Joe Satriani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Joe Satriani
Satriani, ao vivo em 2005
Informação geral
Nome completo Joseph Satriani
Também conhecido(a) como Satch
Nascimento 15 de julho de 1956 (57 anos)
Local de nascimento Westbury, Nova Iorque
 Estados Unidos
Gênero(s) Rock Instrumental
Jazz Fusion
Blues
Instrumento(s) guitarra, baixo, teclado, gaita,bateria e banjo
Modelos de instrumentos Ibanez JS
Período em atividade 1978 – atualmente
Gravadora(s) Epic
Afiliação(ões) The Greg Kihn Band[1]
Mick Jagger
Deep Purple
Steve Vai
G3
Sammy Hagar
Chickenfoot
Página oficial Satriani.com

Joseph "Joe" Satriani (Westbury, 15 de julho de 1956), é um guitarrista de rock instrumental, considerado virtuoso na guitarra.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Satriani tocando no Chile, em 2003

Joe Satriani, cujo nome verdadeiro é Joseph, tocava bateria. Porém, após a morte de Jimi Hendrix, começou a tocar guitarra. Satriani foi professor de alguns guitarristas famosos em todo o mundo, tais como: Alex Skolnick, Kirk Hammett e Steve Vai. Teve também uma relação curiosa com Steve Vai sendo que Satriani ensinou Steve a colocar cordas em uma ponte de guitarra modelo Floyd Rose. Em 1984 Satriani gravou um EP com o seu próprio nome contendo 5 músicas em que havia apenas guitarras. Steve Vai, seu amigo e ex-aluno, consegue para Joe um contrato com a Relativity Records, e na mesma época lança seu primeiro álbum: "Not of This Earth". A sua fama porém veio com o disco "Surfing with the Alien". Álbum que lhe rendeu milhões de vendas ao redor do mundo e sua primeira indicação ao Grammy.

Em dezembro de 1993, após a saída de Ritchie Blackmore do Deep Purple, ele juntou-se à banda e participou da turnê internacional pelo Japão. Com o sucesso dos shows, Satriani foi convidado pelos demais integrantes para permanecer como membro efetivo dela, mas declinou, mais preocupado com sua carreira solo e com o contrato para um multi-álbum assinado com a Sony. Mas antes disso, ainda chegou a participar da turnê europeia como guitarrista da banda em 1994, fazendo seu último show em julho, na Áustria. Após este concerto, Satriani deixou o Purple e o lugar para Steve Morse, que seria o guitarrista até os dias de hoje.[2]

Em 1996, criou junto com Steve Vai a turnê G3, na qual participa todos os anos desde então ao lado de outros grandes guitarristas virtuosos, como Michael Schenker, Eric Johnson, Andy Timmons, Robert Fripp, Paul Gilbert, John Petrucci, Leslie West, Yngwie Malmsteen. gravando cds e Dvds de algumas apresentações. Joe conseguiu, num mundo dominado pelo pop, ser um dos guitarristas mais bem sucedidos no rock instrumental dos últimos tempos, vendendo milhões de álbuns, esgotando regularmente a lotação nos seus concertos.

Em 2008, Satriani e o grupo Coldplay tiveram um certo desentendimento devido a trechos da música "Viva La Vida" semelhantes a "If I Could Fly", de Satriani.

Em 2009 Joe gravou um CD com o supergrupo Chickenfoot juntamente com Sammy Hagar (ex-Van Halen e Montrose), o baixista Michael Anthony (também ex-Van Halen)e o baterista Chad Smith (Red Hot Chili Peppers).

Joe lançou em 5 de outubro de 2010 o seu 13.º álbum, chamado Black Swans and Wormhole Wizards.

