Portal:Primatas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Anexos por tema · Glossários · Índice A-Z

(Atualizar Conteúdos)
Bem-vindo
ao Portal dos
Primatas
Portal:Primatas
Portal:Primatas
Portal:Primatas
Portal:Primatas
Este portal pretende reunir informações relacionados os Primatas
Primatas | Imagens
Comentarios na página de discussão
 ver·editar Primatas
Man of the woods.JPG

A ordem dos Primatas é um grupo de mamíferos que compreende os popularmente chamados de macacos, símios, lêmures e os seres humanos. É dividida informalmente em símios e prossímios. Os primatas surgiram de ancestrais arborícolas nas florestas tropicais; muitas das características dessa ordem são adaptações a esse modo de vida. Entretanto, alguns primatas são parcialmente arborícolas. Com exceção dos humanos, que habitam todos os continentes, a maior dos primatas vivem em florestas tropicais e subtropicais das América, África e Ásia. Variam de forma extrema em tamanho, indo desde Microcebus berthae, que pesa 30 g, até Gorilla beringei graueri, que pode pesar mais de 200 kg. De acordo com o registro fóssil, os ancestrais mais primitivos dos primatas viveram no Cretáceo Superior, há cerca de 65 milhões de anos; o mais antigo primata conhecido é Plesiadapis, do Paleoceno Tardio, entre 55 e 58 milhões de anos atrás. Estudos de relógio molecular sugerem que a origem dessa ordem é mais antiga, com estimativas ao redor de 85 milhões de anos atrás, no Cretáceo Médio.

A ordem dos Primatas tem sido tradicionalmente dividida em dois grupos: prossímios e antropóides. Prossímios possuem características dos primeiros primatas, e são os lêmures de Madagáscar, lorisídeos, e társios. Os antropoides incluem macacos e o homem. Mais recentemente, taxonomistas dividiram a ordem em Strepsirrhini, consistindo nos prossímios excluindo os társios, e em Haplorrhini, que são os társios e antropoides. Antropoides são divididos em dois grupos: Platyrrhini, ou "macacos do Novo Mundo", da América do Sul e Central, e Catarrhini, que incluem o Cercopithecoidea e o Hominoidea, da África e Ásia. Os "macacos do Novo Mundo" são, por exemplo, os bugios, os macacos-prego e os saguis; os catarrinos são, por exemplo, os babuínos, os gibões, e os hominídeos. Humanos são os únicos catarrinos a serem bem sucedidos fora da África e Ásia, embora o registro fóssil mostre que já houve primatas não-humanos na Europa. Muitos primatas foram descobertos na década de 2000.

Mais informações sobre primatas...


Commons-logo.svg
Categoria | Media
 ver·editar Artigo selecionado
Propithecus candidus 003.jpg
Os 25 primatas mais ameaçados do mundo (tradução do inglês: The World's 25 Endangered Primates) é uma lista de espécies de primatas que correm grave risco de extinção de acordo com IUCN Species Survival Commission (IUCN/SSC PSG), International Primatological Society (IPS) e a Conservação Internacional (CI). A lista de 2012-2014 adicionou a Bristol Conservation and Science Foundation (BCSF) à lista de editores. A IUCN/SSC PSG trabalhou junto com a CI para começar a lista no ano 2000, mas em 2002, o 19º Congresso da Sociedade Internacional de Primatalogia, primatologistas revisaram e debateram a lista, resultando na revisão de 2002-2004 e no aval da IPS. A publicação tem sido vista como um projeto chave na ligação entre as três organizações conservacionistas e é revisada a cada dois anos seguindo o Congresso da IPS. Começando com a publicação de 2004-2006, o título foi mudado para Primates in Peril: The World's 25 Most Endangered Primates. Naquele mesmo ano, a lista passou a providenciar informações para cada espécie, inclusive seu estado de conservação e as ameças que elas sofrem em estado selvagem. O texto da lista é escrito em colaboração com especialistas de cada área, com 60 autores contribuindo na lista de 2006-2008 e 85 autores contribuíram na lista de 2008-2010. As lista de 2004-2006 e 2006-2008 foram publicadas no periódico da IUCN/SSC PSG, Primate Conservation, enquanto a lista de 2008-2010 foi publicada em uma publicação independente com a contribuição das três organizações.
 ver·editar Imagem selecionada
{{{caption}}}
Cscr-featured.svg Crédito: Luc Viatour

