Adis Abeba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adis Abeba
—  Cidade  —
Sentido Horário: Hotel da Cidade, Monumento do Leão de Judah, Monumento Tiglachin, Catedral São Jorge de Adis Abeba, Yekatit 12, o Gare, Miyazya 27, vista de Adis desde Entoto e Praça Meskel.
Sentido Horário: Hotel da Cidade, Monumento do Leão de Judah, Monumento Tiglachin, Catedral São Jorge de Adis Abeba, Yekatit 12, o Gare, Miyazya 27, vista de Adis desde Entoto e Praça Meskel.
apelido/alcunha(s) Cidade dos Homens, Adisaba, Sheger, Finfinne, Adu, Adu Genet
Adis Abeba está localizado em: Etiópia
Adis Abeba
Localização de Adis Abeba na Etiópia
9° 1' 48" N 38° 44' 24" E
País  Etiópia
Divisão Cidade Autônoma de Adis Abeba
Fundação 1886
Distritos Distritos
Administração
 - Prefeito Kuma Demeksa
Área
 - Total 530 km²
 - Terra 530 km²
Altitude 2 355 m (7 726 pés)
População (Censo 2009)
 - Total 3 384 569
    • Densidade 6 386/km2 
' - Conurbação' 4 567 857
Fuso horário UTC (UTC+3)
Código Telefônico (+251) (0)11
Sítio Adis Abeba

Adis Abeba (em amárico አዲስ አበባ, AFI: [adːiːs aβəβa], "nova flor") é a capital e a maior cidade da Etiópia, sede da União Africana, com uma população estimada para 1 de julho de 2006 de 2.973.000 habitantes. Sendo uma cidade multi-cultural, contem até 80 nacionalidades e línguas diferentes, como também comunidades cristãs, muçulmanas e judias. Situa-se no centro da Etiópia a uma altitude de aproximada de 2440 metros.

Fotografia de satélite da cidade

A cidade é o principal centro comercial, cultural e manufactural do país. Foi fundada em 1887 pela esposa do então imperador Menelik, Taitu Bitul, em um caloroso dia de primavera. Por isso o significado do nome da cidade, "nova flor". É a capital da Etiópia desde 1889. Adis Abeba é, desde 1994, uma das duas cidades da Etiópia com estatuto especial (astedader akabibi), a outra é a cidade de Dire Dawa.

É rodeada de montanhas cobertas de matas de eucaliptos. Nas proximidades nasce um dos afluentes do Nilo Azul. A sua situação de interioridade obrigou a procurar saída para o mar: Assim nasceu a via férrea para Djibouti, com 728 km, e a ligação viária ao porto de Maçuá (Eritreia) com quase 1 200 km. A subida ao trono do imperador Hailé Selassié em 1930 e posteriores obras realizadas pelos Italianos depois de conquistarem aquele território, entre 1936 - 1941, trouxeram-lhe relativa prosperidade.

Clima[editar | editar código-fonte]

Klimadiagramm-Addis Abeba-Aethiopien-metrisch-deutsch.png

Transporte[editar | editar código-fonte]

Os distintos táxis azuis de Adis Abeba

Frequentemente, o transporte público de Adis Abeba é de ônibus públicos da Anbessa City Bus Service Enterprise ou de táxis coletivos. Os táxis comumente são microônibus que suportam no mínimo 12 pessoas. Duas pessoas são responsáveis por cada táxi, o motorista e um "weyala", que recolhe as tarifas e define o destino do táxi.

A cidade é servida pelo Aeroporto Internacional Bole, onde um novo terminal foi aberto em 2003. O velho Aeroporto de Lideta, no oeste do bairro "Velho Aeroporto", é usado principalmente por pequenos aviões e helicópteros militares. Adis Abeba também tem uma ligação ferroviária com a cidade de Djibouti, com um estilo pitoresco de estação ferroviária francesa.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Etiópia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Adis Abeba