Viva la Vida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O álbum às vezes também pode ser referido como "Viva la Vida", veja Viva la Vida or Death and All His Friends.
"Viva la Vida"
Single de Coldplay
do álbum Viva la Vida or Death and All His Friends
Lado B "Death Will Never Conquer"
Lançamento 25 de maio de 2008
Formato(s) Download digital, CD
Gravação 2007–2008
Gênero(s) Pop barroco
Duração 4:01 (versão do álbum)
3:45 (versão de rádio)
4:04 (nova edição)
Gravadora(s) Parlophone, Capitol Records
Composição Guy Berryman, Jon Buckland, Will Champion, Chris Martin
Produção Coldplay, Brian Eno, Markus Dravs, Rik Simpson
Certificação(ões) Platinum.png Platina ABPD[1]
Cronologia de singles de Coldplay
Último
Último
"Violet Hill"
(2008)
"Lost!"
(2008)
Próximo
Próximo
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

"Viva la Vida" (pronúncia em espanhol: ['biβa la 'βiða]) é uma canção da banda inglesa de rock alternativo Coldplay. Foi escrita por todos os membros da banda para seu quarto álbum, Viva la Vida or Death and All His Friends de 2008. No álbum, a letra da canção segue diretamente para a próxima faixa do álbum, "Violet Hill". Viva la Vida significa "Long live life" em espanhol.

A letra da canção contém referências históricas e religiosas, e a faixa é construída em torno de uma seção de cordas se repetindo com um fundo de percussão. A canção foi apresentada no episódio "Million Dollar Maybe" na 21ª temporada da série Os Simpsons.

A canção foi lançada em 12 de junho de 2008 como o segundo single do álbum, estreando para o sucesso crítico e comercial. "Viva la Vida" atingiu o topo da UK Singles Chart e da Billboard Hot 100, tornando-se o primeiro single da banda a atingir o primeiro lugar no Reino Unido e nos Estados Unidos. A canção venceu o prêmio de Canção do Ano no 51º Grammy Awards em 2009. Se tornou a sexta canção com mais downloads digitais pagos, atingindo a marca de 4 milhões.[2]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

A canção tem seu título em espanhol, "Viva la Vida", e foi retirado de uma pintura da artista francês Delacroix. E se traduz no Inglês como "Long live life"[3] ou "Live the life".

Durante a produção do álbum, "Viva la Vida" foi uma das canções que havia divergido a opinião dos membros sobre qual versão deveriam escolher. Em uma entrevista, o vocalista Chris Martin recordou, "... nós fizemos algumas versões completamente diferentes da versão original, e finalmente entramos em um acordo."[4]

Composição[editar | editar código-fonte]

Cquote1.svg "Viva la Vida" é construída com um grandioso arranjo instrumental e letras arrebatadoras detalhando a dor de ser destituído de uma posição elevada. O grandioso som da canção poderia se tornar exagerado, mas o Coldplay sabe como andar na corda bamba perfeitamente. Sinos e corrilhões e uma orquestra aparecem juntos no refrão, mas a voz de Chris Martin ainda penetra, como um toque de clarim. Na letra, existe a dor do protagonista, é claro, mas a varredura de palavras sobre os sinos de Jerusalém, a cavalaria romana e São Pedro dá à "Viva la Vida" um ar de inteligência rara nos dias de hoje em canções pops mais populares. Cquote2.svg
Bill Lamb, About.com.[5]

A letra de "Viva la Vida" contêm muitas referências religiosas.[6] Por exemplo, "pillars of sand" é uma clara referência à parábola bíblica dada por Jesus sobre o tolo que construiu sua casa sobre uma areia, e o homem sábio que construiu sobre uma rocha sólida. "I know Saint Peter won't call my name" refere-se a Mateus 16:19, onde Jesus diz a Pedro que ele vai lhe dar as chaves para o Reino do Céu, e a crença de que o apóstolo está nas Portas do Céu, permitir ou negar a admissão. Outros prováveis referências bíblicas são "Seas would rise when I gave the word" (Moisés abrindo o Mar Vermelho), e "... my head upon a silver plate" (decaptação de St. John: Salomé pediu para ter sua cabeça entregue a ele em cima de um prato).