No dia 7 de maio de 2013, Satriani lançou seu 14.º álbum de estúdio, chamado Unstoppable Momentum[3] .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Satriani ao vivo, em 2005

Joe Satriani nasceu em 15 de julho de 1956, na cidade de Westbury, Nova Iorque. Aprendeu a tocar folk, blues e jazz com o pai, tio e amigos. Em 1971, começou a dar aulas e a ficar conhecido como professor. Joe teve alguns alunos que ficaram famosos[4] , como David Bryson (Counting Crows), Kirk Hammett (Exodus e Metallica), Alex Skolnick (Savatage, Testament e Trans-Siberian Orchestra), Larry Lalonde (Primus e Possessed), Charlie Hunter e Steve Vai. Em São Francisco, no ano de 1979, montou a banda pop The Squares com Andy Milton (baixo) e Jeff Campitelli (bateria). O The Squares durou até 1983 e no ano seguinte, Satriani gravou um EP com cinco músicas em que haviam somente guitarras.

Em 1986, Steve Vai conseguiu um contrato para o antigo professor com a Relativity Records e o primeiro álbum de Joe, “Not Of this Earth”, é lançado. Porém, o mundo só se curvaria a genialidade do guitarrista um ano depois. “Surfing with the Alien” saiu em 1987 e tornou Joe Satriani um dos músicos mais respeitados do planeta. Além de ter faturado vários discos de platina em diferentes países, esse álbum rendeu sua primeira indicação ao Grammy.

Em 1988 durante a turnê de “Surfing With The Alien”, Satriani foi duas vezes em digressão com Mick Jagger, e três músicas ao vivo foram gravadas para o EP “Dreaming #11”, que também foi disco de ouro e deu a Satriani sua segunda indicação ao Grammy. No mesmo ano, a Relativy fez uma nova prensagem de “Not Of This Earth”, com uma nova capa, pois o álbum já havia se esgotado, tamanho o sucesso das vendas. “Flying In a Blue Dream” é lançado em outubro de 1989. Esse disco se diferenciou dos anteriores pois Satriani cantava em 6 das 18 músicas contidas no álbum. Em 1992, sai “The Extremist” que imediatamente ganhou disco ouro, entrando nas paradas da Billboard.

O álbum traz excelentes temas que ainda são muito utilizados em aberturas, vinhetas e campanhas e o guitarrista recebeu outra nomeação ao Grammy. “Time Machine”, ábum duplo, foi lançado em 1993. Em maio de 1994, Satriani entra no Deep Purple para a realização de uma turnê, já que Ritchie Blackmore havia deixado o grupo.

O sexto álbum, intitulado “Joe Satriani” foi lançado 11 de outubro de 1995. Em 1996, Joe Satriani, Steve Vai e Eric Johnson saem para uma turnê em conjunto, chamada G3. A turnê trazia um show individual de cada um dos guitarristas e uma ‘jam session’ entre eles, no final. Essa turnê foi registrada no álbum “G3 Live in Concert”, de 1997, e a faixa “Summer Song”, nessa versão ao vivo, foi nomeada ao Grammy. Em 1998, foi lançado seu oitavo álbum: “Crystal Planet”, produzido por Mike Fraser (G3, Metallica, AC/DC)

Já em 2000, sai “Engines of Creation”. As músicas desse álbum trazem alguns elementos eletrônicos que não foram muito bem vistos pelos fãs. Em 2002, chega o inédito “Strange Beautiful Music” no qual Satriani resgatou seu lado mais melódico, dando ênfase nas harmonias e tocando de uma maneira bem ‘clean’. Consequentemente, o músico resgatou também o público que não aceitou “Engines of Creation”, e que passou a lotar novamente suas apresentações.

A coletânea “The Electric Joe Satriani: An Anthology” veio no ano seguinte e “Is There Love in Space?” e “Super Colossal” foram lançados em 2004 e 2005, respetivamente, mantendo o prestígio do guitarrista no meio musical. Mais um ao vivo chegou em 2006, “Satriani Live!”.

Mais Informações[editar | editar código-fonte]

Em 1988, Joe Satriani foi recrutado por Mick Jagger, do Rolling Stones, como guitarrista para a turnê do grupo. Além disso, em 1994, também foi convidado para ser o guitarrista de Deep Purple, embora mais tarde tenha decidido rejeitar a proposta. Satriani também tem trabalhado com uma ampla gama de guitarristas, incluindo Steve Vai, John Petrucci, Eric Johnson e Robert Fripp através do encontro anual G3.

