Bangui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Bangui
—  Cidade  —
A Porta da Cidade.
A Porta da Cidade.
CAR-Bangui.png
Bangui está localizado em: República Centro-Africana
Bangui
4° 22' 2" N 18° 34' 39" E
País Flag of the Central African Republic.svgRepública Centro-Africana
Prefeitura Ombella-M'Poko
Fundação 1889
Fundador Haut-Oubangui
Administração
 - Prefeito Jean-Barkes Gombe-Kette
Área
 - Total 67 km²
Altitude 369 m (1 211 pés)
População (est. 2006)
 - Total 622 771 hab
    • Densidade 9295 hab/km2 
Fuso horário UTC (UTC)

Bangui é a capital e a maior cidade da República Centro-Africana. Localiza-se no sudoeste do país. Foi fundada em 1889. Para fins administrativos internos no país, Bangui possui estatuto de comuna autônoma. É banhada pelo rio Ubangui.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade foi fundada em 1889 na então colônia francesa Haut-Oubangui ("Alta Ubangi"). A cidade cresceu ao redor do posto militar francês no rio Ubangi[1] . Bangui serviu como um centro de administração no período colonial e continua a ser o centro administrativo da República Centro-Africana.

Economia[editar | editar código-fonte]

Bangui funciona como um centro administrativo, comercial e cultural. Durante a Segunda Guerra Mundial, o país teve um acréscimo na taxa de exportações de matérias como a borracha, algodão, café, urânio e diamantes.

Durante a presidência de David Dacko (1960-1966) houve um aumento significativo na produção de diamantes. Este fato ocorreu quando o monopólio das empresas francesas foi encerrada, junto a uma lei permitindo que os cidadãos locais pudessem explorar e comercializar os diamantes. Neste período também houve criação de fabricas de lapidação de diamantes. Durante os anos 60 o diamante foi o principal item de exportação do país.

No final de 1966 um golpe militar foi feito sendo o militar Jean-Bédel Bokassa posto no poder. Ao mesmo tempo, Bangui também se tornou cada vez mais o centro da atividade social e cultural na região, quando novas instituições foram criadas na cidade. No entanto, a turbulência política no país, corrupção desenfreada e o governo ditatorial do presidente trouxe um forte e longa recessão econômica nos anos 70.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da República Centro-Africana é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.