A canção inspirou um grande debate sobre o seu significado. As pessoas têm reclamado que a canção pode ser sobre vários significados, tais como a Revolução Francêsa.[7]

A canção também pode ser remetida para vida da rainha Maria Antonieta. “I used to roll the dice” remete-nos ao facto de Maria Antonieta ser uma grande fã do jogo, “And I discovered that my castles stand/ Upon pillars of salt and pillars of sand” pode ser referente ao acontecimento da tomada do Palácio de Versalhes pelos revolucionários e a referência ao “Roman Cavalry” pode ser ligada às origens de Maria Antonieta pois ela era filha do Sacro Imperador Romano-Germânico. A frase “My missionaries in a foreign field” poderá ter a ver com os familiares e amigos de Maria Antonieta terem sido exilados de França. “Revolutionaries wait/ For my head on a silver plate” talvez seja baseada nos revolucionários franceses que desejam matar Maria Antonieta (que acaba por ser decapitada).

Os membros da banda em si não parecem se apegar a qualquer uma dessas alegações, e dizem que se refere apenas aos reis e revolucionários em geral, mais do que qualquer rei particular.

Martin explicou a parte da letra da canção "I know Saint Peter won't call my name", em uma entrevista à revista Q: "É sobre... você não estar na lista. Eu era um menino travesso. E sempre me fascinou a ideia de terminar a sua vida e, em seguida, que está sendo analisado no mesmo. E essa ideia funciona durante todo a maioria das religiões [...]"[8] Quando perguntado sobre a canção, o baixista Guy Berryman disse: "É uma história sobre um rei que perdeu seu reino, onde a obra do álbum é baseada na idéia de revolucionários e guerrilheiros [...]"[9]

Ao contrário do arranjo típico das canções do Coldplay, em que tanto o piano quanto as guitarras são os instrumentos de destaque, a maior parte da faixa é constituída por uma seção de cordas tocando riffs, em conjunto com um constante tambor, percussão (incluindo um tímpano e um sino de igreja), baixo, e os vocais de Martin; e também um uso limitado de guitarras elétricas. Todas as seqüências são organizadas e executadas pelo violinista Davide Rossi, que também é um dos principais colaboradores do álbum. As seqüências de Rossi, compõem a principal força da canção, com um laço forte que suporta a voz de Martin, até o refrão, onde o poder da orquestra sinfônica domina a música. A música é tocada em um tom de Ab Major, em um tempo de 137bpm, enquanto o alcance vocal é Eb4-Ab5.[10] Embora Coldplay seja amplamente rotulados como uma banda de "rock alternativo" a composição clássica e o objeto histórico de "Viva la Vida" fez com que rotulassem a música como "pop barroco" e "pop câmara".[11] [12]

Lançamento e promoção[editar | editar código-fonte]

Chris Martin apresentando "Viva la Vida" em 2008 na Viva la Vida Tour.

"Viva la Vida" foi lançado inicialmente apenas no iTunes Store como uma pré-encomenda de Viva la Vida or Death and All His Friends em 7 de maio de 2008 –a "nova edição" da canção– que levou à exclusão temporária da canção no UK Singles Chart.[13] Ele foi lançado como single unicamente como download em 25 de maio de 2008, e um CD single na Europa em 29 de julho de 2008 para coincidir com os lançamentos dos vídeoclipes do single. "Viva la Vida" foi bem baixado na internet, tornando-se no iTunes a maior venda de 2008.[14] De 24 de dezembro de 2008 a 5 de janeiro de 2009, um remix oficial da música, chamado de "Thin White Duke Mix", foi lançado gratuitamente como um presente de Natal através do site oficial da banda.

A canção foi usada pela Apple Inc. como parte da campanha publicitária do iPod e iTunes.[15] [16] Coldplay performou a música ao vivo pela primeira vez no MTV Movie Awards 2008.[17] [18] A canção já fez muitas aparições pela mídia, inclusive sendo destaque no episódio "A Person of Interest" do drama paranormal Mediun, também como uma música tocada no rádio no episódio "We're Not in Kansas Anymore" dá série teen 90210,[19] e na trilha sonora internacional da novela brasileira A Favorita, o que ajudou a empurrar "Viva la Vida" para o topo das paradas musicais do Brasil, onde a novela foi exibida.[20] "Viva la Vida" foi a música de abertura do Birmingham City Football Club em 2009, onde Solange Knowles fez um cover da canção.[21] Lady Gaga também fez um cover da canção na BBC Radio 1.[22] Uma versão ao vivo da canção apareceu no álbum do Coldplay, LeftRightLeftRightLeft.[23] Pet Shop Boys também cantou a canção ao vivo na turnê Pandemonium de 2009, onde também apareceu em seu EP de Natal.[24]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Will Champion performando "Viva la Vida" durante a Viva la Vida Tour.