Satriani foi inspirado a tocar guitarra aos 14 anos depois de saber que Jimi Hendrix havia morrido, tendo contado que ouviu a notícia durante uma sessão de treino de futebol, ocasião em que comunicou ao seu treinador que estava saindo do time para se dedicar à guitarra.

Em 1974 estudou música com o guitarrista de jazz Billy Bauer e com o pianista do mesmo gênero Lennie Tristano. Tristano exerceu grande influência na técnica de Satriani que mais tarde passaria a ensinar guitarra, tendo entre seus alunos nada menos que Steve Vai, que depois de ganhar fama passou a elogiar Satriani nas entrevistas que concedia para revistas especializadas, o que foi de grande importância para sua carreira.

Em 1978, Satriani mudou-se para Berkeley, Califórnia, para prosseguir sua carreira musical. Não muito tempo depois da sua chegada, retomou o ensino de guitarra. Seus alunos mais notáveis da Califórnia foram: Kirk Hammett (Metallica), David Bryson (Counting Crows), Kevin Cadogan (Third Eye Blind), Larry Lalonde (Primus), Alex Skolnick (Testament), Phil Kettner (Laaz Rockit) e Charlie Hunter.

Em 1987 Satriani lançou seu o segundo álbum "Surfing With the Alien", sendo seu primeiro trabalho totalmente instrumental. Na mesma época, Satriani também excursionou na Austrália e Nova Zelândia com Mick Jagger na divulgação do álbum dos Rolling Stones.

Em 1989, Satriani lançou o álbum "Flying in a Blue Dream". O álbum vendeu bem, especialmente no Texas. Ele foi fortemente promovido pelos KLBJ-FM, em Austin. "One Big Rush", foi destaque na trilha sonora do filme de Cameron Crowe "Say Anything". "The Forgotten Part II" foi apresentado em um comercial no Canadá, em 1993. "Big Bad Moon" foi um hit do final de 1989.

Em 1992, Satriani lançou "The Extremist", seu CD mais aclamado pela crítica e melhor à época. As estações de rádio em todo o país foram rápidas em tocar "Summer Song", "Cryin '" e "Friends" e a faixa título era composta de batidas regionais. O CD é agora considerado um clássico do rock.

No final de 1993 Satriani entrou para o Deep Purple em substituição de curto prazo do guitarrista Ritchie Blackmore durante a turnê japonesa da banda. Os shows foram um sucesso tão grande que Satriani foi convidado a integrar a banda permanentemente, o que não aconteceu em razão de contrato anteriormente firmado com a Sony Music.

Em 1996 ele formou o G3, uma turnê com três guitarristas de rock instrumental, originalmente Satriani, Steve Vai e Eric Johnson. A turnê G3 continuou periodicamente desde sua versão inaugural, tendo Satriani e Vai como membros cativos e um terceiro guitarrista flutuante, dentre os quais se incluem Eric Johnson, Yngwie Malmsteen, John Petrucci, Kenny Wayne Shepherd, Robert Fripp, Rondat Patrick e outros mais.

Em 1998, Satriani lançou "Crystal Planet" e, em 2001, outro CD gravado ao vivo em São Francisco, que em dezembro de 2000 também foi lançado como um DVD de música. Já no ano de 2006, Satriani gravou "Super Colossal" e lançou outro álbum ao vivo, "Satriani Live!".

Houve boatos que Satch já teria duelado com Buckethead em 2002, mas é uma informação falsa certamente espalhada por fãs.

Satriani também possui participações em outros álbuns, dentre os quais o de Alice Cooper "Hey Stoopid"(1991), "Spinal Tap's Break Like the Wind" (1992), Blue Öyster Cult "Imaginos"(1988). Fato interessante é que em 1986 fez backing vocals no álbum de estreia do Crowded House. Em 2003, tocou guitarra no CD de lançamento do Yardbirds “Birdland”. Em 2006, gravou várias faixas do CD/DVD "Gillan's Inn", do vocalista do Deep Purple Ian Gillan.

Em 2011, Satriani faz uma aparição no filme O Homem Que Mudou o Jogo. Ele aparece no filme tocando o hino dos EUA[5] .

