

Em 2002, no "aniversário" de 4 anos de sua morte, foram lançados um álbum de remakes eletrônicos (Psy-Clone), uma coletânea do selo LEMONed (Cafe Le Psyence) com o remake da música "Miscast" que hide compôs para o X Japan com ele no vocal (assim como "Celebration") e ainda uma coletânea de todos os seus singles (Junk Story) com duas músicas nunca antes lançadas: "In Motion" e "Junk Story".

Em 2007, o X Japan voltou e lançou uma nova música para o filme Saw IV, o single I.V.. Playbacks gravados por hide foram usados, e no clipe faz-se uma homenagem ao membro que falta na banda.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • Hide Your Face (1994)
  • Psyence (1996)
  • Ja, Zoo (1998)
Tecladista D.I.E., do Spread Beaver , em 2009.
Tecladista D.I.E., do Spread Beaver , em 2009.
Guitarrista Kiyoshi, do Spread Beaver, em 2008.
Guitarrista Kiyoshi, do Spread Beaver, em 2008.
  • hide TRIBUTE SPIRITS (1999)
  • 3.2.1 (1998 com Zilch)
  • hide SINGLES—Junk Story (2002)
  • KING OF PSYBORG ROCK STAR (2004)

Singles[editar | editar código-fonte]

Com o Saver Tiger[editar | editar código-fonte]

  • Saber Tiger (julho de 1985)
  • Heavy Metal Force III ("Vampire", 7 de novembro de 1985)
  • Devil Must Be Driven out with Devil ("Dead Angle" and "Emergency Express", 1986)
  • Origin of hide Vol. 1 (coletânea, 21 de fevereiro de 2001)
  • Origin of hide Vol. 2 (coletânea, 21 de fevereiro de 2001)
  • Origin of hide Vol. 3 (VHS, 21 de fevereiro de 2001)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Tokyo Pop (1988, com os outros membros do X Japan)
  • Seth et Holth (1993, com TUSK)

Referências

  1. Seno, Alexandra A.; Murakami, Mutsuko. Isolated in Their Grief (em inglês) Asiaweek. Visitado em 21 de maio de 2007. Cópia arquivada em 14 de fevereiro de 2006.
  2. Strauss, Neil (18 de junho de 1998). The Pop Life: End of a Life, End of an Era (em inglês) The New York Times. Visitado em 21 de maio de 2007.
  3. a b c Official fan club biography, 1964–1986 (em inglês) hide-city.com. Visitado em 21 de maio de 2007. Cópia arquivada em 10 de maio de 2007.
  4. (January 1992) "Guitar battle with Hide and Pata" (em inglês). GIGS.
  5. Indies eXplosion: The Early History of X JAPAN (em inlês) JRock Revolution (29 de outubro de 2007). Visitado em 7 de março de 2013.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hideto Matsumoto