Críticos contemporâneos atribuíram opiniões positivas à canção. Na revisão da Entertainment Weekly sobre o álbum, o crítico Chris Willman escreveu: "Pegue a faixa título ... em que [Martin] imagina-se como um monarca paranóico. 'Who would ever want to be king?' Martin pergunta. 'Revolutionaries wait/For my head on a silver plate!'. A confiança na música, no entanto, desmente como ele e seus colegas têm revigorado seu reinado no lite-rock."[15] Josh Hathaway do The Plain Dealer, disse que "Viva la Vida" é a canção mais "atrativa" do álbum.[25] Chris Jones da BBC disse: "A sequência/mutação que ampara uma faixa como "Viva la Vida"... Conjura melodias extremamente melancólicas."[26] Em uma revisão para a IGN, o crítico Chad Grischow escreveu, "É sua única incursão apenas para um incrível pop orquestral..."[27] "Viva la Vida" foi indicado na categoria "Gravação do Ano", e vencendo nas categorias "Canção do Ano" e "Melhor Performance Vocal Pop por um Duo ou Grupo" no Grammy Awards de 2009.[28] [29] A canção também ganhou um Ivor Novello Award na categoria "Melhor Venda de Single Britânico".[30] A canção foi incluída no relatório anual da Rolling Stone's na posição nove das "100 Melhores Canções de 2008",[31] e também ficou na segunda posição Rolling Stone "Lista de Rock: Melhores Canções de 2008".[32] "Viva la Vida" também foi ficou na posição de número cinco na lista da Blender "1001 Downloads: Top 144 Canções de 2008",[33] e também na posição oito das listas da Village Voice "Pazz e Jop list".[34]

"Viva la Vida" também foi amostrada em outras diversas canções, como no single de Flo-Rida "Be on You", e também como um riff similar ouvido em uma canção do álbum de Agnes, Release Me.

Performance nas paradas[editar | editar código-fonte]

"Viva la Vida" tornou-se o single da banda com o melhor desempenho nas paradas. Alcançando altas vendas digitais, a canção alcançou o topo da Billboard Hot 100 dos Estados Unidos, tornando-se o primeiro single número 1 da banda no país e o segundo single a entrar no Top 10 do Hot 100.[35] [36] É a primeira canção, por um grupo britânico a alcançar a primeira posição na desde "Wannabe" das Spice Girls em 1996,[37] e é a primeira canção de uma banda de rock britânico a entrar no topo da parada desde 1993 quando a banda UB40, com a canção "Can't Help Falling In Love", alcançou a primeira posição. Embora a canção tivesse tido inicialmente um bom desempenho nas vendas digitais,[35] [36] passou a se tornar o mais bem sucedido single da banda em rádios americanas, sendo o primeiro single da banda a atingir o top 10 da Radio Songs, onde chegou a posição de número oito.[38] Tornou-se também o primeiro single número 1 da banda na Alternative Songs.[39] "Viva la Vida" também se tornou a primeira canção a atingir ao mesmo tempo o topo da Hot 100 e Modern Rock desde Nickelback com "How You Remind Me" em 2001. Na Hot Adult Top 40 Tracks, a canção também se tornou o primeiro single número 1 da banda.[40] O single foi certificado como disco de Platina tripla pela Recording Industry Association of America.[41] A canção também se tornou uma das canções com mais downloads digitais, atingindo a marca de 4 milhões.

O single também obteve um ótimo desempenho no Reino Unido. Embora, inicialmente, a canção tivesse ficado indisponível nas paradas britânicas, devido estar disponível apenas para pré-venda do álbum no iTunes, tornou-se disponível após o lançamento do álbum. "Viva la Vida" alcançou a posição de número 1 na UK Singles Chart, tornando-se o primeiro single do Coldplay a atingir o topo das paradas britânicas.[42] A canção permaneceu no Top 40 até o início de 2009 e em 15 de março de 2009 caiu para a posição 44.[carece de fontes?]

No Canadá, o single fez um "Hot Shot Debut" na quarta posição no Canadian Hot 100 na edição de 24 de maio, tornando-se a maior estreia do Coldplay por lá.[43] E também o mais bem sucedido single do Coldplay na Austrália, onde atingiu a posição de número 2.

Na Espanha, o single alcançou a posição #2 conseguindo o certificado de Platina dupla devido a 80.000 cópias vendidas. A canção também conseguiu um forte airplay nas rádios espanholas.

Uso esportivo[editar | editar código-fonte]

Durante as temporadas de 2008-09, o clube de futebol alemão Hamburgo SV usou a canção "Viva la Vida" para a comemoração de um gol.