Macaco-de-cheiro é uma denominação comum ao gênero de Macaco do Novo Mundo, Saimiri. São nativos das florestas tropicais do norte da América do Sul e de parte da América Central.

 ver·editar Você sabia?
Varecia variegata full body curled up.jpg
 ver·editar Categorias
 ver·editar Espécie selecionada
{{{caption}}}
Chlorocebus pygerythrus (Macaco-vervet)
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante

(IUCN 3.1)

Chlorocebus pygerythrusé um Macaco do Velho Mundo da subfamília Cercopithecinae, native da África. Pode ser conhecid como macaco-vervet, que também pode se referir a todos os membros do gênero Chlorocebus. As cinco subspecies podem ser achadas por todo o sul da África, assim como países no leste. Foi introduzido no Caribe, nas ilhas de Barbados, ilha de São Cristóvão e Nevis, através do tráfico de escravos. Esses macacos vegetarianos possuem a face negra e o pelo do corpo de cor cinza, tendo até 50 cm de comprimento, para os machos, e 40 cm, para as fêmeas.

Ademais aos estudos realizados em ambiente natural, essa espécie é usado como organismo modelo no entendimento da genética e comportamento social humano. Foi constado muitos características semelhantes ao do homem, como hipertensão arterial, ansiedade e uso social e dependente do álcool. Vivem em grupos entre 10 e 50 indivíduos, com os machos saindo do grupo quando atingem a maturidade sexual. Os estudos mais significativos com essa espécies são com os chamados de alarme , especialmente com reconhecimento de parentesco e predadores.

 ver·editar Listas sobre primatas
 ver·editar WikiProjetos
 ver·editar Coisas a fazer

A maior parte dos artigos relacionados a Primatas não estão com qualidade considerada satisfatória. Muitos artigos são esboços, enquanto outros sofrem de muitos problemas como falta de referências e má formatação, além de que muitos são inexistentes na Wikipédia Lusófona. Por isso sua ajuda é muito importante. Se você se interessa por temas relacionados aos Primatas, ajude a melhorar a qualidade dos artigos e criar novos, de forma a construir uma enciclopédia livre onde o conteúdo de qualidade é acessível a todos. A seguir estão algumas dicas de como você pode contribuir.

Crystal Clear action configure.png
  • Se você ainda não está familiarizado com as ferramentas de edição da Wikipédia, dê uma olhada nesse simples tutorial com dicas simples, mas valiosas;
  • Melhore a qualidade dos artigos sobre os Primatas. Muitos deles carecem de fontes, o que compromete sua credibilidade;
  • Alguns artigos são destacados. Use-os como modelo para tornar outros artigos também destacados;
  • Ajude a manter este portal atualizado. Dê sugestões de novos artigos, imagens e notícias que podem ser incluídas nas seções acima. Se quiser fazer uma crítica, sugestão ou elogio sobre o portal em geral, utilize a página de discussão.
Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Primatas.
  • Coloque a predefinição {{Portal-Primatas}} nos artigos sobre Primatas(o resultado está ao lado). Dessa forma você ajuda a divulgar este portal.
 ver·editar Wikimedia associada
Primatas no Wikispecies     Primatas no Wikiquote     Primatas no Wikibooks     Primatas no Wikisource     Primatas no Wiktionary     Primatas no Wikimedia Commons
Diretório de espécies Citações Manuais & Textos Textos Definições Imagens & Mídias
Wikispecies-logo.svg
Wikiquote-logo.svg
Wikibooks-logo.svg
Wikisource-logo.svg
Wiktionary-logo-en-35px.png
Commons-logo.svg