Técnica e influência[editar | editar código-fonte]

Satriani é amplamente reconhecido como um virtuoso guitarrista de rock pela sua habilidade invejável. Sua técnica é primorosa na execução de two-handed tapping, sweep-picking , harmônicos e efeitos extremos de whammy, sendo uma das características de sua marca de composição o uso da Teoria Pitch Axis, que ele aplica com uma variedade de modos. Satriani faz abordagens de escalas e solos de forma diferente, usando o que ele denominou de "escala linear", movendo-se em passagens extremamente técnicas. Satriani se enquadra na categoria dos virtuosos da guitarra que primeiramente atingiu a velocidade através de hammer-ons e pull-offs, ao contrário de guitarristas que incluem linhas com palhetadas muito rápidas e alternadas como Al Di Meola, Yngwie Malmsteen e Michael Angelo Batio.

Satriani , da mesma forma que Steve Vai, Yngwie Malmsteen e outros guitarristas que incorporam velocidade e precisão técnica, tem sido criticado por aqueles que preferem estilos mais simples de composição.

Seu sucesso é notável em um gênero tipicamente hostil aos músicos instrumentais. Satriani já recebeu 15 indicações ao Grammy Awards[6] e vendeu mais de 10 milhões de discos no mundo inteiro. Muitos de seus fãs o chamam de "Satch", uma forma abreviada de Satriani, assim como os seus amigos de muitos anos. A canção "Satch Boogie", do álbum "Surfing With the Alien" é uma das várias centenas de canções numeradas, mas sem nomes, como "Satch Boogie 1", "Satch Boogie 143", etc. Muitos guitarristas se referem a ele como "Saint Joe".

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

Satriani usa uma variedade de equipamentos. A maioria das suas guitarras são Ibanez, incluindo a JS100, JS1000, e JS1200 que geralmente apresentam captação DiMarzio PAF Joe ou PAF Pro na posição do captador do braço e um DiMarzio Fred ou Mo Joe na ponte. As guitarras Ibanez JS fazem parte da sua linha de assinatura e apresentam o Edge Pro, que é o sistema de trêmolo exclusivo da Ibanez. O espelho de prata da guitarra que ele usou no DVD “Live in San Francisco” é chamado Chrome Boy, por razões óbvias.

Satriani usou uma grande variedade de amplificadores de guitarra ao longo dos anos, como o Marshall em 2001, mas decidiu adotar apenas dois JSXs Peavey: um para apresentações e o outro como backup, porem em 2012 lançou uma nova linha de amplificadores pela Marshall. Seus pedais de efeitos incluem o alguns pedais signature da vox, Digitech Whammy, BOSS DS-1, Fulltone Ultimate Octave, e Electro-Harmonix POG (Polyphonic Octave Generator).

Satriani também fez uma parceria com a Planet Waves para criar uma linha de assinatura de palhetas e correias de guitarra com sua arte.

Temas recorrentes[editar | editar código-fonte]

O trabalho de Satriani frequentemente faz referências a várias histórias e ideias de ficção científica como "Surfing with the Alien", "Back to Shalla-Bal" e " The Power Cosmic 2000 " e referem-se ao personagem de histórias em quadrinhos “O Surfista Prateado”, enquanto que o "Ice 9" refere-se a arma de gelo secreta do governo. "Sex Borg" é uma referência a Star Trek, que possui uma raça homogênea cibernética conhecida como Borg. Além disso, seus álbuns e canções, muitas vezes têm títulos de outro mundo, como "Not of this Earth", "Crystal Planet", "Is There Love in Space?", E "Engines of Creation". No álbum Super Colossal a canção intitulada "Crowd Chant" foi originalmente chamado de "Party on the Enterprise".

Shows no Brasil[editar | editar código-fonte]

Joe Satriani fez shows no Brasil em 2008 (no Rio de Janeiro, em Brasília, em São Paulo e Curitiba). Em 19 de agosto de 2000, fez um show épico no Araujo Viana em Porto Alegre. Esse show de Porto Alegre marcou a primeira vinda do guitarrista ao local.