A canção também se tornou o hino do clube de futebol espanhol FC Barcelona durante a temporada de 2008-09. Tornou-se uma temporada de sucesso sem precedentes para o lado espanhol, já que venceu todas as seis competições que estavam envolvidas, o que nenhum clube de futebol jamais conseguiu antes. A canção foi escolida pelo diretor do clube Josep Guardiola —fã do Coldplay— para ajudar a motivar e a icentivar a sua equipe. Muitas vezes, é disputado no Camp Nou, antes do início de uma partida de Barcelona.

O figureskater canadense Patrick Chan usou esta canção para seu curto programa.

Também foi usado em 2008 na final do Mens Wimbledon após Roger Federer ter sido derrotado por Rafael Nadal, especificamente na parte da letra "Listen as the crowd would sing, Now the old King is dead long live the King", como esta foi a primeira perda de Federer no All England Club durante 5 anos, foi visto como Federer passando "seu trono" para Nadal.

O time New York Rangers da National Hockey League tocou "Viva la Vida" no Madison Square Garden após sua vitória.

Scott Rolen, terceiro basemen do Cincinnati Reds, pede para a canção ser tocada toda vez que ele pega o seu bastão.

Alegações de plágio[editar | editar código-fonte]

Coldplay foram acusados de plágio por "The Songs I Didn't Write" pela banda norte-americana Creaky Boards, para a melodia de "Viva la Vida".[44] Um membro da banda Creaky Boards, Andrew Hoepfner alegou que Martin tinha ouvido falar deles ouvindo a música em um show ao vivo em outubro de 2007.[45] A banda lançou um videoclipe, no qual ele compara seções de ambas as canções.[45] Coldplay negou a alegação; o porta voz da banda Murray Chambers disse que Martin estava trabalhando no AIR Studios em Londres na época, aonde verificou o diário do cantor.[46] Além disso, Coldplay gravou uma versão demo de "Viva la Vida" em março de 2007, muito antes de Creaky Boards performar essa canção ao vivo em outubro do mesmo ano.[45] Creaky Boards posteriormente retirou a acusação e especularam que ambas as canções podem ter sido inspiradas pelo vídeogame The Legend of Zelda.[46]

Em 4 dezembro de 2008, o guitarrista americano Joe Satriani entrou com uma ação de processo de violação de direitos autoriais contra o Coldplay em Los Angeles.[47] O processo alega que "Viva la Vida" incorpora "substâncias de partes originais" de sua faixa instrumental "If I Could Fly" do seu álbum de 2004 Is There Love in Space?.[48] A banda negou a alegação, dizendo que as semelhanças eram "mera coincidência".[49] Em 14 de setembro de 2009, o caso foi julgado pela California Central District Court, com ambas as partes potencialmente concordando com um acordo fora da corte.[50]

Em maio de 2009, Yusuf Islam declarou que a canção é muito semelhante a sua canção "Foreigner Suite," (registrado com seu antigo nome artístico, Cat Stevens) dizendo: "Meu filho chamou a minha atenção dizendo: 'Não soa como 'Foreigner Suite?'"[51] Islam disse que qualquer nota musical poderia ser reconhecida como a "mesma coisa que Satriani fez."[51] O baterista do Coldplay Will Champion negou a alegação, declarando, "Estamos confiantes de que não fizemos nada de errado."[52] Em junho de 2009, Islam disse mais tarde, "Eles copiaram minha música, mas eu não acho que eles fizeram isso de propósito.", acrescentando, "Eu não quero que eles pensem que eu estou zangado. Eu adoraria sentar e tomar uma xícara de chá com eles e que eles saibam que está tudo bem."[53]

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

Cena do vídeo dirigido por Hype Williams.

O vídeoclipe oficial da música para "Viva la Vida", foi dirigido por Hype Williams e estrou no site oficial do Coldplay no dia 1 de agosto de 2008.[54] O vídeo retrata a banda tocando contra uma borrada, com a imagem da pintura de Eugène Delacroix, "A Liberdade Guiando o Povo". Desde o seu lançamento, "Viva la Vida" tornou-se um dos vídeos mais vistos da história no site YouTube, com 56.000.000 de visualizações no mundo.

A segunda versão, versão alternativa, foi filmado em Haia, na Holanda. dirigido por Anton Corbijn e foi lançado junto com a primeira versão.[55] A segunda versão é um tributo ao vídeo dirigido por Corbijn da banda Depeche Mode com "Enjoy the Silence" e Chris Martin se retrata como ser um rei. Durante o vídeo, ele carrega a pintura "A Liberdade Guiando o Povo." de Eugène Delacroix. No final, ele trava a imagem para cima em uma tenda branca no topo de uma colina. No último refrão da música, os outros integrantes da banda escalam a colina, onde cantam os acordes finais da canção, um pouco semelhante ao vídeo de "Violet Hill".

