Instituto Pasteur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O prédio mais antigo do Instituto Pasteur, em Paris, atual Museu Pasteur.

O Instituto Pasteur é uma fundação francesa privada, sem fins lucrativos, dedicada ao estudo da biologia dos microorganismos, das doenças e vacinas. Seu nome é uma homenagem a Louis Pasteur, seu fundador e primeiro diretor, que, em 1885, produziu a primeira vacina contra a raiva. O Instituto foi fundado em 4 de junho de 1887, com recursos de doações, e inaugurado em 14 de novembro de 1888.

Baseada em Paris depois de mais de um século, o Instituto Pasteur tornou-se uma organização internacional, mantendo uma posição de vanguarda na pesquisa científica de doenças infecciosas. Esteve na origem de descobertas revolucionárias que permitiram à medicina controlar doenças tais como difteria, tétano, tuberculose, poliomielite, gripe, febre amarela e a peste epidêmica. Foi também a primeira instituição a isolar, em 1983, o VIH, vírus que provoca a AIDS.

O Instituto Pasteur conserva até os dias atuais os frascos de vidro com o "pescoço de cisne" que foram utilizadas por Pasteur nos seus experimentos para comprovar a hipótese da biogênese.

Oito cientistas do Instituto já foram agraciados com o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina:

O Instituto Pasteur hoje[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o Instituto Pasteur é constituído de 100 unidades de pesquisa, empregando cerca de 2.700 pessoas, sendo 500 cientistas do quadro permanente. Além disso, a instituição recebe, a cada ano, 600 cientistas visitantes, provenientes de 70 diferentes países.

A Rede Internacional dos Institutos Pasteur está presente nas cidades e nos países seguintes:

Instituto Pasteur de Lille.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(em francês)


Portal A Wikipédia possui o portal:


Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.