Equipamento de Joe Satriani[editar | editar código-fonte]

  • Efeito - VOX Big Bad Wah Pedal Signature, Satchurator Overdrive Signature, ICE 9 Overdrive Signature, Time Machine Digital Delay Signature (two), FullTone Ultimate Octave, Digitech Whammy Pedal, Boss Super Chorus CH-1, Electro Harmonix POG and Micro Pog Octaver, Roger Mayer Voodoo-Vibe Tremolo/Chorus/Vibrator, Ibanez Flanger FL9 (for Chicken Foot)

fonte: Youtube "Joe Satriani stage gear"

Discografia[editar | editar código-fonte]

Solo[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lança-
mento
Álbum Formatos Certificação/Vendas Estados Unidos US Austrália AUS
[7]
Nova Zelândia NZ
[8]
Suécia SWE
[9]
Suíça SWI
[10]
Reino Unido UK
1986 Not of This Earth CD, LP, CS, Distribuição digital
1987 Surfing With the Alien CD, LP, CS, Distribuição digital Platinum.png Platina (RIAA) / 1,000,000+[11] 29 10 16
1989 Flying in a Blue Dream CD, LP, CS, Distribuição digital Gold.png Ouro Estados Unidos (RIAA) / 100,000+
Silver.png PrataReino Unido (BPI) / 60,000+[11]
[12]
23 21 7 34
1992 The Extremist CD, LP, CS, Distribuição digital Gold.png Ouro (RIAA) / 100,000+[11] 22 29 16 35 11 13
1993 Time Machine CD duplo, LP, CS, Distribuição digital Gold.png Ouro (RIAA) / 100,000+[11] 95 32
1995 Joe Satriani CD, LP, CS, Distribuição digital 51 72 27 36 21
1998 Crystal Planet CD, LP, CS, Distribuição digital 50 40 32
2000 Engines of Creation CD, SACD, CS, Distribuição digital 90 86
2002 Strange Beautiful Music CD, SACD, CS, Distribuição digital 140 78
2004 Is There Love in Space? CD, Distribuição digital 80 83
2006 Super Colossal CD, Distribuição digital 86 83
2008 Professor Satchafunkilus and the Musterion of Rock CD, Distribuição digital 89 64 67
2010 Black Swans and Wormhole Wizards CD, Distribuição digital 45 84 34
2013 Unstoppable Momentum CD, Distribuição digital
2014 Additional Creations And Bonus Tracks Álbum integrante do box Joe Satriani: The Complete Studio Recordings
"—" denotes releases that did not chart.

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Lançamento Álbum Formato Certificação/Vendas Ref.
2001 Live in San Francisco CD/DVD Double Platinum.png 2× Platina (RIAA) / 2,000,000+ [11]
2006 Satriani LIVE! CD/DVD
2010 Live in Paris: I Just Wanna Rock CD/DVD
2012 Satchurated: Live in Montreal CD/DVD/Blu-Ray/3d

EP[editar | editar código-fonte]

Lançamento Álbum Formato Certificação/Vendas Estados Unidos US Reino Unido UK
1984 Joe Satriani (EP) EP
1988 Dreaming #11 EP Gold.png Ouro (RIAA) / 100,000+[11] 42
1993 The Satch Ep EP 53[13]
2000 Additional Creations (CD bônus junto com a edição limitada do Engines of Creation) EP

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Videos (DVDs e/ou VHSs)[editar | editar código-fonte]

Lançamento "Filme" Formato Descrição
1993 The Satch Tapes VHS Uma espécie de documentário, com videoclipes e músicas tocadas em shows.
2003 DVD
1996 Reel Satriani VHS VHS Making of do álbum Joe Satriani

Com o G3[editar | editar código-fonte]

Lançamento Álbum Músicos Formato Certificação/Vendas Ref.
1996 G3: Live in Concert Satriani, Vai, Eric Johnson CD e DVD Platinum.png Platina (RIAA) / 1,000,000+ [11]
2004 G3: Rockin' in the Free World Satriani, Vai, Malmsteen CD Duplo
G3: Live In Denver DVD Platinum.png Platina (RIAA) / 1,000,000+ [11]
2005 G3: Live in Tokyo Satriani, Vai, Petrucci CD Duplo e DVD