Versões covers[editar | editar código-fonte]

Versão de Darin[editar | editar código-fonte]

"Viva la Vida"
Single de Darin Zanyar
do álbum Lovekiller
Lançamento Outubro de 2009
Formato(s) CD single, download digital,
Gravação 2009
Gênero(s) Pop
Gravadora(s) UNI
Composição Guy Berryman, Jon Buckland, Will Champion, Chris Martin
Cronologia de singles de Darin Zanyar
Último
Último
"What If"
"You're Out of My Life"
Próximo
Próximo

O cantor sueco Darin fez um cover da canção que alcançou a posição de número 1 em 30 de outubro de 2009 na Swedish Singles Chart.[56]

Em 2010, foi novamente incluído como um B-side no single "You're Out of My Life", alcançando a posição #3 na Swedish Singles Chart.

A versão original do Coldplay já tinha uma trajetória na Suécia, num total de 49 semanas entre 15 de maio de 2008 a 23 de outubro de 2009, atingindo a posição de número sete.[57]
 


Precedido por
"Töntarna" por Kent
Single número um na Suécia (Sverigetopplistan)
30/10/2009 – 12/11/2009
Sucedido por
"2000" por Kent

Outras versões[editar | editar código-fonte]

  • O artista electropop Joy Electric fez um cover da canção presente no álbum Favorites at Play lançado em 2009.
  • Lady Gaga fez um cover da canção em 2009 na Rádio 1 ao vivo no piano.
  • The Pet Shop Boys fez um cover da canção durante sua turnê mundial 'Pandemonium' em 2009. A canção foi incluída em seu EP 'Christmas' emitidas em dezembro desse ano e misturado com o refrão de seu próprio sucesso "Domino Dancing".
  • O rapper Shawty Lo incluiu parte da canção em sua própria música, "Roll The Dice". As partes da canção, "I used to roll the dice Feel the fear in my enemy's eyes Listen as the crowd would sing "Now the old king is dead! Long live the king!" & "One minute I held the key Next the walls were closed on me and I... (Ouvia como o povo cantava: "Now the old king is dead! Long live the king!")", foram usadas para o refrão de sua canção, onde se escuta a voz do vocalista Chris Martin.
  • A canção foi usada para um Swizz Beatz Hip-Hop, na qual foi intutalada de "That Oprah".
  • VV Brown fez um cover da canção pela primeira vez em 6 de janeiro de 2010, em um programa francês televisiso 'Taratata'.
  • The Dirty Heads fez um cover da canção onde postou o vídeo no YouTube.
  • A canção foi regravada em 2008 pelo grupo japonês SMAP como uma colaboração com o Coldplay. Eles performara essa canção juntos (como Smaplay) em um episódio da série de televisão do programa SMAP, SMAP×SMAP. Um retrato famoso da Revolução Francesa aparece no final, sugerindo o sentido questionável da canção.[58]
  • Boyce Avenue fez uma versão acústica da canção no no YouTube em 2009. Ver Vídeo
  • Drake mostrou a canção em "Congratulations" para uma faixa bônus de sua mixtape de 2009, So Far Gone.
  • Tim Urban fez um cover da canção durante a nona temporada do American Idol.
  • K'naan fez um cover da canção no Mod Club Theatre e em vários show ao vivo em 2009.
  • Westlife fez um cover da canção no Blueroom O2 em Dublin, em 20 de agosto de 2010.
  • Weezer incluiu sua versão cover da canção na edição de luxo do seu álbum de 2010, Hurley.
  • Taylor Swift executou uma versão acústica da canção no Simon Mayo Drivetime da BBC Radio 2.
  • One Direction cantou a canção na primeira semana do X Factor Series 7 Live Shows. Cher Lloyd cantou uma versão em hip-hop durante a fase do acampamento.
  • O elenco de televisão americana Glee farão uma versão cover da canção em episódios futuros.[59]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Download digital
# Título Duração
1. "Viva la Vida" (re-editado) 4:04
CD Promocional
# Título Duração
1. "Viva la Vida" (versão de rádio) 3:45
2. "Viva la Vida" (versão do álbum) 4:01
versão Alemã
# Título Duração
1. "Viva la Vida"   4:01
2. "Death Will Never Conquer"   1:16
Versão Bootleg
# Título Duração
1. "Viva la Vida"   4:01
2. "Death Will Never Conquer" (DMS12 mix) 7:01

Desempenho, certificações e processão[editar | editar código-fonte]

