Prefeitura pretoriana da Ilíria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Praefectura praetorio Orientis
Ἐπαρχότης Ἰλλυρικοῦ
Prefeitura pretoriana da Ilíria
Pref. pretoriana do(a) Império Romano do Oriente
347–séc. VII
Location of Prefeitura da Ilíria
Prefeituras pretorianas do Império Romano em 395 d.C.
Capital: Sirmio, depois Salonica
Governador: vigário
Período : Antiguidade Tardia
 -  Separada da Itália e África por Constante II 347
 -  Abolida por Juliano 361
 -  Recriada por Graciano 375
 -  Assume a forma final sob Justiniano I 395
 -  Invasões eslavas Séc. VII

A Prefeitura pretoriana da Ilíria, também chamada Prefeitura pretoriana do Ilírico (em latim: praefectura praetorio per Illyricum, em grego: ἐπαρχότης/ὑπαρχία [τῶν πραιτωρίων] τοῦ Ἰλλυρικοῦ), ou simplesmente Prefeitura do Ilírico ou Prefeitura da Ilíria, foi uma das quatro prefeituras pretorianas em que foi dividido o Império Romano na sua fase final. Ela foi criada no século IV e na prática desapareceu no século VII, quando grande parte do seu território foi invadido pelos Eslavos.

O centro administrativo da prefeitura começou por ser Sirmio (atualmente Sremska Mitrovica, na região sérvia da Voivodina), entre 318 e 379, passando depois para Salonica. Tomou o seu nome da antiga província de Ilírico, que por sua vez dev o nome à antiga Ilíria.[1] [2] Na sua maior extensão incluía a Panónia, Nórica, Creta e a maior parte da península dos Balcãs à exceção da diocese da Trácia.

História[editar | editar código-fonte]

Ao contrário das outras três prefeituras "clássicas" que são mencionadas na Notitia Dignitatum (Gália, Itália e Oriente), a história da administração da Ilíria como prefeitura durante o século IV passou por uma série extinções, recriações e divisões.[3] [a]

Inicialmente os territórios que compreendiam a prefeitura da Ilíria pertenciam à prefeitura pretoriana da Itália, Ilíria e África quando esta foi criada em 337, a seguir à divisão do império entre os filhos de Constantino, o Grande. Aparentemente, as três dioceses da Macedónia, Dácia e Panónia começaram por ser reunidas numa prefeitura pretoriana separada em 347 por Constante a partir da prefeitura de Itália e África.

A Illyricum existiu até 361, quando foi abolida pelo imperador Juliano, o Apóstata, para voltar a existir entre 375 e 379 durante o reinado de Graciano.[4] Nesse ano, a diocese da Panónia (Illyricum occidentale) foi novamente incorporada à Itália como Diocese da Ilíria, enquanto a Macedónia e a Dácia (Illyricum orientale) foram governadas brevemente diretamente por Teodósio I a partir de Salonica.[5] Entre 384 e 395, também elas foram incorporadas na prefeitura itálica, exceto entre 388 e 391, quando ambas as dioceses formaram uma prefeitura separada.[4]

Só após a morte de Teodósio em 395, quando se leva a cabo a divisão permanente do império, é que a prefeitura de Ilírico assume a forma permanente que aparece na Notitia, incorporando as dioceses da Macedónia e da Dácia, com Salonica como capital. Contudo, o Império Ocidental, especialmente durante a regência de Estilicão, continuou a reclamar a sua posse até 437, quando Valentiniano III reconheceu a soberania do Império Oriental sobre a prefeitura como parte do dote de Licínia Eudóxia.[6] Nessa ocasião, parece que a capital da prefeitura foi novamente transferida durante algum tempo (437-441) para Sírmio,[7] mas essa transferência é tema de debate, pois o norte dos Balcãs encontrava-se então assolado por invasões. A intenção de Justiniano I de mover a capital para a sua nova cidade de Justiniana Prima (Caričin Grad, na atual Sérvia) na década de 540 nunca se concretizou.[8]

Na sequência das invasões eslavas do século VII, a maior parte do interior das Balcãs foi perdido pelos Bizantinos, que só ficaram com o controlo das partes da Trácia mais próximas de Constantinopla, Salonica e os seus arredores, além de algumas faixas costeiras na Grécia. As fontes históricas mencionam um prefeito pretoriano (em grego: ὕπαρχος) como governador de Salonica nos primeiros anos do século IX, um dos últimos sobreviventes do antigo sistema administrativo de Constantino em todo o império. No entanto, nessa altura, as guerras com a potência emergente da Bulgária requeriam a reorganização das províncias, e Salonica constituiu-se como um thema sob o comando dum estratego em data incerta antes de 840.[9]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A prefeitura pretoriana da Ilíria se dividia em duas dioceses, cada uma subdividida em diversas províncias:

Lista de prefeitos pretorianos da Ilíria[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

[a] ^ É um erro comum ver-se escrito que as prefeituras pretorianas foram instituídas como unidades territoriais por Constantino em 318 ou 324, como é relatado anacronicamente por Zósimo (séculos V-VI). Na realidade cada Augusto ou César continuou a ter o seu próprio prefeito pretoriano como seu chefe de estado-maior, e só em meados do século IV é que as prefeituras se tornaram divisões administrativas permanentes.[3]
  1. Vailhé, Siméon (1912). Thessalonica (em inglês). www.newadvent.org. Robert Appleton Company, New Advent Catholic Encyclopedia. Página visitada em 4 de novembro de 2012. Cópia arquivada em 24 de abril de 2011.
  2. Lins, Joseph (1910). Illyria (em inglês). www.newadvent.org. Robert Appleton Company, New Advent Catholic Encyclopedia. Página visitada em 4 de novembro de 2012. Cópia arquivada em 4 de junho de 2011.
  3. a b Morrison 2007, p. 190–191
  4. a b Morrison 2007, p. 396
  5. Fortescue, Adrian (1909). Greece (em inglês). www.newadvent.org. Robert Appleton Company, New Advent Catholic Encyclopedia. Página visitada em 4 de novembro de 2012. Cópia arquivada em 4 de junho de 2011.
  6. Morrison 2007, p. 397-398
  7. Andric, Stanko. Scrinia Slavonica, Vol.2 No.1 Listopad 2002 (em inglês). hrcak.srce.hr. Hrcak - Portal of scientific journals of Croatia. Página visitada em 4 de novembro de 2012.
  8. Morrison 2007, p. 401-402
  9. Bury 1912, p. 223–224

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bury, John B. (1912) (em inglês), A history of the Eastern Roman empire from the fall of Irene to the accession of Basil I. (A. D. 802-867), Londres: Macmillan and Co. 
  • Morrison, Cécile, ed. (2007) (em grego), Le Monde Byzantin I - L'Empire romain d'orient (330-641), Atenas: Polis Editions, ISBN 978-960-435-134-3 
  • Notitia Dignitatum. Dados em latim disponíveis em linha. Èulogos SpA (2007). www.IntraText.com. Página visitada em 4 de novembro de 2012.
  • (em inglês) The Times History of Europe, Londres: Times Books, 2001 


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Prefeitura pretoriana da Ilíria