Com The Greg Kihn Band[editar | editar código-fonte]

Com o Chickenfoot[editar | editar código-fonte]

Lançamento Álbum Formato Certificação/Vendas Ref.
2009 Chickenfoot CD Gold.png Ouro Estados Unidos (RIAA) / 500,000+
Gold.png Ouro Canadá (CRIA)
[15]
[16]
2011 Chickenfoot III CD

Como Convidado[editar | editar código-fonte]

Ano Artista Álbum Canção
1986 Crowded House Crowded House Back Vocals
1987 Danny Gottleib Aquamarine
1988 Stuart Hamm Radio Free Albemuth Guitarras em "Radio Free Albemuth", "Flow My Tears" e "Sexually Active"
Blue Öyster Cult Imaginos Guitarra em "The Siege and Investiture of Baron von Frankenstein's Castle at Weisseria"
Possessed The Eyes of Horror Produtor do álbum
1991 Alice Cooper Hey Stoopid Guitarra em "Hey Stoopid", "Burning Our Bed", "Feed My Frankenstein", "Little by Little", e "Wind-Up Toy"
1992 Brian May Back to the Light
1992 Spinal Tap Break Like the Wind Guitarra em "Break Like the Wind"
1996 Pat Martino All Sides Now
1997 Vários Artistas Merry Axemas: A Guitar Christmas Guitarra em "Silent Night/Holy Night Jam"
2003 The Yardbirds Birdland Guitarra em "Train Kept A-Rollin'"
2004 Jordan Rudess Rhythm of Time Guitarras em "Screaming Head" e "Insects Among Us"
2006 Ian Gillan Gillan's Inn Guitarras em "Unchain Your Brain", "Hang Me Out to Dry" e "Speed King"
Particle Transformations Live for the People
2007 John 5 The Devil Knows My Name Guitarra em "The Werewolf of Westeria"
Dream Theater Systematic Chaos Uma das vozes em "Repentance"
Stanley Clarke Guitar Masters, Vol. 1
2008 Funtwo YouTube Live
Jason Becker Collection
2010 Steve Miller Band Bingo! Solos em "Rock Me Baby" e "Sweet Soul Vibe"
Tarja Turunen What Lies Beneath Guitarra na música "Falling Awake"

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Satriani é o segundo maior "recordista" de indicações ao Grammy Award sem ter ganho pelo menos 1 vez (ele tem 15. Brian McKnight tem 16, e nenhuma conquista).[18] [19]

Referências

  1. allmusic.com
  2. Satriani's Offer of a Future with Deep Purple. Retrieved February 21, 2009.
  3. noisecreep.com/ Joe Satriani Discusses New Album, His Sister's Record Collection + the Night Led Zeppelin's Stage Collapsed
  4. whiplash.net Joe Satriani: os pupilos do Professor Satchafunkilus
  5. imdb.com/ O Homem Que Mudou o Jogo
  6. aceshowbiz.com/ Joe Satriani Awards
  7. Steffen Hung. Australian charts portal. australian-charts.com. Página visitada em 2010-08-02.
  8. Steffen Hung (1988-06-26). New Zealand charts portal. charts.org.nz. Página visitada em 2012-03-08.
  9. Steffen Hung. Swedish Charts Portal. swedishcharts.com. Página visitada em 2012-03-08.
  10. Steffen Hung. The Official Swiss Charts and Music Community. Swisscharts.com. Página visitada em 2012-03-08.
  11. a b c d e f g h RIAA: Certificação de álbuns (em Inglês). Riaa.com. Página visitada em 17 de Dezembro de 2012.
  12. bpi.co.uk/
  13. chartarchive.org/
  14. discogs.com
  15. riaa.com/ Chickenfoot Certification
  16. musiccanada.com/
  17. ultimateclassicrock.com/ Joe Satriani Announces Memoir
  18. Grammy Awards: Best Rock Instrumental Performance. Rock On The Net. Página visitada em 2011-03-11.
  19. Grammy Awards: Best Pop Instrumental Performance. Rock On The Net. Página visitada em 2011-03-11.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]