Paradas semanais[editar | editar código-fonte]

Predecessão e sucessão[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"Singin' in the Rain" por Mint Royale
Single número um no Reino Unido
(The Official Charts Company)

22 de junho de 2008 – 29 de junho de 2009
Sucedido por
"Closer" por Ne-Yo
Precedido por
"Lollipop" por Lil Wayne com Static Major
Single número um nos Estados Unidos
(Billboard Hot 100)

28 de junho de 2008 – 5 de julho de 2008
Sucedido por
"I Kissed a Girl" por Katy Perry
Precedido por
"I Kissed a Girl" por Katy Perry
Single número um na Holanda (MegaCharts)
4 de outubro de 2008 – 18 de outubro de 2008
Sucedido por
"Show Me Love" por Robin S
Precedido por
"Society" por Eddie Vedder
Single número um na Polônia (ZPAV)
16 de agosto de 2008 – 06 de setembro de 2008
Sucedido por
"Warwick Avenue" por Duffy.

Notas e referências

  1. a b "Certificados", Associação Brasileira de Produtores de Discos. Página visitada em 01-09-2010. (em Português)
  2. Semana terminada em 16 de agosto de 2009: King Of Country Boots King Of Pop - Chart Watch. New.music.yahoo.com. Página visitada em 29-08-2010.
  3. Serpick, Evan. "Rolling Stone Exclusive: Coldplay's New Album Title Revealed", Rolling Stone, 18-03-2008. Página visitada em 04-10-2008.
  4. Viva La Vida interview: Full transcript. Absoluteradio.co.uk. Página visitada em 09-12-2008.
  5. Coldplay - "Viva La Vida" - Review of the single "Viva La Vida" by pop-rock band Coldplay.
  6. Martens, Todd (13-06-2008). Coldplay's 'Viva La Vida': 10 track-by-track reactions. Los Angeles Times. Página visitada em 05-12-2008.
  7. http://media.www.thetechtalk.org/media/storage/paper1237/news/2008/06/26/Entertainment/Coldplays.viva.La.Vida-3385883.shtml
  8. Youngs, Ian (06-06-2008). Joining Coldplay's musical journey. BBC. Página visitada em 25-06-2008.
  9. Coldplay: Viva La Vida. The Q Daily. Página visitada em 01-06-2008.
  10. Coldplay: Viva La Vida Sheet Music. sheetmusicdirect.com. © Copyright 2008 Universal Music Publishing MGB Limited..
  11. Miers, Jeff (14-12-2008). Joe Satriani vs. Coldplay: Viva la difference?. Buffalo News. Página visitada em 28-12-2008.
  12. Young, David (10-06-2008). Viva la Vida Review. sputnikmusic. Página visitada em 07-01-2009.
  13. M., Jon. "CD Spotlight", Milwaukee Journal Sentinel, 20-06-2008. Página visitada em 12-11-2008.
  14. Kreps, Daniel. "Coldplay, Leona Lewis Top iTunes 2008 Sales Chart", Rolling Stone, 12-02-2008. Página visitada em 10-12-2008.
  15. a b Willman, Chris. "Viva La Vida - Music Review", Entertainment Weekly, 13-06-2008. Página visitada em 11-11-2008.
  16. Guerra, Joey. "Coldplay channels U2 on new album", Houston Chronicle, 16-06-2008. Página visitada em 12-11-2008.
  17. Kreps, Daniel. "MTV Movie Awards Reunites Wayne and Garth, Features First TV Performance of New Coldplay Single", Rolling Stone, 02-06-2008. Página visitada em 12-11-2008.
  18. Lang, Derrick J.. "Over-the-top MTV Movie Awards have smoke, no fire", Fox News Channel, 01-06-2008. Página visitada em 12-11-2008.
  19. Stolz, Kim. "‘90210′ Premiere: How Does It Compare To The Old Bev?", MTV, 03-09-2008. Página visitada em 12-11-2008.
  20. A Favorita Soundtrack. A Favorita International Soundtrack (2008).
  21. http://music.yahoo.com/promo-42778155-53-20090127-autoplay
  22. http://prettymuchamazing.com/mp3/lady-gaga-viva-la-vida-coldplay-cover
  23. Kreps, Daniel. "Coldplay Reward Fans With Free Live LP “LeftRightLeftRightLeft”", Rolling Stone, 01-05-2009. Página visitada em 21-05-2009.
  24. http://www.petshopboys.co.uk/product/singles
  25. Hathaway, Josh. "Coldplay - Viva La Vida - Music Reviews", 'The Plain Dealer', 15-07-2008. Página visitada em 11-11-2008.
  26. Jones, Chris. "Coldplay - Viva la Vida or Death and All His Friends", BBC, 12-06-2008. Página visitada em 11-11-2008.
