Legio I Maximiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Legio II Augusta
Legio Prima Maximiana Thebaeorum.png
País Império Romano
Corporação Legião romana (Mariana)
Denominação Maximiana, "de Maximiano"
Maximiana Thebanorum ("Tebana de Maximiano")
Thebaeorum ("Tebana")
Criação 296 d.C. ou 297 d.C. até alguma data no século V d.C.
Patrono Diocleciano
História
Guerras/batalhas Batalha de Adrianópolis (378 d.C.)
Sede
Guarnição Tebaida (296 d.C. - 354 d.C.)
Trácia (354 - ?)
Tebaida ou Trácia no final do século V d.C.

A Legio I Maximiana (de Maximiano) foi uma legião romana comitatense, provavelmente criada no ano 296 ou 297 d.C. pelo imperador Diocleciano.

A I Maximiana foi formada juntamente com a II Flavia Constantia, para guarnecer a recém-criada província de Tebaida, no Egito. Por isso, ela também é conhecida como Maximiana Thebanorum ou Thebaeorum ("legião tebana de Maximiano"). Uma vez que nenhuma Legio I Maximiana foi listada como estando estacionada em Tebas no Notitia Dignitatum, a designação é interpretada de forma ampla como significando a província de Tebaida de maneira geral. O cognomen originou-se de Maximiano, o co-imperador junto com Diocleciano.

História[editar | editar código-fonte]

Em 354 d.C., a I Maximiana estava na Trácia, nas redondezas de Adrianópolis (atual Edirne). Por isso, é provável que ela tenha lutado na Batalha de Adrianópolis, em 378 d.C., quando o imperador Valente foi derrotado e morto pelos visigodos, ostrogodos e os alanos. Ainda de acordo com o Notitia Dignitatum, a I Maximiana Thebanorum estava ainda sob comando trácio (magister militum per Thracias) no início do século V d.C., enquanto que a I Maximiana estava em Philae (no Egito, ao sul de Assuã), sob o dux Thebaidos.

Lenda da Legião Tebana[editar | editar código-fonte]

A I Maximiana é por vezes confundida com a lendária legião Tebana, da história de São Maurício, do século V d.C.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]