  27. Grischow, Chad. "IGN: Viva La Vida Review", IGN, 19-06-2008. Página visitada em 12-11-2008.
  28. Harris, Chris. "Lil Wayne, Coldplay Lead Grammy Nominations", MTV, 04-12-2008. Página visitada em 04-12-2008.
  29. MTV News Staff. "Grammy 2009 Winners List", MTV, 08-02-2009. Página visitada em 21-02-2009.
  30. http://theivors.com/winners.htm
  31. "The 100 Best Songs of 2008", Rolling Stone, 25-12-2008, p. 3. Página visitada em 25-12-2008.
  32. "Readers Rock List Best Songs of 2008", Rolling Stone, 22-12-2008. Página visitada em 20-03-2009.
  33. "The Top 144 Songs of 2008", Blender, p. 9. Página visitada em 20-03-2009.
  34. "Pazz and Jop list", The Village Voice. Página visitada em 20-03-2009.
  35. a b Caulfield, Kieth. "Coldplay Headed To No. 1 On Billboard 200, Hot 100", Billboard, Nielsen Business Media, Inc, 2008-06-18. Página visitada em 03-01-2009.
  36. a b Cohen, Jonathan. "Digital Sales Drive Coldplay To Top Of Hot 100", Billboard, Nielsen Business Media, Inc, 19-06-2008. Página visitada em 03-01-2009.
  37. Masterson, James (22-06-2008). Chart Watch - Week Ending 28 June 2008. Yahoo! Music. Página visitada em 29-08-2008.
  38. Hot 100 Airplay: Viva la Vida. Billboard. Nielsen Business Media, Inc (2009). Página visitada em 03-01-2009.
  39. Artist Chart History - Coldplay. Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 02-09-2008.
  40. Billboard Chart Beat. Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 11-11-2008.
  41. Gold & Platinum: Search Results. Recording Industry Association of America. Página visitada em 28 de março de 2009.
  42. Sexton, Paul. "Coldplay Dominates U.K. Album, Singles Charts", Billboard, Nielsen Business Media, Inc, 23-06-2008. Página visitada em 05-12-2008.
  43. Canadian Hot 100. Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Página visitada em 22-01-2009.
  44. Adams, Guy (19-06-2008). The song they didn't write? Coldplay are accused of plagiarism by American band. The Independent. Página visitada em 11-11-20081.
  45. a b c "Coldplay: Viva La Vida' not copied from Brooklyn band", NME, 16-06-2008. Página visitada em 05-12-2008.
  46. a b Martin, Nicole (20-06-2008). "Coldplay didn't copy us, says American band". The Daily Telegraph. Página visitada em 11-11-2008.
  47. Leonard, Michael (04-12-2008). Joe Satriani sues Coldplay. MusicRadar. Página visitada em 13-02-2009.
  48. Goodman, Dan (5 de dezembro de 2008). Guitarist accuses Coldplay of plagiarism. Reuters. Página visitada em 5 de dezembro de 2008.
  49. Joe Satriani. Coldplay.com (09-10-2008). Página visitada em 10-12-2008.
  50. "Coldplay's Joe Satriani lawsuit dismissed from court". NME (15-09-2009).
  51. a b Tourtellotte, Bob (editor). "Cat Stevens May Sue Coldplay: 'It Depends On How Well Satriani Does'". billboard.com. 5 de maio de 2009.
  52. Venable, Malcolm (18-05-2009). "Coldplay takes its music into new territory". The Virginian-Pilot. Página visitada em 18-05-2009.
  53. Yusuf Islam wants to make peace Coldplay. Oneindia.in (15-06-2009). Página visitada em 16-06-2009.
  54. Viva la Vida video 1. Coldplay.com. Página visitada em 01-08-2008.
  55. Viva la Vida video 2. Coldplay.com. Página visitada em 11-11-2008.
  56. Darin's Viva la vida on swecharts.com Visitado em 14 de novembro de 2009.
  57. Coldplay's Viva la vida on swecharts.com Visitado em 14 de novembro de 2009.
  58. http://coldplaying.com/index.php?name=News&file=article&sid=4868&theme=Printer
  59. http://www.coldplay.com/oracledetail.php?id=1842&page=0
  60. German Singles Chart. World Charts (20-08-2008). Página visitada em 30-08-2008.
  61. Australian-charts.com - Coldplay - Viva la Vida. Hung Medien (29-06-2008). Página visitada em 30-06-2008.
  62. Coldplay - Viva la Vida Austriancharts.at (em Alemão). Hung Medien. Página visitada em 20-07-2010.
  63. Belgium Chart, Coldplay - Viva la Vida (em Holandês). ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 20-07-2010.
  64. Ultratop.be - Coldplay - Viva la Vida (em Francês). ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 20-07-2010.
  65. Billboard Brasil.
  66. Canada Hot 100. Billboard. billboard.com (14-06-2008). Página visitada em 2008-06-17.
  67. Danishcharts.com - Coldplay - Viva la vida. Tracklisten. Hung Medien..
  68. SNS IFPI (em Eslovaco). IFPI Slovakia.
  69. COLDPLAY - VIVA LA VIDA (SONG).
  70. Pietroluongo, Silvio. "Coldplay To Assume Control Of Billboard Hot 100", Billboard, 'billboard.com', 18-06-2008. Página visitada em 18-06-2008.
  71. "Coldplay Album & Song Chart History", Nielsen Business Media, European Hot 100 por Coldplay.
  72. Finnishcharts.com - Coldplay - Viva la vida. Mitä hittiä. Hung Medien.
  73. France Singles Chart. Disqueen France (13-09-2008). Página visitada em 25-09-2008.
  74. Dutch Top 40. Top 40 (25-09-2008). Página visitada em 27-09-2008.
  75. Irish Singles Chart. Irma (19-06-2008). Página visitada em 20-06-2008.
  76. Coldplay - Viva la Vida. Italian Singles Chart (18-08-2008). Página visitada em 21-08-2008.
  77. Oricon Singles. Oricon. oricon.co.jp (17-06-2008). Página visitada em 21-07-2009.
  78. Norway Singles Chart. Lista Vg (25-05-2008). Página visitada em 18-06-2008.
  79. http://lp3.polskieradio.pl/notowania/?numer=1385
  80. UK Singles Chart. The Official Charts. Página visitada em 21-08-2008.
  81. ČNS IFPI. Hitparáda - RADIO TOP100 Oficiální. IFPI Czech Republic.
  82. Sweden Singles Chart. Sverigentopp Listan (26-09-2008). Página visitada em 17-10-2008.
  83. Coldplay - Viva la vida swisscharts.com. Swiss Singles Chart.
  84. Turkey Top 20 Chart Retrieved on 2008-09-15.
  85. http://www.mtv.de/charts/Jahrescharts2008
  86. ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Singles 2008. Hung Medien. Página visitada em 03-11-2010.
  87. Billboard Charts - Year-end Singles - Hot 100 Songs. Billboard (Dezembro de 2008). Página visitada em 16-12-2008. [ligação inativa]
  88. 2008 French Singles Chart. Disqueenfrance. Página visitada em 25-07-2009.
  89. Best of 2008, Top 20 Singles. Irma. Página visitada em 03-11-2010.
  90. Charts Plus Year end 2008 (PDF). Charts Plus. Página visitada em 15 de dezembro de 2010.
  91. 2008 Swiss Singles Chart. Hitparade. Página visitada em 25-07-2009.
  92. ARIA Chart Sales - ARIA End of Decade Singles/Top 100 (PDF) (em inglês) pp. 1. Aria.com.au. Página visitada em 11 de fevereiro de 2011.
  93. The Billboard Hot 100 Singles & Tracks - Decade Year End Charts. Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 10 de fevereiro de 2011.
  94. http://www.aria.com.au/pages/httpwww.aria.com.aupageshttpwww.aria.com.aupagesARIACharts-Accreditations-2008Singles.htm
  95. http://www.ultratop.be/en/certifications.asp?year=2008
  96. http://www.cria.ca/gold/0509_g.php
  97. http://www.ifpi.dk/index.php?pk_menu=262
  98. TOP 50 CANCIONES ANUAL 2009 (em spanish). PROMUSICAE. Página visitada em 17-02-2010.
  99. Gold and Platinum - Search results. RIAA. Página visitada em 31-08-2009.
  100. "Kulta- ja platinalevyt", International Federation of the Phonographic Industry. Página visitada em 23-09-2010. (em Finlandês)
  101. Italian single certifications – Coldplay – Viva la Vida (PDF) (em italiano). Federation of the Italian Music Industry. Página visitada em 7 de setembro de 2011.
  102. http://www.radioscope.net.nz/index.php?option=com_content&task=view&id=77&Itemid=63
  103. Certified Awards Search. British Phonographic Industry (26 de novembro de 2010). Página visitada em 27 de novembro de 2010.
  104. Awards 2009. Hung Medien. Página visitada em 19-08-2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]